Resenha: Loney, de Andrew Michael Hurley


LONEY
Autor: Andrew Michael Hurley
Editora: Intrínseca
Páginas: 304
Sinopse: Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como Loney, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar.À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera pouco tempo antes. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem.
O grupo se instala na Moorings, uma casa fria e antiga, repleta de segredos. O clima é hostil, os moradores do lugar, ameaçadores, e uma aura de mistério cerca os desconhecidos ocupantes de Coldbarrow, uma faixa de terra pouco acessível, diariamente alagada na alta da maré. A vida dos irmãos acaba se entrelaçando à dos excêntricos vizinhos com intensidade e complexidade tão imperativas quanto a fé que os levou ao Loney, e o que acontece a partir daí se torna um fardo que Smith carrega pelo resto da vida, a verdade que ele vai sustentar a qualquer preço.
Com personagens ricos e idiossincráticos, um cenário sombrio e a sensação de ameaça constante, Loney é uma leitura perturbadora e impossível de largar, que conquistou crítica e público. Uma história de suspense e horror gótico, ricamente inspirada na criação católica do autor, no folclore e na agressiva paisagem do noroeste inglês.

Olá Leitores
Trago para vocês a resenha de um livro que me tirou completamente da zona de conforto.
Desde já aviso que falarei mais das minhas impressões sobre a obra do que da história em si, pois é um livro difícil de resenhar sem soltar spoilers.
Vamos conhecê-lo?

Loney, de Andrew Michael Hurley, nos transporta para a década de 70, onde conhecemos uma família muito religiosa. Hanny e Tonto são irmãos e muito ligados, pois Hanny não consegue falar e Tonto faz de tudo para protegê-lo e auxiliá-lo em sua comunicação.

A mãe da família, Sra. Smith, acredita que Deus pode curar seu filho, mas para isso, é necessário levá-lo a um lugar santo, localizado no Loney. Apesar da criança já ter ido lá outras vezes, ela acredita que dessa vez fará tudo certo e seu filho será curado.
"Era impossível conhecer de verdade o Loney. O lugar mudava a cada afluxo e recuo das águas, e as marés revelavam os esqueletos daqueles que pensaram que poderiam escapar das suas traiçoeiras correntes. Ninguém jamais chegava perto da água. Isto é, ninguém exceto nós.”
Acontece que o estimado pároco local, o Padre Wilfred faleceu e fora designado para seu lugar um jovem padre chamado Bernard. Apesar da resistencia e uma certa desaprovação com o novo padre, alguns casais amigos acabam organizando um retiro espiritual para Moorings, uma antiga e misteriosa casa localizada no Loney. Assim, um pequeno grupo parte para passar o feriado da páscoa e com um objetivo: Conseguir um milagre para Hanny.


A história é contada a partir das lembranças de Tonto. O grupo hospedado naquela casa, apesar de muito religioso, está longe de ser considerado santo! Encontramos relações cercadas de mentiras, mistérios, segredos, intrigas e autoritarismo que vão se emaranhando com o lugar, criando uma ambiente ainda mais tenso.

Em meio a tudo isso, a vida de Tonto e Hanny acabam esbarrando com estranhos moradores da área mais isolada do Loney, Coldbarrow. Isso ocorre em um dos passeios pelo Loney, onde Hanny perde seu relógio.  O que eles não imaginam é que esse "encontro" acabará marcando para sempre suas vidas.

Como já era de se esperar, coisas estranhas acontecem abalando as pessoas daquela casa e com alguns moradores locais, aumentado a atmosfera sombria que o cercam. É quando começamos a perceber que as coisas nem sempre parecem ser o que aparentam e que o medo pode levar as pessoas a fazerem coisas estranhas...


O narrativa é intercala presente e passado e requer muita atenção do leitor, pois, apesar de ser contada sob a ótica de Tonto, vemos mudança de percepção e falas de personagens a toda hora. A escrita é impecável, densa e marcada por linguagem e simbolismos religiosos. 

As personagens são o ponto alto deste livro. Complexos e extremamente bem construídos, cada um possui uma participação ativa e determinante na construção da trama. Gostaria de destacar Tonto e Sra Smith, pois são os mais intrigantes e substanciais. O humor ácido e atitudes delineadas pela crença, particulariza cada um.

A ambientação também merece destaque. Loney por si só é vivo. Realmente me transportei para aquele lugar sinistro enquanto lia. Impossível não formular a imagem em sua mente e entender o que as personagens sentem e vivem ao decorrer das páginas. 

Confesso que não imaginei, nem por um segundo, qual seria o desfecho do livro. Me deixei levar e me surpreendi. O que posso afirmar é que o final escolhido por Andrew Michael Hurley está longe de ser considerado óbvio e se o leitor, por algum momento, não enxergou nas entrelinhas, certamente ficará confuso ou nem mesmo entenderá. Por isso afirmo: Loney não é para qualquer leitor.



A edição da Editora Intrínseca está maravilhosa! Em capa dura e com uma jacket (a capinha de papel por cima da capa dura),folhas amarelas e diagramação simples, parece demais com uma bíblia ou um livro muito antigo. Acredito que a primeira hipóteses se enquadraria mais.

