Resenha: Caça-fantasmas brasileiros, de Rosa Jaques e João Tocchetto


CAÇA-FANTASMAS BRASILEIROS
Autores: Rosa Jaques & João Tocchetto
Editora: Planeta
Páginas: 222

Sinopse: Dos mortos no massacre do Carandiru ao estilista e polemista Clodovil, são muitos os fantasmas que se comunicam com Rosa – e encontram a paz graças a suas palavras e orientação. Na companhia de seu marido, João Tocchetto de Oliveira, ela viaja o Brasil com a missão de resolver histórias de assombrações.Desde 1996 os dois são conhecidos como os caça-fantasmas brasileiros e solucionam casos sobrenaturais, sejam eles com entidades mal resolvidas, espíritos ou fantasmas. A dupla já contabiliza mais de seiscentos casos resolvidos e documentados. Neste livro, narram os principais deles. São histórias em manicômios, hospitais, cadeias, escolas e cemitérios, seja num casarão do bairro do Bixiga em São Paulo ou num presídio abandonado no Rio Grande do Sul.

Olá Leitores!
Vocês acreditam em espíritos, fantasmas e seres sobrenaturais?
Os autores desse livro sim e eles resolveram contar um pouco da sua experiência como caçadores de fantasmas.
Acreditando ou não, eu pararia para ler essa resenha.
Vamos conferir?
Caça-fantasmas brasileiros, de Rosa Jaques e João Tocchetto nos apresenta o mundo sobrenatural que a tantos fascina. Juntos os autores irão percorrer o Brasil atrás de histórias de arrepiar.

Com o lema: Respeito ao sobrenatural sem julgar ou afrontar eles começam o contato com os espíritos. Rosa Jaques é quem tem o canal aberto de comunicação e sempre está disposta a ouvi-los e ajudá-los da forma que pode.

Desta forma, a vidente já auxiliou e resolveu diversos casos que relata no livro. Existem histórias de espíritos presos a casa que moravam, presidiários que estão presos à época que estavam encarcerados, uma noiva que não conseguiu casar, uma loira presa no alto de um prédio, uma antigo teatro assombrado entre outros.

Casos famosos também foram alvo de investigação da dupla, dentre eles o do Carandiru. Interessante ver as sensações e mensagens transmitidas pelos presos que perderam sua vida no massacre.


Rosa costuma descrever o que vê. Quando está conversando com algum conhecido do espírito que ela está se comunicando, costuma dar informações que confirme a verdade. Que, de fato, ela está se comunicando com eles.

A tecnologia também está presente. Aparelhos que detectam a presença de fantasmas e espíritos (sim, são diferentes), bem como captação de áudio e vídeo se prestam a comprovar aquilo que não podemos ver.

Me surpreendi bastante com a leitura desse livro.

Confesso que acredito sim no sobrenatural e gostei muito da forma como Rosa Jaques conduz o seu trabalho. Realmente é algo sério e que tenta mostrar que muitas vezes orações e mensagens são tudo o que espíritos precisam para desprender-se do mundo material.

Os casos, muitos deles famosos, nos mostram diversas manifestações e contatos sobrenaturais. Os autores deixam claro que vão a todos os lugares, desde que sintam que é a coisa certa a fazer.

Para quem curte uma leitura diferente, gosta de assuntos ligados ao sobrenatural, com certeza vale a pena conferir esse livro.

Ficou curiosos e quer saber mais? Acesse o cana dos autores:
https://www.youtube.com/user/RosaMariaJaques
Gostaram do livro?
Ficaram curiosos?
Acreditam no sobrenatural?
Comentem!

Abraços e até mais.

Nenhum comentário