Resenha: Tudo e Todas as Coisas, de Nicola Yoon

Resultado de imagem para tudo e todas as  arqueiro TUDO E TODAS AS COISAS
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Páginas: 280
Sinopse: Tudo envolve riscos. Não fazer nada também é arriscado. A decisão é sua.
A doença que eu tenho é rara e famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Não saio de casa. Não saí uma vez sequer em 17 anos. As únicas pessoas que eu vejo são minha mãe e minha enfermeira, Carla.
Então, um dia, um caminhão de mudança para na frente da casa ao lado. Eu olho pela janela e o vejo. Ele é alto, magro e está todo de preto: blusa, calça jeans, tênis e um gorro que cobre o cabelo. Ele percebe que eu estou olhando e me encara. Seu nome é Olly.
Talvez não seja possível prever tudo, mas algumas coisas, sim. Por exemplo, vou me apaixonar por Olly. Isso é certo. E é quase certo que isso vai provocar uma catástrofe.
Olá pessoal! 
Meu nome é Daniel e eu sou o novo colaborador do Livroterapias. Espero que gostem das minhas postagens, prometo resenhar muitos livros para vocês.
Para minha estreia aqui no blog, resolvi trazer uma análise do livro Tudo e Todas as Coisas, por Nicola Yoon, que ganhou uma adaptação para os cinemas recentemente. 
Vamos lá?

Tudo e Todas as Coisas vai nos contar a história de Madeline, uma garota portadora de uma doença chamada IDCG (Imunodeficiência Combinada Grave), uma síndrome que faz com que a jovem seja, basicamente, alérgica a tudo, sem exceções. Madeline não pode sair de casa, tampouco tocar qualquer pessoa ou respirar qualquer ar. Ela precisa de tratamentos especiais, sendo examinada de duas em duas horas por uma enfermeira contratada especialmente para si, para quando sua mãe, que é médica, estiver trabalhando e não puder cuidar da filha. Além disso, Maddy não pode comer qualquer coisa ou tocar qualquer pessoa. As visitas à sua casa são raras e, quando acontecem, um processo rigoroso e demorado de descontaminação é feito no visitante. Não tendo muito o que fazer, a rotina de Madeline se resume a assistir filmes e ler livros — o seu ''vício''. Todos os dias, ela joga os mesmos jogos, se alimenta dos mesmos pratos e conversa as mesmas conversas com sua mãe e sua enfermeira, Carla, suas únicas companhias no dia-a-dia. Durante 17 anos essa foi sua maneira de viver, até que, em seu aniversário de 18 anos, nossa protagonista faz uma descoberta que até então desconhecia: a paixão.

Madeline sempre foi acomodada com sua peculiar vida, já cresceu sabendo que o melhor era aceitar sua condição de existência a lamentar-se por alguma coisa que lhe fosse inacessível. Porém, depois de ter visto Oliver, um garoto bonito, meio gótico e praticante de parkour, pela primeira vez, Maddy soube que sua vida mudaria para sempre. O garoto mudou-se com seus pais e sua irmã, Kara, para a casa ao lado em um dia normal, e, desde então, virou a vida de sua então nova vizinha de pernas pro ar.

Resultado de imagem para everything everything fanart

Após alguns contatos hilariantes pelas janelas de seus respectivos quartos, Madeline e Olly começam a trocar mensagens por e-mail, fazendo com que uma nova e diferente amizade nascesse. Pela primeira vez em sua vida, Maddy teve a esperança de viver como uma adolescente normal, com companhias de pessoas reais, e não apenas das personagens dos livros que lia. Entretanto, a relação entre os dois passa para um outro estágio quando a jovem convence sua gentil enfermeira Carla a deixá-la ver seu novo amigo no solário de sua casa. Ela demora uma pouquinho para conseguir o aval da imigrante mexicana, mas, depois de muitas tentativas, o alcança, passando a se encontrar diversas vezes com Olly. É então que Madeline se vê em uma enrascada: ela já estava apaixonada e dependente de um garoto atraente e divertido, sem poder tocá-lo ou até mesmo aproximar-se dele, e o pior: estava escondendo isso de sua mãe, a quem nunca havia guardado segredo algum, e por quem era super protegida.

E agora, como ela irá se sair nessa situação?


Primeiramente, gostaria de elogiar a habilidade de Nicola — pelo menos nesse livro — de criar personagens maravilhosas e diversificadas. Aqui, encontramos uma garota meio Asiática meio Afrodescendente, um garoto branco de família tradicional, uma enfermeira latino-americana que entrou nos Estados Unidos ilegalmente, um Nova-Iorquino gay apaixonado por rock, dentre outros. Todos são muito bem trabalhados na história, principalmente Madeline, que é quem narra o livro, uma garota forte e, ao mesmo tempo, inocente. Também podemos sentir na pele o que cada um deles passa, sejam momentos felizes ou tristes, e isso é louvável.