Se o livro provoca medo? Sim! Mas é preciso esclarecer que é desses tipos de horror silencioso, que vai corroendo aos poucos e que brinca com o psicológico do leitor, consumindo suas perspectivas e construindo lentamente a história e o desfecho que se pretende. E é justamente isso é o que torna Loney genial.

Enfim, recomendo a obra para leitores atentos, exigentes, que curtem leituras densas, dessas que vão construindo aos poucos a história. Também para aqueles que gostem de suspense, desses que nos deixam arrepiados e de cabelo em pé.
Livro cedido em parceria com a Ed. Intrínseca <3

Espero ter conseguido passar um pouquinho da grandiosidade de Loney.
Se você não conhece esse livro, vale a pena incluí-lo em sua lista de leituras.

Gostaram?
Ficaram curiosos com tantos mistérios?
Comentem!

Abraços e até mais.

26 comentários

  1. Oi, Rízia! Tudo bem?

    Este livro está lindo e encantador.
    Como você disse, é uma leitura densa, algo que gosto demais! :)
    Pretendo ler em breve.

    PS: A edição está linda! :)

    Beijos,
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  2. Olá Rízia,
    só tenho lido comentários positivos sobre esse livro e confesso já ter me apaixonado pela capa. A premissa parece ser muito interessante. Sua resenha é a primeira que leio a respeito e fiquei muito motivada para conferir. O gênero de suspense me agrada bastante, e pretendo ler o quanto antes possível.

    Beijos, Fer
    http://www.segredosemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. O livro na estava na minha lista de desejados desde que o vi nos lançamentos da editora e agora que li a sua resenha eu digo que quero ainda mais lê-lo. Gostei muito de ver e conhecer um pouco mais sobre essa história e estou completamente atraída pela trama. Eu acho que será uma leitura que vai mexer comigo e tenho certeza de que vou gostar muito.

    ResponderExcluir
  4. AIMEUDEUS eu preciso desse livro... sua resenha me empolgou e caramba, parece ser do tipo que gosto... tô empolgada, acabei de colocar na minha wishlist.... Rizia... outra coisa, não tinha ideia que o livro fosse capa dura e com jacket.... agora quero ainda mais... acho lindo livros assim...

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
  5. ooooi, tudo bem?
    Tenho visto este livro pelas livrarias e é muito legal poder ver uma opinião sobre ele por aqui.
    Confesso que ao ler a sinopse já achei que seria uma leitura densa e mais "pesada", mas acredito mesmo que a história.
    Realmente me pareceu uma história que desperta a curiosidade e só de imagina que o desfecho não é óbvio, me interesso ainda mais.
    Creio que o Ro gostaria bastante de ler!


    PROMOÇÃO DOIS ANOS DO BLOG BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  6. Oi Rizia, este livro está sendo bem comentado e de todas as suas considerações, o que mais curti, foi o fato de você se deixar levar e o final te surpreender positivamente. Quero muito ler, e o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Rizia
    Eu li o outro livro do autor e gostei muito e estou curiosa para ler este. Pelos seus comentários parece ser um livro muito bom e adoro esses finais que nos deixam confusos. Te confesso que no outro livro do autor eu tive que conversar com uma amiga blogueira sobre o final, isso é muito bom.
    Essa capa e diagramação estão lindos.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Rízia, tudo bem?
    Nossa, estou doida para ter esse livro! Um dos gêneros literários que mais me agradam é o suspense e pude ver pela sua resenha que o livro todo é recheado de mistérios que farão o leitor mergulhar cada vez mais na história. E gostei mais ainda por você comentar que o medo que o livro provoca é silencioso e que afetará o nosso psicológico ao decorrer da leitura, é algo que me agrada bastante numa boa história. Ah, a edição está linda, a editora realmente caprichou na diagramação!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  9. Nossa, só de ler sua resenha já deu para perceber que esse é um livro denso, pesado e que trata de um tema bem sério porque envolve religião, segredos, autoritarismo, e doença... Não sei se é o típico livro que eu leria, porque o tema da história não é um dos que me agradam muito, mas quem sabe eu não saia da minha zona de conforto e me aventure. E essa edição está incrível, estou encantada, vale a pena ter só por isso. Você soube apresentar o livro de forma impecável, parabéns!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Olá Rízia,
    Quero esse livro desde o lançamento. É uma espécie de necessidade que me consome.
    Adorei sua resenha e conhecer um pouco mais da obra, que ainda não conhecia. Adorei conhecer como é o medo que esse livro apresenta. É bem o tipo de medo que me repele e que atrai ao mesmo tempo.
    Personagens complexos me intrigam.
    Dica anotada!
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Oii Rízia, tudo bom? Sua resenha ficou ótima! Eu estou desejando esse livro desde que o vi pela primeira vez, e a cada resenha que leio fico mais e mais interessada na leitura! Eu amooo suspense/terror, e ainda mais quando aborda temas religiosos... deixa tudo mais interessante. Espero ter a oportunidade de ler Loney logo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee Rízia ^^
    Eu não sou muuito fã de livros complexos, onde precisa-se de atenção redobrada para entender o final depois (sou uma pessoa um tanto lerda *~*), mas ver que o livro te conquistou tanto me deixou animada para lê-lo, achei a premissa dele muito original (apesar de já imaginar que tem algo de macabro no meio). Fico feliz e mais animada em saber que os personagens foram bem construídos, nada tão bom quanto um personagem que até parece real, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Rizia,

