Resenha: Tudo e todas as coisas, de Nicola Yoon


TUDO E TODAS AS COISAS
Autora: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Páginas:304
Skoob

Sinopse:"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."
Olá Leitores
Trago para vocês resenha do livro com uma das capas mais lindas que eu já vi.
E com uma história diferente de todas que você já viu.
Vamos conferir?


Tudo e todas as coisas, de Nicola Yoon nos conta a história de Madeline Whittier, uma garota de 18 anos que possui uma doença rara chamada IDCG - Imunodeficiência Combinada Grave. Por conta disso nossa protagonista não conhece o mundo além das paredes de sua casa, pois o contato com o exterior pode desencadear uma série de doenças e levá-la a morte.

Madeline vive com sua mãe e sua amiga e enfermeira, pois perdeu o pai e um irmão em um acidente anos atrás, numa casa que mais parece uma bolha. Tudo o que entra ali deve ser esterilizado a fim de prevenir algum tipo de contaminação. Sua rotina é bem tranquila: Estuda online, assiste filmes, adora jogos de tabuleiro e principalmente mergulhar em diversas leituras.

Até que um dia, uma nova família se muda para a casa vizinha a de Madeline. Dentre as pessoas, uma garoto chama sua atenção: Olly, um praticante de le parkour que passa bom tempo na sacada do quarto ou no telhado. Eles começam a se comunicar pela janela do quarto através de mímicas e e-mails, afinal, Maddy, não pode sair.

Aos poucos, sentimentos nunca antes experimentados por Madeline começam a surgir. A conexão entre os dois é quase que imediata, mas garota sabe que não poderá manter um relacionamento normal com Olly, contudo, precisa de mais. Assim, Maddy convence sua enfermeira a deixar nosso protagonista a entrar na casa. Esse encontro só serviu para fortalecer tudo o que existia entre eles.

Outros encontros acontecem e eles acabam se tocando. O toque de Olly nada causou em Maddy e isso foi a motivação para que eles se beijassem. Finalmente Madeline soube o que era beijar além dos livros de romance que ela havia lido. Infelizmente, sua mãe acaba descobrindo as visitas de Olly e demite a enfermeira e a garota se vê ainda mais reprimida do que já se sente, por conta das circunstâncias.

Diante de tudo o que viveu, Madeline começa a se questionar como será sua vida daqui para frente. Ela será capaz de se contentar como o pouco que pode aproveitar da vida? Como seria poder sair e ter contato com o mundo lá fora? Será que um dia ela teria um amor de verdade?


A vontade de experimentar o novo transformará a vida de Madeline para sempre.

Impressionante!
Tudo e todas as coisas foi um livro que quis ler desde o anúncio pela Editora Novo Conceito. Gosto muito de Sick-lit´s e quando vi que se tratava de uma garota em uma bolha, imaginei que coisas boas viriam.E não estava errada.

Nicola Yoon criou um verdadeiro conto de fadas moderno. Um romance praticamente impossível entre uma garota sensível e alegre e um jovem com alguns conflitos. Sem falar na mãe da nossa protagonista, que por ser super protetora, assume o papel de madrasta má. As personagens são muito bem construídas e cativantes, dando um toque todo especial a obra.

Várias coisas me impressionaram neste livro. Uma delas foi a diagramação incrível e o ritmo da narrativa, cheia de recursos como e-mails, desenhos, fórmulas, planilhas entre outros, aliada a uma linguagem simples e divertida, transformam a leitura em uma experiência deliciosa.  


Muitos temas são tratados nesse livro, amor, amizade, superação, perdas, liberdade, anseios, aventuras e uma leve pitada de drama. Essa junção criou uma história inesquecível.

O desfecho me pegou de surpresa. Confesso que conforme a autora foi mostrando novos fatos, comecei a imaginar como nossa história terminaria, mas superou e muito minhas expectativas. Acredito que vai deixar você de boca aberta ;)

Não posso deixar de falar da edição: A capa está linda, cores vibrantes e muitos elementos da história. Sem falar no marcador transparente lindo de morrer. A Editora Novo Conceito arrasou!

