Resenha, O Fio do Bisturi, de Tess Gerritsen

O FIO DO BISTURI
Autora: Tess Gerritsen
Editora: HarperCollins
Páginas: 240
Skoob

Sinopse: Aquele parecia ser apenas um procedimento cirúrgico de rotina. A dra. Kate Chesne injetou duzentos miligramas de sódio pentotal na linha endovenosa de sua paciente e colega de equipe, e aguardou até a anestesia pegar. Mas logo o monitor disparou o alarme. O coração da enfermeira Ellen O’Brien havia parado. Um óbito estúpido e absolutamente inesperado. E todas as suspeitas recaem sobre Kate. Afinal, tudo indicava que ela havia avaliado erroneamente o eletrocardiograma de Ellen. Para David Ransom, o caso começou encerrado. Má prática. Como advogado da família O’Brien, ele iria condenar a anestesista em um estalar de dedos. Afinal, essa era sua especialidade. Mandar para a cadeia médicos incompetentes. Mas ele não esperava ter seu escritório invadido por Kate, tampouco ser desafiado a buscar a verdade. Kate estava certa de que fora usada. Quando um médico e uma enfermeira são encontrados com os pescoços lacerados, David começa a dar crédito a ela. Um assassino anda a solta entre os pacientes e a equipe do Hospital de Honolulu. Agora David busca respostas para as mesmas perguntas de Kate. Quem será o próximo? E por quê?
Considerada uma das vozes mais versáteis do suspense, em O fio do bisturi Tess Gerritsen apresenta mais um enredo com todos os elementos de suspense e mistério que a consagraram pela crítica especializada como a rainha do thriller médico. Olá Leitores!
Olá Leitores
Sou fã de thriller´s e há tempos que não li nada envolvendo a área médica.
Quando vi esse lançamento, não resisti e quis ler na hora! Afinal, Tess é considerada a rainha desse gênero e esse é o meu primeiro contato com sua escrita.
Vamos conhecer mais detalhes?


O Fio do Bisturi, de Tess Gerritsen, nos conta a história de Kate Chesne, uma médica anestesista experiente que estava em mais uma cirurgia. Só que dessa vez a paciente era também uma colega de trabalho, a enfermeira Ellen O’Brien, que seria submetida um simples procedimento. Kate então injeta a substância e espera fazer efeito. Acontece que instantes depois o coração de Ellen deixar de bater e ela é declarada morta instantes depois.

Imediatamente, Kate é apontada como responsável pelo ocorrido, pois não percebeu uma gritante alteração no eletrocardiograma da paciência. Entretanto, a médica tem certeza de que não existia alteração alguma, afinal ela mesma realizou o exame em sua amiga e agiu de forma mais cautelosa possível.

Inconformada, a família de Ellen decide contratar o famoso advogado David Ransom. Ele tem certeza de que é mais um fácil caso de imperícia e tem certeza de que será fácil convencer o tribunal. Só que para sua surpresa, a Dra. Kate vai até o seu escritório e conta sua versão dos fatos, o deixando em dúvida pela primeira vez em muitos anos.

O cenário fica ainda mais tenso quado um médico e uma enfermeira são encontrados com os pescoços lacerados e ambos já trabalharam com Ellen. Estaríamos diante de um assassino? Qual a motivação e como essas pessoas estão relacionadas? E o pior: Quem será o próximo?

Para solucionar esse mistério, Kate precisará unir-se a Daniel numa caçada por respostas.


Frenético.
Estamos diante de uma história onde nem tudo o que parece é.

Desde o início o leitor tem certeza de que nossa protagonista não teve culpa pela morte da paciente e quando dois outros membros aparecem mortos e começamos a imaginar quem será a próxima pessoa da lista, já deve existir alguma relação entre elas.

