Resenha: As coisas que fazemos por amor, de Kristin Hannah

AS COISAS QUE FAZEMOS POR AMOR
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Skoob

Sinopse: Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados. Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre. Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor. Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.

Olá Leitores!
É sempre um prazer resenhar Kristin Hannah. É uma das minhas autoras favoritas, dessas que sempre que vejo um lançamento nem leio a sinopse, pois já sei que o livro é incrível.
E com As coisas que fazemos por amor não foi diferente.
Vamos conhecer um pouco mais?



As coisas que fazemos por amor, de Kristin Hannah nos conta a história de duas mulheres que o destino uniu da forma mais improvável possível.

Angela DeSaria tinha um grande sonho na vida: Ser mãe. Ela tinha um marido maravilhoso, um emprego incrível e faltava apenas um bebê para que sua vida ficasse perfeita! Contudo, o destino não ajudou Angie a realizar esse sonho e após diversas tentativas e muito desgaste no relacionamento, Angie e Conlan acabam se separando e ela acaba voltando para a sua cidade natal, West End, para ficar junto com a mãe e as duas irmãs.

Lauren Ribido é uma adolescente de apenas 17 anos, mas que desde cedo teve que assumir grandes responsabilidades, afinal sua mãe não é o que possa se chamar de mãezona e por isso, ela precisa trabalhar para poder sustentá-las. Lauren tem muitos sonhos, como ir a universidade e estar sempre junto com seu namorado, mas no fundo, seu maior desejo seria ter uma família amorosa.

A vida dessas duas mulheres se cruzam de forma inesperada e em um momento em que as duas estão vivendo situações difíceis. Lauren acabara de perder o emprego e Angela está tentando encontrar uma atividade que traga novo sentido a sua vida.  Lauren e Angie se tornam cada vez mais próximas e uma parece encontrar na outra aquilo que mais anseia: Amor filial! Além disso, se tornam verdadeiras amigas e passam a enfrentar juntas as mais diversas adversidades que encontram pelo caminho.

Mas um grande acontecimento ponhará em teste todo o elo que une Lauren e Angie. Será que o sentimento que as une será maior que tudo? 
Juntas elas precisarão aprender um novo conceito de família e torcer para que os laços firmados sejam fortes o suficiente.


Sensível e emocionante.
As coisas que fazemos por amor marcará você.

Comecei a leitura com grandes expectativas, afinal, Kristin Hannah é uma das minha autoras favoritas e não me decepcionei! Mais uma vez a autora trouxe uma história envolvente, com grandes personagens e provoca diversas reflexões no leitor.

Com uma narrativa cativante, acompanhamos duas histórias que acabam se cruzando por um capricho do destino. Interessante perceber que isso acontece diariamente com diversas pessoas no mundo e essa lado humano de Hannah é algo muito explorado em seus livro. A escrita é leve, flúida, descritiva na medida certa e carregada de sentimentos. Somos levados do riso às lágrimas sem nem perceber.

Com personagens complexas e com personalidades bem desenvolvidas, conhecemos Lauren e Angela que possuem muitas semelhanças e diferenças que acabam fazendo com que se sintam ligadas. São mais do que simples amigas e sentem uma ligação maternal. E alerto que as personagens secundárias também receberam uma atenção especial, em especial a mãe de Angie, uma mulher forte e com uma doçura sem igual.

Diversos temas são trabalhados ao longo das páginas. De longe, as relações familiares, em suas mais variadas nuances, prevalece. Vamos do lar sólido e amoroso da família DeSaria, onde irmãs cuidam uma das outras e todas cuidam da mãe, até o lar instável e frio da Família Ribido.

O desfecho se revelou uma grata surpresa e sinceramente não imaginava forma melhor para ver o destino dessas personagens tão queridas. Confesso que chorei e ri ao mesmo tempo e fiquei com uma leve ressaca depois dele. Mas valeu muito a pena e pretendo reler um dia.

A edição feita pela Editora Arqueiro está impecável. A capa é elegante e segue o mesmo estilo dos outros livros da autora publicado pela editora. O título é o mais forte, afinal, quais são as coisas que fazemos por amor?

Gostaria de falar muito mais sobre As coisas que fazemos por amor, mas esse é um daqueles livros que precisam ser lidos para que possamos entender sua proposta e grandeza. Torço para que você tenha se interessado por ele e tenham a alegria de conhecer uma história tão bela.

Leitura recomendada!

Gostaram?
Ficaram curiosos para conhecer melhor essa história?
Qual a maior coisa que você já fez por amor?
Comentem!

Abraços e até mais.

Nenhum comentário