Resenha: Quando o sofrimento bater à sua porta, de Pe. Fábio de Melo

QUANDO O SOFRIMENTO BATER À SUA PORTA
Autor: Pe. Fábio de Melo
Editora: Planeta
Páginas: 192
Skoob

Snopse: Quando o sofrimento bater à sua porta, é melhor você abrir...Em todas as culturas, o sofrimento humano figura como um dos assuntos mais
recorrentes. Muitos ramos do conhecimento já se ocuparam dele.
O sofrimento é naturalmente interessante. Ele nos instiga a uma aproximação
respeitosa, pois parece condensar boa parte do significado da vida. Compreendê-lo
nos oferece uma chave de leitura para todas as questões humanas. Afinal ele perpassa toda a problemática da existência. O sofrimento é o lugar onde reconhecemos nossahumanidade em sua crueza mais venturos.

Olá Leitores!
Trago para vocês a resenha de um gênero bem diferente do que estamos acostumados a ver aqui no blog.
Mas desde já adianto que é uma belíssima obra e com certeza vale toda sua atenção.
Vamos conhecê-la?
Quando o sofrimento bater à sua porta ...
... é melhor abrir.
Essa é a mensagem inicial do livro e é assim que Pe. Fábio de Melo começa uma verdadeira conversa conosco sobre esse sentimento tão angustiante. Antes de mais nada, é importante esclarecer que não se trata de um livro religioso, portanto qualquer pessoa que tenha interesse pode ler.

Todos nós sofremos. Por motivos e intensidades diferentes, mas o fato é que não há como não passar por alguma situação que causará esse sentimento. O que vai determinar a forma como decidimos lidar com esse sofrimento.

O autor utiliza exemplos de diversas pessoas que passaram pelas mais diversas situações para explicar que nem todos os sofrimentos são completamente ruins. Na maioria das vezes, aprendemos lições valiosas e nos transformamos como seres humanos.

Algo interessante também é a possibilidade de aprendermos com o sofrimento dos outras. Quantas vezes já tivemos essa oportunidade e não ligamos?


O livro é dividido em capítulos que abordam aspectos diferentes e temáticas relacionadas ao sofrimento, como "Como sofrer", "As múltiplas faces do sofrimento", " Sofrimento de não ter respostas" entre outros. O autor se utilizada de muita filosofia e psicologia, bem como cita alguns sábios e escritores para exemplificar e explicar o tema. A linguagem é bastante acessível, o que possibilita atingir uma maior quantidade de leitores. 

Realmente é uma daquelas leituras transformadoras. Costumo ser uma pessoa bastante positiva e encarar os problemas numa boa, mas é claro que sofro com diversas coisas, principalmente com antecipação e pude obter lições valiosas ao concluir a leitura deste livro. E  logo pensei em indicar para a maior quantidade de pessoas possível.

Gostaria de falar mais e mais deste livro magnífico, mas não quero antecipar mais do que deveria aqueles que querem ler. Só resta dizer que realmente vale a pena incluí-lo em sua lista de leituras, pois duvido que irá se arrepender.



PADRE FÁBIO DE MELO é mineiro da cidade de Formiga, graduado em Filosofia e Teologia, pós-graduado em Educação e mestre em Teologia Sistemática. Ele se dedica ao trabalho de evangelização pela arte em diversas áreas de atuação: como padre, professor universitário, escritor, cantor e compositor. É autor de vários livros, entre eles: Tempo de Esperas, Orfandades, É sagrado viver e Quem me roubou de mim, todos lançados pela Editora Planeta.


Gostaram do livro?
Conheciam?
Ficaram curiosos?
Comentem!

Abraços e até mais.







26 comentários

  1. Olá Rízia,
    Eu não conhecia esse título, mas também não sou muito acostumada a ler esse gênero. Apesar disso, acredito que é um livro indicado para momentos em que estamos precisando ler algo reconfortante, assim como transformadora, como você mesma comentou. Muito obrigada pela indicação!

