• Home
  • Dicaterapia
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Políticas
  • Contato
  • Resenha: Black - Fugir não vai adiantar, de Raquel Moreira

    BLACK - FUGIR NÃO VAI ADIANTAR
    Autora: Raquel Moreira
    Editora: PL - Planeta Literário
    Páginas: 561
    Skoob

    Sinopse: A nova Sarah é uma boa pessoa. Ela não se mete em confusões, trabalha duro e se esforça para ser simpática. Sarah acredita que seu passado está enterrado, mas quando tenta conseguir o trabalho de seus sonhos, sua nova vida de boa moça é ameaçada pelo bad boy que, por acaso, será seu novo chefe. Thomas, com seu corpo definido e olhar perigoso, é exatamente o que Sarah precisa evitar. Ele ganha a vida como empresário, mas poderia seguir a carreira de pegador profissional, pelo grande número de mulheres no currículo. Intrigado com a contradição de Sarah, aparência inocente e língua afiada, Thomas lhe dá uma única chance de conseguir o emprego. Um acordo é feito entre eles e, qualquer que seja o resultado, Thomas nem imagina que encontrou uma adversária à altura.

    Olá Leitores!
    Trago para vocês a resenha de um romance hot arrebatador.
    Duvido você não e envolver e já aviso: Fugir não vai adiantar.
    Vamos conhecer minha impressões sobre a obra?

    Black, de Raquel Moreira, nos conta a história de Sarah uma jovem transformada por um grande trauma. Antes, ela era uma moça alegre, que vivia nas baladas, possuía mil amigos e inevitavelmente se metia em algumas confusões. Hoje ela quase não sai de casa e apesar de ter largado a faculdade de publicidade, ainda trabalha com alguns projetos e todas as suas campanhas são um sucesso. Ela vive um dia de cada vez, sempre tentando passar despercebida. Seu único grande amigo de Sarah é Sam, que acaba de retornar do exterior e passará uma temporada em sua casa.

    Determinado a alegrar um pouco a vida da amiga, Sam decide levar Sarah para uma boate e apesar da moça se sentir meio deslocada, acaba conhecendo um moreno maravilhoso, mas na cara que é um bad boy. Eles trocam rápidas palavras, mas uma briga no local acaba afastando os dois, para alegria de Sarah que não quer se envolver com ninguém.

    A vida segue e Sarah é indicada por seu professor para uma possível campanha em um conceituado restaurante: Black Wolf. E por ironia do destino, o dono é simplesmente o misterioso homem da boate: Thomas Mai.

    Imediatamente uma tensão se instala no ar. Para piorar, Thomas diz que não pretende dar oportunidade a Sarah porque ela não é graduada. Contudo, a moça o desafia e ela acaba fechando um acordo com ela: Acompanhará seu trabalho para outro cliente, em troca da campanha.

    Mas aquela aproximação se revelará mais perigosa do que aparenta. Sarah não consegue ficar em si quando está ao lado de Thomas. E cada dia ficará mais difícil, afinal eles trabalham juntos. Quando fica insuportável o clima entre os dois, eles estabelecem um possível relacionamento sem compromisso, apenas por sexo.

    Mas será que isso esse acordo dará certo? 
    A combinação explosiva entre uma mulher inteligente e que vive fugindo com um homem acostumado a ter tudo o que quer?

    Black irá surpreender você.


    Sensacional!

    Black foi um livro que me surpreendeu muito! Confesso que quando li a sinopse, imaginei que se tratava de um desses livros que seguem aquela velha fórmula de Bad Boy e Mocinha indefesa, mas me apresentou duas personagens incríveis e muito bem definidas.

    Sarah é uma mulher forte, mas possui muitas cicatrizes do passado. Já Thomas, por trás daqueles músculos e rosto sério, possui um coração enorme, marcado por uma perda. Também não posso deixar de falar das personagens secundárias que receberam tamanha atenção e cuidado que às vezes esquecemos que eles estão nessa posição. Com destaque para Sam, uma amigo que eu gostaria de ter na vida real.

    A narrativa é intercalada entre o presente e passado e sob a ótica de Sarah. Thomas narra alguns capítulos também o que dá ainda mais emoção a obra. A escrita é fluída e envolvente. Nem senti as páginas passarem.