A narrativa segue um ritmo forte, com cenas de perseguição e um leve toque de ação. Aos poucos, a autora começa a dar indícios do que realmente aconteceu, prendendo a atenção do leitor e fazendo com que ele anseie por mais detalhes. A escrita é bastante descritiva, cheias de termos médicos, mas bastante acessível. Para completar, um romance colore essa atmosfera tensa em que os protagonistas estão inseridos.

As personagens são problemáticas, complexas e misteriosas que aliadas a um enredo no mesmo tom, tornam o livro ainda mais atraente.

O desfecho foi algo que surpreendeu totalmente. Somos conduzidos a acreditar a história irá por um caminho, mas na verdade surgem novos fatos que mudam completamente a história, como todo bom livro policial.

Aos que curtem um bom  thriller policial, O Fio do Bisturi é uma leitura super recomendada, por conter diversos elementos típicos do gênero, que faram você grudar no livro até o final.

Gostaram do livro?
Curtem esse gênero?
Ficaram curiosos para saber o desfecho?
Comentem ;)

Abraços e até mais.

















20 comentários

  1. Oi Rízia, tudo bem?
    Como que eu ainda não tinha ouvido falar nada a respeito desse livro? Eu comecei a gostar bastante depois que li alguns trhillers policiais e é por isso que me interessei bastante com esse. Pelo visto, a ambientação é bem tensa, assim como a narrativa que deve ser forte. Obrigada pela indicação.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Esse é único?
    Sempre acho que os livros da Tess fazem parte de uma série que ela tem. Nunca li nada dela, mas tenho vontade. Gosto de livro nesse estilo. Esse enredo é bem intrigante. Já fiquei curiosa para saber o desfecho dela.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  3. Oi Rizia, estive com um livro desta autora na minha estante por um tempão, como não era dos meus gêneros favoritos, acabei trocando no Skoob. esse aqui, achei bem tenso e forte e realmente não sei se leria. Mas vou mandar o link da sua resenha para os amigos que curtem o estilo.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie. Eu já li esse livro. É bom ver que você gostou, já que eu só vinha encontrando opiniões de que ele foi fraco, mas eu gostei muito principalmente do desfecho, que como você mencionou não era esperado. A pessoa que era o assassino(a) me causava diversas suspeitas, mas não de que seria o assassino, só sentia que não gostava daquela pessoa. O momento que mais me causou apreensão e me deixou triste foi aquele na mesa de cirurgia, quando Helen morre. Achei que o romance foi super bem desenvolvido e asssim como você gostei das personagens. EM breve também resenharei este.

    ResponderExcluir
  5. Oiie Rízia, tudo bem?

    Que bom que você gostou do livro, é tão bom quando isso acontece, faz a gente ter mais prazer até em escrever a resenha. Sabe, eu nunca li nenhum livro do gênero thriller policial, mas eu gostaria de ler, e porque não começar por esse né? Fiquei com pena da Doutora Kate, ser acusada injustamente não dá. Será que também não rola um romance entre ela e o advogado?

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Ríza do céu!! minha amiga, que livro!!!!
    Eu ainda não o conhecia mas fiquei interessada, interessada nem chega perto do quanto eu quero esse livro. Esse gênero é o que mais me atrai e essa obra parece ser excelente. A capa já é angustiante e durante a sua resenha fiquei o tempo todo imaginando o desenvolvimento dessa história. Nossa, eu preciso ler esse livro, sério mesmo! eu espero que eu consiga comprar ainda esse ano, porque ele me deixou muito curiosa. Muito obrigada por essa dica maravilhosa.