    Beijos, Fer
    http://www.segredosemlivros.com/

    ResponderExcluir
  2. Rizia, vem aqui me abraçar, porque também sofro por antecipação... rs
    Li apenas um livro do Padre Fábio e foi um de contos e adorei a escrita dele, mas confesso que não tenho muita curiosidade para ler outras coisas, apesar de achá-lo MARAVILHOSAMENTE GATO. (meu momento superficial)
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    nao conhecia o livro, mas ele não me chama muito atenção.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Acredito ser uma leitura sensacional!
    É muito bom sairmos de nossa zona de conforto, as vezes, para refletirmos um pouco com um livro maravilhoso como este.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Achei o livro maravilhoso. O Pe Fábio sempre passa uma tranquilidade para a gente quando está falando que simplesmente nos acalma instantaneamente. Esse livro parece ser desse jeito, e ainda nos abre os olhos sobre os sofrimentos, nos faz criar empatia, achei muito legal.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu não conhecia esse livro e fiquei feliz de saber que não se trata de um livro religioso, sinceramente, fujo de livros do gênero.
    Acho que esse livro seria ideal para minha mãe, desde que perdemos meu avô, tenho visto ela com leituras sobre como lidar com perda e afins, acho que esse livro pode ajudar a acalentar o coração dela. =T
    Obrigada pela dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Rizia

    Eu admiro muito o Pe. Fábio de Melo, ele é uma ser humano iluminado, além de ser extremamente divertido. Acredito que seja sim um livro cheio de ensinamentos. Gostei muito de quando você falou sobre a gente poder aprender com o sofrimento dos outros...isso é verdade. Mas falta empatia ao ser humano, a gente não costuma se colocar no lugar dos outros, o que é uma pena.
    Gostei muito e se tiver a oportunidade lerei sim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ótima sua resenha e acredito que o livro seja ótimo mesmo! O padre tem umas tiradas humorísticas ótimas, mas também tem palavras certas para tocar o coração de cada um! Está anotado!
    Bj

    ResponderExcluir
  9. olha, apesar de vc ter se empolgado com o livro e escrito uma ótima resenha, eu não costumo gostar de leituras que me remetam a auto-ajuda... mesmo que não seja uma obra que pende pra questão religiosa, ainda assim não me vejo curiosa de ler...
    bjs...

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    É um livro que não estou acostumada a ler, mas com uma temática ótima. Pois realmente, precisamos sentir o sofrimento, mas não fazer com que ele tome conta da nossa vida. Muitas vezes precisamos dele para modificar algo em nossa vida. Um livro bem interessante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oie...
    Apesar de ser católica, não tenho muito o hábito de ler livros de padres assim, mas, fiquei muito interessada em ler, pois, parece ter ótimos ensinamentos.
    Acho que vou pedir minha mãe de aniversário.
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Oi Rízia! Tudo bem? Esse parece ser um livro muito bonito, naqueles que fazem o leitor pensar bastante, refletir e questionar. Uma obra transformadora, como disse. Não fiquei tão interessada em realizar a leitura no momento, mas quero fazer isso um dia, portanto a dica foi anotada :D Gostei muito da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Não sou uma pessoa religiosa, mas adoro o Pe. Fábio de Melo ♥ Ainda não conhecia este livro dele, mas fiquei curiosa para ler, principalmente porque, como você disse, todo mundo sofre na vida, né? Não importa como ou quando, uma hora acontece. Gostei da premissa, parece ser uma obra que traz conhecimento. Gostei.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    Nao conehcia o livro mas fiquei bem interessado, ainda que nao esteja acostumado a ler livros do genro... :)