Obviamente, o destaque no enredo fica por conta do casal formado por Maddy e Olly, que é muuuuuito fofo, conquistando qualquer leitor facilmente. É muito lindo ver como os dois se descobrem, se completam e como seus corpos se conversam mesmo sem o mínimo de aproximação.

O garoto também passa por muitos problemas em casa, principalmente com seu pai alcoólatra, e suas conversas com sua vizinha lhe ajudam muito a superar isso. Porém, para mim, a relação entre Maddy e sua mãe é a personificação da mensagem que o livro pretende passar. As duas são inseparáveis, e, mesmo desejando conhecer um mundo atraente e, ao mesmo tempo, prejudicial para si, a jovem se preocupa em não desmerecer tudo o que sua mãe fez e faz por ela. Pauline perdeu seu marido e seu filho mais velho muito cedo e, desde então, dedica toda a sua vida a Madeline, se preocupando mais com a filha do que consigo mesma. 

Também é destacável a amizade entre a protagonista em questão e sua enfermeira, Carla. A mulher cumpre com sucesso a missão de ''substituir'' a mãe de sua paciente quando ela está tabalhando, não só nos cuidados médicos, mas também no afeto. 


Nesse livro, encontramos algumas ilustrações bem bacanas, assim como alguns capítulos no formato de lista e outros no dos e-mails trocados por Madeline e Olly. Tudo isso, aliado à ótima, leve e contagiante escrita de Nicola, nos faz devorar Tudo e Todas as Coisas em pouquíssimas horas. Peguei o livro em uma manhã-tarde de domingo e o saboreei rapidamente. 

Aqui, encontramos algumas passagens mais dramáticas, outras mais tensas e/ou picantes, e muitas divertidas e fofinhas, mas durante toda a trama encontramos sensibilidade e delicadeza, até mesmo no final surpreendente e um pouco forte que me deixou boquiaberto. A inocência no romance dos protagonistas e o esforço de Pauline em manter sua filha em segurança são tocantes.

É uma leitura marcante, com muitas mensagens essenciais para a vida de qualquer um. Acho que minha experiência com a obra só não foi completa porque não devo estar no momento certo para lê-la, então achei que ficou faltando alguma coisa na leitura ao terminá-la. Porém, a indico para qualquer um que esteja procurando por um romance saudável e original.


E aí, gostaram da resenha? Já leram o livro ou têm interesse em ler?
Deixem suas opiniões nos comentários, lerei e responderei todas com muito carinho.
Beijos.

33 comentários

  1. Qro muito esse livro, e qro mt ver o filme!
    A partir de amanhã tô livre, férias da faculdade, então vou correr p lê-lo!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda!
      Ótimo, leia mesmo. Não irá se arrepender.
      Também quero ver o filme.
      Abraços.

      Excluir
  2. QUE RESENHA MARAVILHOSA É ESSA? Quero muito ler esse livro, parece que de repente todos estão lendo e amando, e pela sua resenha a vontade só aumentou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shayanne!
      Fico feliz em ver que você gostou.
      Leia mesmo, vai adorar ♥
      Abraços.

      Excluir
  3. Oiii Dan tudo bem?
    Eu quero muuuuito ler esse livro, mas como não sei quando irei comprar creio que irei mesmo assistir ao filme, gostei de saber a sua opinião e os quotes ficaram incríveis.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Morgana!
      Espero que goste do filme, quando puder leia o livro.
      Obrigado pelos elogios.
      Abraços.

      Excluir
  4. Que resenha incrível! Fiquei apaixonada pelo enredo! Com certeza vou ler e claro assistir o filme! Obrigada pela dica! Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yohanna!
      Que bom que você gostou da resenha e ficou interessada pelo livro.
      Muito obrigado pelo elogio e pelo comentário.
      Abraços.

      Excluir
  5. Como assim ainda não li? Gennnnte tô muito curiosa mas ainda não consegui pegar o livro para ler e agora também quero assistir o filme!

