• Home
  • Dicaterapia
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Políticas
  • Contato
  • Resenha: Sway, de Kate Spears

    SWAY
    Autora: Kat Spears
    Editora: Globo Alt
    Páginas: 256
    Skoob

    Sinopse: Sway é o apelido de Jesse Alderman, por causa de seu talento para conseguir qualquer coisa para qualquer pessoa, como providenciar trabalhos escolares, fazer com que pessoas sejam expulsas da escola, arrumar cerveja para as festas, entre outras coisas, legais ou ilegais... É sabendo dessa fama que Ken Foster, o capitão do time de futebol da escola, pede a ele um trabalho controverso: Ken quer que Bridget Smalley saia com ele. Com seu humor ácido e seu jeito politicamente incorreto de ver a vida, Sway terá que encarar o trabalho mais difícil que já teve: sufocar todos os sentimentos que Bridget desperta nele, a única menina verdadeiramente boa que ele conheceu em toda a sua vida

    Olá Leitores
    Trago para vocês a resenha de um livro que me surpreendeu justamente por ser uma história completamente diferente do que esperava.
    Vamos conhecer um pouco mais dessa história?

    Sway, de Kate Spears, nos apresenta o jovem Jesse Alderman, também conhecido como Sway. Ele é conhecido como o cara certo para conseguir qualquer tipo de coisa, desde trabalhos escolares, conseguir expulsões, drogas e qualquer outro tipo de "serviço". Essa versatilidade e prática de ações sem pensar em possíveis consequências se dá a um pensamento de Shakespeare que os inspira sempre:
    Nada é bom ou mau, o pensamento é que faz as coisas assim.
    Sabendo que Sway é capaz de conseguir qualquer coisa, ele recebe um encomenda de Ken Foster, o capitão do time de futebol da escola: Ele precisa sair com Bridget Smalley, uma garota adorável que deixe todos babando por onde passa.Uma tarefa simples dentre as tantas que Jesse costuma pegar. 

    Ele começa a segui-la para poder conhecer seus hábitos e montar um verdadeiro relatório para que Ken possa conquistá-la. Mas Bridget Smalley não é uma garota comum. Ela pratica boas ações e simplesmente é capaz de gostar de todo mundo.

    A convivência entre Sway e Bridget só aumenta e ela desperta sentimentos que ele nunca imaginou sentir. Mas negócios são negócios e ele precisa sufocar o que sente por ela.

    Será que Sway, o garoto que consegue tudo, se sairá bem nesse trabalho? Ou a aproximação e sentimentos por Bridget irão atrapalhar seus planos?


    Ácido e divertido!
    Sway é um daqueles livros que  você vai amar ou simplesmente odiar. Explico-me.

    Eu sou do time das que amei Sway. Gosto muito de personagens não lineares, com humor ácido e dispostos a fazer qualquer coisa e Jesse é um deles. 

    Confesso que a narrativa não é das mais empolgantes, mas também não chega a ser enfadonha. Conhecemos bem as histórias de Sway, sua infância problemática, seus negócios ilegais e principalmente que, por trás da casca grossa, existe um jovem tímido e que é capaz de tudo para ajudar aqueles que ama.

    Gostei do desenvolvimento das personagens ao logo da narrativa, principalmente em relação aos secundários. Sua grande maioria são adolescentes tentando encarar essa fase complicada da vida. Uns se saem melhor, outros não, mas juntos tornam essa história divertida, melancólica e que com certeza merece sua atenção.

    O desfecho é um tanto previsível, mas gostei da forma como Spears o conduziu. Diria que foi um final mais do que adequado para o garoto que sempre conseguiu tudo e a menina que gosta de todos. Tenho certeza que os fãs de Young Adult vão adorar.

    A capa está incrível! Uma das mais bonitas desse ano. A edição está impecável. Parabéns para a Globo Alt.

    Termino essa resenha recomendando a leitura de Sway a todos que procuram uma obra jovem diferente das que estamos acostumados a ler. Com personagens falhos e mais reais, um romance improvável, tom ácido e sensibilidade escancarada!
    "Um cara que tem sway é o cara, não precisa tentar ser descolado, apenas... é".
    Gostaram?
    Ficaram curiosos para conhecer Sway?
    Já leram?
    Comentem!

    Abraços e até mais.

    0 comentários :

    Postar um comentário