Resenha: Aprendendo a seduzir, de Patrícia Cabot


APRENDENDO A SEDUZIR
Autora: Patrícia Cabot
Editora: Planeta
Páginas: 368
Skoob
Sinopse: O que qualquer mulher faria se flagrasse o noivo aos beijos com outra mulher? Cancelaria o casamento e nunca mais colocaria os olhos no desalmado traidor. Certo? Não lady Caroline Linford.
Apaixonada pelo belo e galante marquês de Winchilsea, ela não se dá por vencida e resolve ir em frente com o casamento. Afinal, lady Linford ama seu prometido. Com o intuito de se tornar o único objeto do desejo de seu noivo, ela convoca o renomado Braden Granville, mestre na arte da sedução, para, com ele, aprender a ser a melhor amante que Winchilsea pode vir a ter. Porém, a aluna se torna tão aplicada que arrancará mais que elogios de seu professor...
Olá Leitores
Romance de época não é o meu gênero  favorito, mas vez o outra arrisco a leitura e termino gostando.
Mas como sei que muitas leitoras são apaixonadas por esse gênero, escolhi um lançamento de Cabot para apresentar a vocês.
Vamos conhecer minhas impressões?


Aprendendo a seduzir, de Patricia Cabot (Meg Cabot) nos conta a história de Caroline Linford, uma jovem dama que está noiva do marquês de Winchilsea, por quem é apaixonada e grata por salvar a vida do seu irmão.  Em pouco tempo irão se casar e viver felizes como nos sonhos da nossa protagonista.

Acontece que em uma determinada festa, Caroline fraga o noivo nos braços de outra mulher – Lady Jacquelyn - fazendo coisas impróprias para pessoas comprometidas. Chocada ela deixa o recinto sem ser vista e acaba escarrando em Braden Granville, noivo a mulher que vira agora pouco com seu amado.  Ela o distrai para que não veja a cena, pois sabe que as consequências seriam terríveis. Nesta conversa, ele confidencia que está atrás de Lady Jacquelyn e Caroline diz que a viu, mas aponta outra direção.

Mesmo diante da cena que presenciou, Caroline decide não terminar o noivado. Muito pelo contrário, ela quer aprender a seduzir seu amado para ser mulher e amante dele. Assim não haverá outras. Mas como ela conseguiria? Quem a ensinaria?

Só um nome vem a sua mente: Braden Granville. Conhecido como o maior amante de Londres, com certeza seria a melhor pessoa a ensinar Caroline a fazer amor. 

Decidida, a jovem vai decide procurar o libertino para fazer-lhe a proposta. Ele fica completamente surpreso e com receio diante do pedido, mas ao mesmo tempo, adoraria ensinar a uma jovem como Caroline a arte do prazer, claro, de forma puramente teórica.

Claro que um professor tão experiente e uma aluna dedicada darão origens a aulas interessantes e cheias de descobertas. Mas será que eles conseguiram ficar apenas na teoria?


Aprendendo a seduzir foi uma leitura que me surpreendeu.

Começo falando da narrativa que transparece todos os costumes da época e nos transporta para a história. Com uma escrita descritiva, fluída e envolvente, Cabot cria uma história romântica, levemente erótica, divertida e com boas doses de ação.

As personagens são bem definidas e crescem ao longo da narrativa. Gostaria de destacar Caroline, que começa como uma doce garota ingênua e termina completamente diferente e Braden que se revela bem diferente do esteriótipo que carrega.

O desfecho foi algo que me surpreendeu! Ao longo da narrativa encontramos elementos que indicam como essa louca história vai acabar, mas Cabot nos deu um final apaixonante e inesquecível.

Aos amantes de Romances de Época, Aprendendo a seduzir é leitura obrigatória, assim como para aqueles que buscam romances levemente picantes, divertidos e com personagens cativantes.

Leitura mais que recomentada!

Gostaram do livro?
Curtem a escrita de Cabot?
Já conheciam? Ficaram com vontade de ler?
Comentem!

Abraços e até mais.

10 comentários

  1. Oie, achei o livro bem.. sedutor. Acredito que o jogo de sedução que tem nele deve ser muito legal de ler.
    Preciso ainda ler algo de Cabot, nunca li nada dela.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oi, achei o livro meio atraente,kkkkk. Achei a atitude da Caroline bem inusitada, eu no lugar dela cancelaria o casamento, mas ela resolve procurar um sedutor para ensina-la, achei bem inusitado e interessante. Não curto muito livros de epoca, mas esse me cativou e acho que leria. Ótima resenha.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Saudações literárias! Sedutor e atraente, parece ser intenso esse livro, agora fiquei curioso em ler. Sua resenha chamou muito atenção e sem contar sua criatividade nas fotos.

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu já li alguns dos livros da autora, e sou apaixonada pelo romance. Impossível não rir a toa com o romance, ou até mesmo suspirar com cada momento fofo do casal. Eu ainda não li esse livro, mas fiquei apaixonada com essa nova edição. Preciso comprar!
    Bjks!
    Histórias Sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Nossa,eu não sou fã de romance histórico, mas gosto. Esse livro conseguiu me conquistar, gostei da premissa e decidi que quero ler.
    Abraços,
    www.isaaczedecc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Não consigo gostar desse gênero, então dificilmente faria a leitura. A capa está bem bonita. Adorei a resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Bom não sou da turma dos romances de época, e não foi dessa vez que fui (re)conquistada por um deles, mas é verdade que as meninas adoram eles.
    Ainda não li nada da autora, mas gostaria muito de conhecer seus chick-lit.
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu quero!!! Meu Deus muitooooo obrigado pela resenha por que eu adorei e quero muito mesmo esse livro! Amei!

    ResponderExcluir
  9. Eu não sabia que Patrícia e Meg eram a mesma pessoa, juro! achava que eram parentes ou algo assim...santa ignorância!
    descobri hoje que eram a mesma pessoa e já to caçando leituras novas da Meg, e tua dica veio na hora certa...com certeza vou atrás!!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Rízia!
    Faz tempo que eu não acompanho os lançamentos da Meg Cabot (ainda não consegui terminar de ler toda a série Diário de princesa rsrs), mas realmente me surpreendi com a sua resenha.
    A Meg consegue ser muito versátil na escrita, por isso fiquei animada com esse livro.
    Espero poder ler ele em breve.
    Bjs :)

    ResponderExcluir