Recentemente, a autora mandou um recadinho para os fãs brasileiros. Confira no Facebook da Editora Novo Conceito.
A outra boa notícia é que a editora confirmou que vai lançar outro livro de Nicola Yoon aqui no Brasil. Chama-se  "The Sun Is Also a Star", algo como "O Sol Também é uma Estrela", que será lançado nos EUA apenas em novembro. A capa também é perfeita! (Saiba mais).

Recomendo a leitura para todos que querem conhecer um livro que mistura New Adult com Sick-lit


de forma perfeita.

Gostaram do livro?

Ficaram curiosos para saber o que vai acontecer com Madeline?
Comentem!

Abraços e até mais.

21 comentários

  1. Oi Rízia, já li várias resenhas sobre esse livro e a cada uma que leio percebo uma qualidade diferente. E é claro que a obra já está na minha lista de desejados, especialmente por saber que trata de um gênero que me atrai bastante. Sem contar que achei essa capa linda, além de todos os detalhes da diagramação, que imagino serem ótimos também. Só o fato de haver tantos elementos, como superação e amizade, já fazem com que eu fique ainda mais curiosa.
    Beijos, Fer ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Rízia, adorei sua resenha e acho que sou um pouco parecida com a Madeline, pelo menos nos interesses. Também achei a capa deste livro lindíssimo, mas posso esperar para ler também.

    Um beeijo, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Rizia, Pela capa do livro, eu deixaria a dica passar fácil, mas sua resenha me deixou mega curiosa em relação a varias coisas. Primeiro em função da doença da protagonista e como é esta logística no dia a dia e claro, o romancinho que o livro traz. Espero poder conferir o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ai menina, esse livro! como eu quero ler. Quando o vi a primeira vez, achei que fosse mais um desses livros de youtubers que me deixam chateada da vida, mas fico feliz por estar errada. Essa história me desperta um grande interesse e não vejo a hora de ler. Eu vi esse recadinho e achei super fofo da parte dela, o que me fez ficar com mais vontade de ler o livro =D

    ResponderExcluir
  5. Olá Rízia,
    Pelo visto, a leitura te deixou muito empolgada. Isso aconteceu comigo também.
    Acho que o melhor desse livro é que a Maddy não é uma protagonista chorona que fica triste pelos cantos por ser doente. Ela é feliz, alegre e sabe o que quer.
    O Olly foi um personagem que me agradou muito. Eu soube do final conforme fui avançando as páginas, mas fiquei curiosa para ler uma carta da outra pessoa sobre ele, sabe?
    Adorei sua resenha, você não poderia ter dito coisas melhores sobre o livro.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Rízia, já li algumas resenhas sobre esse livro, mas nenhuma me chamou tanta atenção quanto a sua. aguçou a minha curiosidade e me fez colocar ele na minha lista de desejados, a estória parece ser contagiante, ai meu Deus necessito ler ele :c

    ResponderExcluir
  7. Oi, eu estou vendo esse livro em muitos blogs e confesso que estou curiosa e também porque ele me conquistou na sinopse, pois fiquei curiosa para saber como Madeline consegue viver a vida dela e como fica sua relação com Olly. Eu adoro livros com essa pegada sick lit e com certeza irei amar esse. Amei a resenha e por causa dele, já quero lê-lo para ontem!!
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Oie! Confesso que quando vi o anúncio desse livro não tinha ficado interessada, mas conforme estou vendo resenhas fico com mais vontade de ler. Deve ser triste essa vida da maddy trancada sem poder sair para nada, e tive que ir pesquisar o que era le parkour que Holly pratica, ehehe. Acho que essa história de termos os e-mails, planilhas e etc fica muito boa e gosto de que seja um chicklit misturado com drama. Estou muito curiosa para saber como termina, ainda mais que o fim deixou você surpresa. Quero para já.

    ResponderExcluir
  9. Oi Rízia, tudo bem?
    Tenho lido várias resenhas do livro Tudo e Todas as Coisas ultimamente e todas são super positivas assim como a sua!
    Confesso que antes de ler as resenhas eu não tinha interesse no livro, mas lendo tantos comentários favoráveis é impossível não se interessar.
    Achei bacana a referencia que você fez entre a história e contos de fadas, pois eu amo contos de fadas.
    Achei a premissa do livro bem interessante e fiquei curiosa para conhecer mais sobre a Madeline e sua doença, espero que a autora tenha desenvolvido bem essa parte da trama.