    ResponderExcluir
  7. Rizia, minha filha! Que livro é esse? Thriller, uma narrativa com ritmo forte e personagens problemáticos..adorei!! rs
    Confesso que ainda não conhecia, mas adorei ver sua opinião sobre ele. Vou anotar na minha listinha. OBrigada pela dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Rízia,
    Não me lembro de conhecer esse livro, mas fiquei muito interessada. A autora parece confundir muito o leitor. Gostei de você ter dito dessa certeza de que não foi a protagonista e que sabemos desde o começo e fiquei muito curiosa para saber o que acontece nesse desfecho.
    A leitura de sua resenha foi frenética. Do livro, deve ser maravilhosa.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Amo thrillers! Eles são sempre carregados de ação, fazendo com que a leitura seja mais rápida, porque há muito desejo em saber o que acontece nos próximos capítulos.
    Nunca li nenhum thriller relacionado a médicos, e foi isso o que primeiro me chamou a atenção nesse livro. Espero poder ler o mais breve possível! Dica mais do que anotadas!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiee Rízia ^^
    Confesso que não sou muito fã de livros com suspense, mistério, investigação e assassinato, mas esse me deixou curiosa, pois eu nunca li um livro do gênero que tivesse como cenário um hospital. Achei interessante. E também gostei de saber que a autora consegue prender o leitor, liberando pistas aos poucos. Gostei mesmo.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Rízia, acredita que eu não conhecia a obra ainda? e nossa fiquei super curiosa. Sério, já quero muito ler e com certeza ficaria no topo da minha pilha de livros. Eu adoro esse tipo de livro misterioso e com suspense, e isso de procurar um possível assassino me deixa super curiosa!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/04/luz-camera-e-acao-17.html

    ResponderExcluir
  12. Oi *--*

    Fiquei curiosa quanto ao livro não o conhecia mas perceb através da sua resenha que ele é frenetico, adoro livros assim e tenho certeza que ficaria morta de curiosidade para saber o que realmente acontece, julgo até que a protagonista é culpada, esse livro parece daqueles que tem um final doido que deixa todos malucos.

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Que trama excelente hein! Desde que eu li a a palavra médico e amigo na mesma resenha eu já decidi que precisava ler, está na minha lista de leituras a partir de agora.

    Abraços, Heitor Botti
    shakedepalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Taí o tipo de livro que eu gosto, adorei o plot. Nunca havia ouvida falar nele, mas já quero. É um dos meus gêneros preferidos, e quando tem perseguição, ação... ah... aí é pra morrer. Eu imagino todas as cenas e viajo fundo na leitura. A única coisa que não gostei, foi o fato de você ter falado que tem um romance. Não curto romance, se é algo mais leve até vai. Espero que aqui seja o caso.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Rizia.

    Assim como você, eu nunca li um thriller na área médica e fiquei muito curiosa com a história. Além disso, esse livro parece ser bem imprevisível e gostei muito da premissa da trama. Espero gostar do livro assim como você gostou.
    Já anotei a dica!
    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  17. Ahhhhh um livro com mistérios e assassinatos nunca é de se jogar fora né,realmente quero muito conhecer achei meio terror com suspense,,ansioso queroooooo,vlw a dica.

    bjo bjo
    http://rillismo.blogspot.com.br/p/resenhas.html

    ResponderExcluir
  18. Oi, Rízia! Eu ainda não conhecia esse livro e adorei a premissa! Gosto muito desse gênero, mas não leio tanto quanto gostaria... Já coloquei o livro na lista, porque né, agora preciso saber quem é o assassino! haha Parece ser uma obra intensa, cheia de reviravoltas, que deixa o leitor nervoso do início ao fim. Quero muito conferir! Beijos

    ResponderExcluir
  19. Menina, que história de tirar o fôlego, hein! Não conhecia o livro, mas logo que comecei a leitura da resenha já me apaixonei. Adoro uma boa narrativa de crimes e mistério, e essa parece ser ótima. Este já está na minha lista, lerei assim que possível.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  20. Opa, eu gosto de Thriller! Ainda não li nada dessa autora, o que é vergonhoso, já que ela é considerada uma das representantes do gênero.
    A premissa é até bem simples, gostaria de saber como ela trabalha com isso pra tornar a trama tão frenética e viciante assim ^^
    ótima indicação!
    Beijos

    ResponderExcluir