    Desde que vi o lançamento da editora, fiquei bem curiosa, pois tenho buscado leituras com mais mistérios, com ambientações mais sinistras e obscuras. Faz bastante tempo que não leio nada do tipo. Estou bem ansiosa para conferir, já coloquei no carrinho para compra. Lendo suas considerações, fiquei mais ansiosa. Espero gostar <3

    bjs =)

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    Nao conhecia o livro mas ate fiquei bem curioso... :) ahah QUe bom que os personagens sao assim tao bem construidos e complexos, amo isso! :)

    QUe bom que gostaste!! E adoro quando a ambientacao tambem e maravilhosa... O que tera acontecido de tao surpreendente no final...?? :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Oie...
    Desde que a Intrínseca lançou esse livro estou com muita curiosa a respeito de sua história, pois, também não está na minha zona literária de conforto e acho que é sempre bom mudar os ares assim.
    Adorei saber que os personagens são complexos e bem construídos, pois, dessa forma a história fica com um aspecto maior de realidade.
    Beijos
    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Amei sua resenha! Confesso que já tinha visto o livro mas só a sinopse não tinha me chamado a atenção, mas sua resenha mudou totalmente minha opinião. Gosto mesmo desse tipo de terror, que vai mexendo com seu inconsciente e quando vê você já está preso na história.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro e sem dúvidas você me convenceu: vou dar chance a obra!
    Achei a premissa interessantíssima e o fato de ter uma narrativa que intercalando presente e passado me deixa curiosa sobre a obra.
    Gostei de saber que possui personagens complexos e extremamente bem construídos. Não sou muito de leituras densas, mas esse livro me pegou de jeito! Tô louca para lê-lo!
    Ótima resenha e espero ter oportunidade de lê-lo em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Geralmente não gosto de livros muito densos, mas esse parece ser bem interessante. A história me pareceu bem original, mas acho que ficaria um pouco confusa pelo jeito que é narrado hahah. Amei a capa e fiquei intrigada com a história.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu sou apaixonada por livros com capa dura, acho essas edições maravilhosas e dão uma carinha super linda para o livro. Já li alguns livros que ficam intercalando o presente e o futuro, no começo eu fiquei um pouco perdida, mas logo consegui me acostumar, esse não seria um problema para mim. Vou dar uma chance ao livro, porque a premissa da história me parece ser muito interessante, acho que vou gostar muito!
    Adorei a resenha.
    Beijos,

    garotareading.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Não gosto nem um pouquinho de livros que me dão medo, ainda mais se for desse tipo de horror silencioso, acho que é pior ainda. Não daria conta dessa história, e ainda teria uma certa resistência por conta dessa linguagem e simbolismo religiosos. Que bom que o final não foi óbvio, que se surpreendeu e acabou achando genial! Não é leitura para mim, mas não duvido que seja ótimo.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  22. Oi Rízia,
    esse livro está com uma edição incrível mesmo, eu ia lê-lo esses dias, mas estava distraída e não estava conseguindo entender muita coisa da narrativa, por isso decidi l^-lo em um outro momento, de cara já se percebe a maior complexidade da trama e já se espera que uma atenção maior seja cobrada durante a leitura, pretendo começar a lê-lo novamente em breve.

    Abçs
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  23. Oie Rízia!!
    Estou com muita vontade de ler esse livro, principalmente porque ele é diferente de tudo que eu tenho lido recentemente. Todas as críticas que eu li sobre ele nas últimas semanas, foram super positivas. O que está me deixando mais curiosa ainda. E sinceramente, eu não sei o que eu irei achar, isso é o que mais me tem empolga.
    Como sempre, foi um prazer ler mais uma de suas resenhas.
    Beijão*..*

    ResponderExcluir
  24. Oi Rízia, tudo bem?
    Uau eu estou doida para ler esse livro, desde que vi o lançamento dessa obra fantástica já me provocou curiosidade. E ver sua resenha e ver que você gostou tanto do livro me anima mais ainda, eu amo esses suspenses com uma carga de terror e devo admitir que esse parece ser dos bons. Com toda certeza irei ler o quanto antes!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  25. Oie!
    Eu gostei da premissa desse livro. Mas creio que não conseguiria ler algo tão... Tenso? Mas não custa tentar. A edição está realmente linda, ficaria mais linda ainda na minha estante.
    Kkkkkkkkkkkk
    As críticas desse livro são muito boas o que só me deixa mais intrigada em lê-lo.

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
  26. Muito bom ! Denso e bem construído!

    ResponderExcluir