    Beijos :*
    http://livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  10. Já li o livro, e apesar de ter amado a estória da Mads e querer saber mais, não gostei tanto assim do final. Entendi o lado da Mads ter abandonado a mãe, mas poxa, ela tava doente e de certa forma não sabia o que fazia! Mas só isso que me incomodou um pouco, pois o romance e o resto foi na medida certa. Tô louca pra ler esse outro livro da autora!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  11. A editora tem investido pesado na divulgação desse livro. Tenho curiosidade em lê-lo, mas sinto que será uma leitura que vou sempre achar que tem traços de outros livros desse gênero.
    Diagramação linda mesmo.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  12. Oiie Rízia, tudo bem?

    Esse livro está sendo *o* livro atualmente. Achei a estória tão linda de superação que eu não vejo a hora de poder lê-lo. E a editora também, está investindo bem na divulgação. Fiquei com mais vontade ainda, quando você fez relação com contos de fadas, porque eu gosto disso. Adorei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. A cada lançamento de sick lit por aí eu espero passar a hype para ver se vale a pena ler, pois o gênero ou eu me encanto demais ou acho meia boca, você mencionou uma coisa que não tinha percebido em outras resenhas: se tratar de um conto de fadas moderno, faz todo o sentido isso aí! Dá para entender a mãe como a madrasta má!

    Sempre adoro edições com esses recursos diferentes, seja ilustrações ricas ou diagramas fofos.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oieee Rizia , tudo bom??

    Eu vi a capa desse livro, assim uma fofura, mas achei a parte de trás a coisas mais linda ever. Eu costumo não ler muito esses livros de sick-lit, mas estou começando a fazer uma lista de alguns temas do gênero, porque cada vez mais vem saindo algum livro assim, e acho que vou me surpreender ao lê-lo.
    já add na lista!

    ResponderExcluir
  15. Olá
    Já li zilhões de resenhas positivas sobre esse livro e já estou arrancando meus cabelos, pois eu preciso de um exemplar para mim. Amo sick-lit e faz um tempão que não leio um, espero ler esse em breve, só estou esperando uma boa promo em algum site kkkkKKK Adorei saber que a autora te surpreendeu.
    Achei a premissa do livro linda e diferente de tudo que já li, assim como você o que chamou minha atenção foi o tipo de doença da personagem e como tudo parece impossivel. Adorei sua resenha e concordo, a capa é lindaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  16. Oi *--*

    Acho a capa desse livro muito linda e isso foi o que me atraiu a estória de primeiro momento, ai vi a premissa e fiquei curiosa quanto a estória. Não sabia que ele trazia tantos temas e assuntos serios assim, adoro livros com o final que surpreende e vendo sua resenha creio que seja meu tipo de livro.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!! :)

    AInda bem que gostaste assim e te surpreendente! :) Adoro qunado os livros nos deixam assim, de boca aberta! :)

    Adoro os diversos temas abordados... Muito importantes, na verdade!! :)

    Achei bem engraçadas as ilustrações e a diagramação!! :) Já tinha ouvido falar do livro imenso!! E fiquei mesmo muito curioso! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  18. Olá

    Tenho visto muitas resenhas desse livro mas não sei porque ele não me atrai ao ponto de querer ler. Acho que pelo fato dos protagonistas serem mais jovens ou a estória ser mais pesada e ao mesmo tempo ter esse romance. Não me vejo o lendo, creio que em outra fase eu leria mas agora não.

    Bj
    Everton equipe Rillismo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Esse livro é muito <3
    Achei incrível a história criada pela Nycola, e esse sentimento de que o amor liberta é tão claro, puro e bonito no livro, ao mesmo que também aprendemos que o amor pode sufocar, mesmo quando ele é sem maldades.
    Estou louca pra ler o próximo da autora que será publicado no segundo semestre

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  20. Anônimo20:22

    Spoiler? Parece ter spoiler, mas o inicio da resenha é muito bom.

    ResponderExcluir
  21. ESSE LIVRO PARECE MARAVILHOSO!!!
    Calmomila

    ResponderExcluir