    Gostaria de dizer que o livro, apesar da pegada hot, não é repleto de cenas de sexo. Muito pelo contrário, a expectativa e o joguinho de sedução é o que marca a trama. E foi maravilhoso acompanhar cada momento desse casal tão cabeça dura.

    O desfecho foi muito bom! Cercado por uma reviravolta de tirar o fôlego e muitas revelações, Black conquista definitivamente o leitor.

    Se você está a procura de um romance sexy, bem escrito e com uma história deliciosa, Black é a escolha perfeita!

    Gostaram?
    Conheciam a obra?
    Ficaram curiosos?
    Comentem!

    Abraços e até mais.

    31 comentários :

    1. Olá
      Recentemente li uma resenha desse livro e gostei bastante. Seus comentários também me agradaram bastante e espero poder ler em breve também. Imagino mesmo que possa surpreender essa obra <3
      Beijos, Fer
      www.segredosemlivros.com

      ResponderExcluir
    2. Sua resenha definiu bem o livro! Eeeu amooooo Blaaaack! Virei tiete da autora. Babona mesmo. Eu amo enredos q nos fazem lutar pelas coisas boas da história e não rola aquela paixao sem fundamento. Sem contar com as pinturas INCRIVEIS do restaurante. Muito boa resenha!

      ResponderExcluir
    3. Olá Rizia Que bom ler algo diferente e Que bom que ele fugiu do clichê de mocinha e Bad Boy com certeza eu leria este livro porque você me cativou muito com uma resenha dele . A capa não me chamou a atenção mas mesmo assim eu vou anotar pra minha lista de leituras Por que sara me parece forte e tem muito a ver comigo Estou louca para ler um romance hot Um beijo grande e boas leituras para você

      ResponderExcluir
    4. Oi Rizia, já conhecia o livro e apesar de não curtir essa vibe mais hot, achei o enredo bem instigante. A capa ficou bem bacana para o gênero e acho que a autora ainda ficará bem conhecida por causa desta trama.
      MEU AMOR PELOS LIVROS
      Beijos

      ResponderExcluir
    5. Oi Rizia, eu estou nessa pegada de ler livros Hots e achei premissa desse interessante. Vou dar uma chance ao livro confiando na sua palavra de que o livro não segue a linha bad boy e mocinha inocente.
      Bjs

      ResponderExcluir
    6. Rizia lindona eu amei esse livro, a escrita da Raquel surpreende mesmo sai do famoso clicHê e envolve o leitor. Adoro essa capa. os protagonistas são marcantes e intensos. Fico feliz que o livro te surpreendeu. beijos

      Joyce
      www.livrosencantos.com

      ResponderExcluir
    7. Olá, Rizia!
      Livros com essa pegada mais hot modernos não costumam chamar tanto a minha atenção. Prefiro livro sobre a inocência do primeiro amor e os dramas adolescentes, ou romances de época.
      Quando li a sinopse e seu resumo da obra também pensei se tratar de um clichê do gênero: Bad Boy + Mocinha indefesa. É bom ver que a autora conseguiu driblar esse elemento com maestria e escrever um romance original.
      Contudo, não é o tipo de livro que eu leria.
      Beijos, Ka

      cdumaeleitora.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    8. Oi, Rízia.
      Eu já tinha visto a capa desse livro mas não sabia nada sobre ele. Gostei de conhecer a história através da sua resenha e seus comentários sobre a obra me deixaram curiosa. Parece ser um tipo de livro que eu comece a ler sem muitas expectativas mas que no final eu vou amar. Eu curti a premissa, embora me parça um pouco clichê, mas que tem suas particularidades.

      ResponderExcluir
    9. Olá Rízia,
      Achei muito legal a premissa do livro e gostei de saber que ele não é regado à sexo, como a maioria dos livros são. Gostei de saber que o coração do protagonista é grande e que Sarah é uma mulher forte, mesmo com cicatrizes.
      Num primeiro momento, não ficaria interessada na leitura, mas sua resenha me convenceu. Dica anotada.
      Beijos

      ResponderExcluir
    10. Autora passando pra dar um alô e querendo abraçar a resenhista.
      Vc descreveu a essência do Livro de uma forma linda, Rizia. Obrigada pelo carinho ; )

      ResponderExcluir
    11. Oi, tudo bem?
      Bom, não é um tipo de livro que estou acostumada a lê, e eu ainda não conhecia essa obra, mas confesso que a sua resenha me deixou bem curiosa quanto a esse acordo e o que aconteceu no passado de Sarah pra ela ter mudado tanto assim. Dica anotada, já esta na minha listinha de futuras compras haha

      ResponderExcluir
    12. Olá, Rízia.
      Gostei bastante da resenha. Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas me parece ser muito bom.
      Adorei seu blog!