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, corre pra ler, mulher!
      Não vai se arrepender.
      Bjos ♥

      Excluir
  6. Olha!!! Parabéns! Resenha maravilhosa! muito sucesso e que resenhe muitos livrinhos mais para nós!
    Eu ainda não li esse livro, mas prefiro a capa original. Detesto livros com capa de filme.
    Eu acabei conhecendo um pouquinho da premissa com o filme (que ainda não vi), mas foi bom conhecer um pouco mais. N ão conhecia o autor ainda e fiquei bem curiosa para passar a conhecer.
    beijinhos e até a proxima!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Muito obrigado pelos elogios e votos de sucesso.
      A capa original também é linda.
      Espero que goste do livro.
      Abraços.

      Excluir
  7. Heiii, tudo bem?
    A premissa é interessante, achei diferente do que costumo ver.
    Estou louca pra conhecer a fundo da história de "Tudo e Todas as Coisas", só nao sei se vejo o filme antes ou leio primeiro.
    Achei a reedição linda com a capa do livro e apesar do tom mais dramatico da história, espero nao chorar mto.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzzy!
      Bem, em alguns momentos você vai chorar sim, mas não são muitos, haha. Na maioria, você irá suspirar e/ou dar risadas.
      Eu também gostei muito da reedição.
      Espero que goste do livro.
      Abraços.

      Excluir
  8. AAAH MEU DEEEUS, PRECISO LER ESSE LIVROOOOOO!
    Já conhecia, mas não sabia sobre o que se tratava e confesso que fiquei surpresa! Imagino que seja uma daquelas obras que me deixam de ressaca literária kkkk
    Não sabia que tinha ilustrações, adorei, a diagramação deve estar linda. Sem falar que a relação dos dois parece ser linda.
    Dica super anotada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula!
      Sim, o livro é ótimo.
      A diagramação está mesmo linda.
      Espero que goste.
      Abraços.

      Excluir
  9. Oi, Daniel
    Seja bem-vindo!
    Gostaria muito de ler esse livro, mas acho que vou acabar assistindo ao filme primeiro.
    Ele tem coisas que gosto, como drama e romance. Uma pena que não funcionou 100% para você.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia!
      Pois é, uma pena mesmo. Talvez aconteceu porque estava há um tempo sem ler nada.
      Espero que goste do livro.
      Abraços.

      Excluir
  10. Confesso que estou receosa em ler esse livro, é tanta gente falando tão bem dele que tenho medo de me decepcionar rsrsrs
    Mas adorei sua resenha e me fez repensar será que devo lê-lo?

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suelane, isso pode acontecer mesmo. O melhor é ler sem grandes expectativas.
      Espero que goste do livro se por acaso lê-lo.
      Abraços.

      Excluir
  11. Olá! Amei sua resenha! Ainda não li esse livro, mas pretendo. O que me deixa mais curiosa é como o relacionamento deles irá se desenvolver, em algum momento ela sairá desse casulo? É uma leitura que vou fazer esse ano, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana!
      Que bom que você gostou da resenha.
      Espero que aproveite a leitura.
      Abraços.

      Excluir
  12. Oie!
    Eu já li esse livro e adorei a história! Foi uma leitura ótima, daquelas que não conseguia mais parar, e ainda a trama é bem emocionante.
    Foi um dos melhores livro s que já li, e não vejo a hora de poder assistir a adaptação.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla!
      Fico feliz em ver que você gostou tanto do livro.
      Também quero muito assistir o filme.
      Abraços.

      Excluir
  13. Olá!

    Apesar de todos estarem amando, o livro não me chama a atenção, desde que li o outro título da autora que a Arqueiro publicou e, apesar de todo o hype, a leitura não foi boa pra mim, quem sabe outro dia eu arrisque ler esse?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamila!
      Nossa, que pena a leitura do outro livro da Nicola não ter funcionado pra ti.
      Estou com vontade de ler ele pois quero ver se gosto mais da história.
      Abraços.

      Excluir
  14. Oiii!

    Eu ainda não li esse livro, maaaaaaas eu até tenho curiosidade por todas as resenhas que eu li para ele. Gostei de saber do seu envolvimento e espero matar minha curiosidade em breve!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula!
      Espero que goste do livro.
      Abraços.

      Excluir
  15. Ainda não li esse livro, mas ta na minha lista, ele parece ser daqueles que a gente não pode morrer sem ler.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Luisa!
      Depois me diz o que achou.
      Abraços.

      Excluir
  16. Olá, tudo bem? Cada vez que vejo mais um elogio sobre a escrita e aos livros da Nicola Yoon mas eu fico ansiosa para realizar a leitura. Sei que irei amar também então, fiquei bastante instigada. Que resenha maravilhosa e espero ver mais você por aqui Daniel (;
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Obrigado pelos elogios, vou postar muito mais aqui no blog.
      Espero que goste do livro.
      Abraços.

      Excluir