    Realmente, tambem nao e usual trazeres livros assim para aqui... :) ahah Mas espero ler em breve ate porque parece bem aprendizado e transformador, como disseste! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Olá! Não sabia do livro, mas fico feliz de ler sua resenha e saber que gostou e está indicando para as pessoas. Esse tipo de livro costuma ser de grande ajuda e me chama atenção o uso da filosofia e psicologia na obra. Ótima dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Nunca li os livros publicados por esse Padre, mas sei que ele tem o dom de nos convencer e nos comover com suas palavras, gostei do tema retratado no livro, o sofrimento, pelo qual todos passamos, tenho certeza que conseguira tratar dele com maestria

    ResponderExcluir
  17. Olá Rízia!
    Eu só li um livro do Pe. Fábio de Melo que foi Mulheres de Aço e Flores, um livro lindo que te indico caso ainda não conheça a obra. Desde então tenho muita vontade de ler os outros livros dele e Quando o sofrimento bater à sua porta aparenta ser um livro bem reflexivo com muitas lições sobre o sofrimento. Fico feliz que tenha sido uma leitura transformadora e valiosa para você. É um livro que quero ler sem dúvidas!
    Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  18. Olá Rízia,
    Não gosto muito de livros escrito por padres, não que tenha alguma coisa contra, mas acho que não sou capaz de absorver tudo o que eles querem transferir, entretanto, não posso negar que a temática é bem interessante e que o sofrimento é cruel em vários sentidos.
    Vou deixar essa dica anotada, mas acho que não farei a leitura de imediato.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  19. hi baby, tudo bem? perco tanto meu tempo crusheando o padre que nem sabia que ele tinha lançado livro kkkk não é o meu tipo de leitura mas por causa da sinopse e da sua ótima e convincente resenha talvez eu dê uma chance, e também por causa dele que é um amorzinho <3 hehe

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Oiii
    Vou ser sincera e dizer que o livro não me chamou atenção... estudo meio que por fora um pouco de psicologia e já estou um pouco cheia do assunto sofrimento kk mesmo assim acho que seria uma leitura que traz muitas perspectivas diferentes e muitas lições de vida, isso é realmente muito bom, gostei da resenha e que bom que você gostou tanto do livro...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e fiquei bem animada, porque gosto bastante de livros assim e é sempre bom ler algo sobre, porque aprendemos bastante, né? Enfim, achei uma bela dica, obrigada.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Oi Rízia, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar desse livro antes e ele já tinha despertado minha curiosidade, por ser escrito pelo Padre Fábio de Melo já me cativa, parece radiante e tratar de assuntos muito importantes. Acho que a sua resenha está perfeita e curiosa, com certeza irei ler o livro muito em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  23. Oi, esse não é o tipo de livro que eu costumo ler, mas por ser escrito pelo Padre Fábio de Melo acredito que super daria a oportunidade. Ele sempre transmite uma paz quando fala que é algo incrível. Acredito que seja assim também no livro, além de tratar de um tema tão importante e sensível que é o sofrimento das pessoas.
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bom?

    Eu não leio muitos livros desse tipo, nem conhecia o trabalho de escrita do Pe. Fábio de Melo, mas gostei muita da temática que ele escolheu para esse livro. Também acho que cada pessoa sofre de uma maneira, muitas vezes só expressamos de modos diferentes. Parece ser o tipo de leitura incrível e que nos toca diretamente, além disso não há problemas por não envolver religão especificamente.

    Enfim, adorei sua resenha! Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Rizia lindona
    Eu tenho um livro do Fábio de Melo e amei sua escrita, o tema desse livro é muito importante e gostei de sua resenha e seus pontos destacados, nós temos que viver essas fases de sofrimento para poder seguir em frente mais leve e com muito aprendizado. Com certeza irei ler esse livro edificante. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Eu não sou católica, mas gosto muito do Padre Fábio. As mensagens dele são lindas e bem profundas. Eu amo aquele versículo da bíblia que diz "No mundo Tereis aflições, mas tende bom animo". Tudo vai depender como você vai lidar com as aflições da vida.
    Amei a sua resenha e quando puder quero ler o livro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir