Resenha: Mestre das Chamas, de Joe Hill

MESTRE DAS CHAMAS
Autor: Joe Hill
Editora: Arqueiro
Páginas: 592
Skoob
Sinopse: Ninguém sabe exatamente como nem onde começou. Uma pandemia global de combustão espontânea está se espalhando como rastilho de pólvora, e nenhuma pessoa está a salvo. Todos os infectados apresentam marcas pretas e douradas na pele e a qualquer momento podem irromper em chamas. Nos Estados Unidos, uma cidade após outra cai em desgraça. O país está praticamente em ruínas, as autoridades parecem tão atônitas e confusas quanto a população e nada é capaz de controlar o surto. O caos leva ao surgimento dos impiedosos esquadrões de cremação, patrulhas autodesignadas que saem às ruas e florestas para exterminar qualquer um que acreditem ser portador do vírus. Em meio a esse filme de terror, a enfermeira Harper Grayson é abandonada pelo marido quando começa a apresentar os sintomas da doença e precisa fazer de tudo para proteger a si mesma e ao filho que espera. Agora, a única pessoa que poderá salvá-la é o Bombeiro – um misterioso estranho capaz de controlar as chamas e que caminha pelas ruas de New Hampshire como um anjo da vingança. Do aclamado autor de A estrada da noite, este livro é um retrato indelével de um mundo em colapso, uma análise sobre o efeito imprevisível do medo e as escolhas desesperadas que somos capazes de fazer para sobreviver.

Olá Leitores!
Trago para vocês a indicação de um livro quente! hahaha
Desses que nos prende por horas e vai nos consumindo lentamente.
Vamos conhecer um pouco mais sobre essa obra genial?

Mestre das Chamas, de Joe Hill nos apresenta uma história onde o mundo foi dominado por uma pandemia global. Um vírus é capaz de levar uma pessoa a combustão espontânea e ninguém está a salvo. As pessoa infectadas, apresentam marcas pretas e douradas na pele conhecidas como "Escama do dragão" e literalmente viram grandes chamas, levando a pessoa à morte. Em meio a tudo isso, conhecemos Harper Grayson, uma jovem enfermeira que acompanha os casos desde o início. Casada com Jakob, ambos prometeram que caso fossem contaminados, tirariam a própria vida.

Harper se dedica ao hospital de forma intensa. Tenta sempre ajudar todos os paciente e é assim que ela acaba conhecendo "o bombeiro" um homem que está desesperado para salvar uma criança. Mesmo tomando todos os cuidados, Harper acaba infectada o que se torna um problema ainda maior quando ela descobre que está grávida.

Jakob passa de marido amoroso à uma pessoa desconhecida e perigosa. Separados, Harper se vê em perigo quando seu ex-marido invade a casa deles e tenta matá-la. Ela consegue fugir e quando acredita que não conseguirá se salvar e a seu filho, o Bombeiro, àquele que a enfemeira conheceu no hospital, surge para resgatá-la. Harper é levada para "A Colônia" e lá descobre que pessoa infectadas estão sobrevivendo, pois aprenderam a controlar as suas chamas. Além disso, as pessoas conseguem entrar no "brilho", uma espécie de clímax em conjunto que traz harmonia a todos os membros do grupo.

A Colônia é vigiada pelos membros que se dividem para proteger todos das Patrulhas de Quarentena e dos Bondes de Cremação, grupos formados por pessoas não infectadas que decidem exterminar todos os doentes. Com o passar dos meses, Harper e os outros membros percebem que está cada dia mais perigoso continuar naquele lugar e entendem que precisam fugir.

Na busca por segurança, Harper precisará enfrentar grandes perigos e colocar na balança o que é mais importante, afinal o poder é capaz de modificar as pessoas.
Além disso, eles precisam lutar contra si para não entrarem em combustão...


Já conhecia a incomparável escrita de Joe Hill e já nos primeiros capítulos de Mestre das Chamas senti que estava diante de mais um livro incrível. E acreditem quando digo que você se envolverá de tal forma que não conseguirá largar o livro até saber qual o desfecho.

Com vários personagens, a maioria deles complexos e muito bem desenvolvidos, acompanhamos seres humanos que estão travando uma luta pela sobrevivência e nesses momentos os mais fortes e inteligentes levam vantagem. Mas até onde você seria capaz de ir em uma situação de crise? Harper é uma personagem muito interessante e por mais que ela tenha crescido muito ao longo da narrativa, sua essência é preservada.

A leitura é marcada por momentos de ação e muita tensão. Com uma escrita descritiva, densa e completamente envolvente,  Hill provoca o leitor com diversas questões éticas e morais e existem questionamentos como: O que o ser humano é capaz de fazer por sua sobrevivência? Como o poder pode transformar alguém? O que faríamos em nome de um verdadeiro amor?

O desfecho é marcado por reviravoltas e fatos surpreendentes. Confesso que não imaginei que a história terminaria da forma como terminou e já aviso que agradou e muito. Hill sabe como ninguém ligar os fatos e encerrar como maestria suas histórias.

Gostaria de contar mais detalhes para vocês, mas esse é um daqueles livros que precisam ser sentidos e vividos, até mesmo por conta dos detalhes da narrativa e da temática em si. Mas torço para que vocês tenham ficado curiosos e atraídos por essa história tão diferente e desafiadora.

A capa está maravilhosa e contém elementos da história. Li em e-book e não encontrei erros e a edição estava fantástica.

Se você já é fã de Joe Hill, Mestre das chamas é leitura obrigatória e você terá o prazer de ter em mãos uma obra prima do autor. Se ainda não conhece esse gênio, esse livro é uma excelente oportunidade de entrar no universo único de Hill e ler um livro vencedor do Goodreads Choice Awards 2016.

Leitura recomendada!

Gostaram do livro?
Já conhecem a escrita de Joe Hill?
Ficaram curiosos para saber o desfecho?
Comentem!

Abraços e até mais.

7 comentários

  1. Oiii tudo bem???

    Já li um livro do Joe Hill e não curti muito. Mas achei que a história desse novo livro está bem construída e acabei ficando com vontade de dar uma nova chance para o autor.
    Adorei sua resenha, e é tão gostoso quando a leitura nos surpreende.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o autor, mas a premissa não me atraiu muito. Apesar de parecer ser uma história bem construída e você ter destacado que o final te surpreendeu, mas foi bem amarrado pelo autor, eu acho que o enredo em si não faz muito meu estilo.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado tanto da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Rizia,
    Adoro a premissa dos livros do Joe Hill, mas nunca li nada dele. Fiquei intrigada com essa história, pois achei muito interessante a ideia da mudança de personalidade que temos nesse livro e vou super anotar a dica, porque achei tudo muito incrível.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  4. Oie!

    Guria eu tentei uma vez ler um livro desse autora e a história não funcionou comigo! Mas essa obra está com uma proposta que está me deixando curiosa, espero em algum momento conseguir realizar a leitura e tirar minha conclusão, espero que dessa vez a experiencia seja diferente!

    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Olá! Já tinha ouvido falar do autor, mas só pela obra Amaldiçoados. Esse livro parece ser ainda melhor que o primeiro. Gostei, vou colocar como dica de leitura!
    Bjos
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bom?
    Que diferente! É uma premissa muito original, coisa rara hoje em dia. Amo distopias e essa me chamou muito a atenção já pela capa, e eu sou meio doida das pandemias, adoro ver as exceções e como as pessoas lidam com isso. Amei a dica!

    ResponderExcluir
  7. Oie. Eu estou ávida para ler esse livro desde seu lançamento, e gostei de saber que você curtiu. Esse enredo que parece eletrizante foi uma coisa que me chamou atenção, e é uma boa oportunidade para conhecer o autor.

    ResponderExcluir