      Bjs
      Jéssica
      Blog Reviewing

      ResponderExcluir
    13. Hey!
      Pra ser sincera, com a capa e o título, nunca ia imaginar que seria um romance erótico. O meu primeiro pensamento é que seria um suspense ou terror. No entanto, me surpreendi um pouco ao ler a sinopse. Eu tenho certa dificuldade de acreditar que essa formula não é sempre seguida, mas não dispenso a possibilidade de lê-lo algum dia, afinal, um romance irresistível é ótimo de vez em quando. Parabéns pela resenha.
      Um abraço!

      http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    14. Olá!
      Eu não conhecia o livro, mas já adorei!
      Não costumo ler muitos livros do gênero (quem fica encarregada disso é uma colaboradora do blog, rs), mas adorei o enredo! Não resisto a um bad boy hahaha!
      Fico feliz de saber que apesar da pegada hot, o livro não é só marcado pelas cenas de sexo. Gostei de saber que a escrita é fluida e envolvente, e achei super bacana a narrativa ser intercalada entre o presente e passado.
      Com certeza quero lê-lo! Obrigada pela dica!
      Ótima resenha!
      Beijos!

      ResponderExcluir
    15. Oi Rízia, tudo bem?
      Eu não conhecia esse livro ou a autora ainda, mas achei a capa bem bonita.
      Confesso que mesmo com os vários elogios que você fez a obra, eu não me senti intrigada a realizar essa leitura.
      Apesar dos seus comentários eu achei a premissa da história muito clichê, e romances hot, não são muito meu estilo literário, por isso passo a dica!
      Mas acho que é uma boa leitura para quem curte o gênero!


      Beijos :*
      http://www.livrosesonhos.com/

      ResponderExcluir
    16. Olá!! :)

      Eu não conhecia este livro mas fiquei curioso ate, mas talvez não elia ate porque não gosto nada de livros hot, ainda que seja so um pouquinho...

      QUe bom que gostaste de ler o livro! :) E que seja narrada de uma forma articulada entre o presente e o passado! :) Adoro isso mesmo! :) ahah

      Boas leituras!! ;)
      no-conforto-dos-livros.webnode.com

      ResponderExcluir
    17. Oi Rizia, tudo bem?

      Olha que engraçado: recentemente eu li uma resenha desse livro e fiquei com um sentimento de dúvida, não sabia dizer se algum dia na vida iria ler esse livro. Não que a resenha estivesse boa, mas não me passou uma impressão muito boa da história. A graça está no fato de que sua resenha me convenceu completamente do contrário, achei suas palavras super simpáticas e me instigaram a querer conhecer mais da trama de Black. Só tenho a agradecer por essa conversão de sentimentos. Muito obrigada!

      Abraço.
      Ingrid Cristina
      Plataforma 9 3/4

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Leia leia e leia black e um livro que veio pra arrebatar corações.

        Excluir
    18. Oi!
      Eu sempre achei que esse era mais um livro clichê, mas engano meu, a história parece ser muito bacana mesmo!
      Achei bem legal a mocinha ser forte e dereminada, adoro histórias assim.
      Adoro quando os personagens tem alguma marca do passado, isso os torna bem mais reais e eu me simpatizo muito mais com eles

      ResponderExcluir
    19. Preciso dizer pra vocês que black é "O livro" e que Raquel Moreira foi muito feliz em cria-lo acompanhei toda a trajetória dessa linda trama e vou falar são muitas emoções black é perfeito, quente e arrebatador. Quem não leu leia porque vai se apixonar . Eu li, no wattpad li,no Kindle e comprei o livro de tão bom que é .então chicas comprem porque fugir não vai adiantar

      ResponderExcluir
    20. Oi, Rizia

      Conheci o livro depois que a autora me adicionou no Facebook. A proposta do livro me interessa muito, pois adoro o gênero e a proposta desse livro parece promissora. Já adorei o nome do restaurante... Lobo Preto! Hahahaha

      Beijos

      ResponderExcluir
    21. Oi Rízia, estava mesmo procurando uma resenha sobre o livro, pois uma amiga me perguntou se eu queria ler, e eu não sabia qual era o livro. Agora é esperar chegar e ler. Espero gostar como você.
      Bjs!

      ResponderExcluir
    22. Olá!
      Gostei muito que esse livro, apesar de ser hot, não foca somente nas cenas de sexo. Achei esse modo de contar a história entre o presente e o passado muito interessante, sem falar que amo livros que tem os dois protagonistas contando os fatos. Fiquei muito curiosa com ele.
      Beijos.
      arsenaldeideiasblog.wordpress.com

      ResponderExcluir
    23. Oi Rízia, achei bem legal a proposta desse livro e né, como não amar quando eles não focam apenas nas cenas de sexo, mas constroem toda a atmosfera, desenvolvem a história. To curiosa para essa reviravolta. Eu com certeza vou procurar saber mais sobre o livro!

      beijo :)

      ResponderExcluir
    24. Sua resenha me deixou morrendo de vontade de ler o livro! A história me interessou bastante e quero muito ver o que vai dar essa aproximação de Sarah e Thomas. Adorei saber que a autora usou outras pegas para deixar o livro hot e não é repleto de cenas de sexo. A resenha ficou maravilhosa!
      Virando Amor

      ResponderExcluir
    25. Mesmo que o livro não seja repleto de cenas de sexo, essa pegada hot realmente não me agrada,então não fiquei com vontade de ler. Apesar de achar que ia adorar conhecer o Sam, não consegui perceber nada diferente no livro que faça com que eu me anime a encarar o hot para conhecer o restante do enredo. Mas que bom que gostou!

      ResponderExcluir
    26. Oiii!!

      Livros hots não são meus favoritos, mas eu gosto de ler pq sempre tem uma magia pq a leitura flui que é uma beleza.
      Achei esse enredo bem legal e convincente, gosto de narrativas assim. São mais envolventes.
      Gostei da resenha.

      Beijinhos

      ResponderExcluir
    27. Oi, tudo bem?
      Eu não conhecia o livro e confesso que de início não fiquei muito animada, mas lendo sua resenha fui gostando da premissa. Não sou fã de livros hots, mas esse não é cheio e cenas de sexo só, então não seria um problema. Alem disso gostei da personalidade dos personagens, os dois parecem ser bem cativantes e fiquei curiosa para saber mais sobre o passado de Sarah.

      Beijos :*

      ResponderExcluir
    28. Eu já tinha a maior vontade de ler esse livro só pela sinopse. E confesso que eu meio que achava que ele seria um pouco de mais do mesmo, no estilo bad boy e mocinha e blablabla mas pela sua resenha o livro é muito mais do que isso, o que me deixou com ainda mais expectativas e vontade de ler.
      Eu gosto de livros com pegada hot, mas confesso que fico muito mais encantada quando o jogo de sedução predomina... É muito mais interessante e parece que deixa a história mais completa.
      O livro já estava na lista de desejados, agora... vou ter que providenciar ele para ler o quanto antes!!!!
      Beijinhos,
      Lica
      Amores e Livros

      ResponderExcluir
    29. Olá Rízia!
      Eu sempre tive vontade de ler esse livro. Só pelo título me sentia atraída. Agora lendo a sua resenha e vendo quanto intensa é a história eu fiquei mais motivada ainda para ler.
      Amei a sua resenha e espero poder ler esse livro em breve.
      Beijinhos!

      ResponderExcluir
    30. Olá, tudo bom?

      Eu amo romances e esse acaba sendo o gênero que eu mais leio. Por isso, muitas vezes eu leio livros muito parecidos, sempre clichês e com nenhuma novidade. Quando vi a sinopse desse livro, já achei que seria outra obra nesse estilo, mas me enganei. Adoro personagens fortes, principalmente femininas, e quando os mocinhos são marrentos mas possuem um grande coração. Pelo jeito, vou amar essa leitura!

      Obrigada pela dica ;)

      Beijos.

      http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir