Meu querido guerreiro, de Julie Garwood


MEU QUERIDO GUERREIRO
Autor: Julie Garwood
Editora: Landscape
Páginas: 295

Sinopse: Na Inglaterra feudal, Elizabeth Montwright escapa por um triz de um massacre que destruiu sua família e a exilou de seu castelo ancestral. Decidida a vingar-se, ela se disfarça de camponesa e consegue entrar novamente pelos portões da sua antiga fortaleza. Lá, procura Geoffrey Berkley, o poderoso lorde que expulsou os assassinos de sua família. O guerreiro ouve suas súplicas, resisti a suas exigências e jura seduzi-la. Contudo, ao lutar contra as carícias desse guerreiro, o coração de Elizabeth se inflama de amor pelo homem que se tornará seu defensor.

Olá, leitores do meu coração! 
Trago hoje um romance que abalará as suas estruturas e te fará acreditar no poder do amor. Vamos conhecê-lo?
Um livro da década de 80 que conquistou milhares de fãs nos EUA, Meu Querido Guerreiro traz a história da nossa amada Elizabeth durante a Inglaterra Feudal que busca vingar sua família que foi massacrada. Restando-lhe apenas o avô e o irmão mais novo, que presenciou todo o massacre e não lembra de Elizabeth, ela irá pedir ajuda ao seu suserano, Geoffrey Berkley, em busca de sua vingança. 

Os personagens são muito bem construídos e seus passados também. Tanto a Elizabeth quanto o Geoffrey têm gênios difíceis de lidar e, com o decorrer das páginas, eles terão que aprender a lidar um com os defeitos dos outros.

Esse livro só merece um alerta, fora o que você irá se iludir e desejar viver uma amor tão intenso quando o que se narra, de que é necessário adequar as cenas para a época em que se passa. Digo, os valores a respeito da mulher, na época feudal, eram outros e que mudaram (ainda bem!).


O Geoffrey é extremamente machista no começo das páginas e é praticamente a personificação de como os homens idealizavam as mulheres naquela época. Enquanto temos a Elizabeth, uma mulher que tem toda a sua independência e não se sujeita a ser submissa. Esse contraste é maravilhoso, pois mostra como um terá que respeitar as diferenças do outro, assim como ela mostra ao Geoffrey que jamais desistirá de quem é.

Uma das coisas que eu aplaudo de pé é a transformação que ocorre no Geoffrey no decorrer das páginas. O amor transforma-o de uma maneira tão fascinante, que você irá desejar observar de perto e lamentará quando a história acabar, querendo ver um pouco mais daquele amor. 

Acredite, meu caro leitor ou leitora, eu fiquei numa sofrência literária grave quando terminei esse livro pois desejei viver um amor assim.

A devoção que Geoffrey vai criando por Elizabeth, porque ela chega devagar até que ele se vê apaixonado quando menos espera, e em como ele vai percebendo que tudo o que ele achava ser certo, na verdade não é, mostra em como podemos mudar com o passar do tempo e o quanto sentimentos puros podem nos tornar uma pessoa melhor.

As descrições das cenas de sexo são tão bem-feitas que se tornam muito bonitas, sem a pornografia exacerbada, muitas vezes com detalhes desnecessários, que a maioria dos livros trazem hoje, tornando uma cena, muitas vezes, digna de um filme pornô barato. As cenas em Meu Querido Guerreiro são descritas de uma forma que uma sensualidade ronda o cenário e os personagens que você fica envolvido nisso. A escritora descreve as cenas de sexo como uma dança envolvente e inebriante, onde o leitor fica envolto nessa dança e observa de um novo ângulo o encontro físico e emocional de duas pessoas que se amam. Eu confesso que encontrei isso em pouquíssimos livros, e, como ocorre em Meu Querido Guerreiro, achei tão bonito essa entrega de corpo e alma que desejei viver algo tão intenso.

Meu Querido Guerreiro é um livro onde você lerá com o coração na mão e irá gargalhar com as provocações dos dois do início ao fim, fazendo você desejar abraçar os personagens, ou sacudi-los, de tão cabeça dura que eles são.

Então, envoltos nessa paixão onde nenhum dos dois sabem lidar com isso, eles terão que aprender com suas diferenças ao mesmo tempo em que os assassinos da família de Elizabeth vão sendo desmascarados e colocando a sua vida em risco. Esse livro é um dos meus favoritos e eu não me canso de voltar em suas páginas e me deliciar com minhas cenas favoritas. Prepare-se para um amor intenso e que se solidifica com o passar das páginas.

Espero que gostem J
Aguardo opiniões <3

Um cheiro,
Thyaly Diniz

Nenhum comentário