Resenha: Meu Chefe Dominador, de Clarisse Albuquerque

MEU CHEFE DOMINADOR
Autora: Clarisse Albuquerque
Editora: Planeta Literário - PL
Páginas: 250
Skoob

Sinopse: Mariana é uma garota totalmente mente aberta enada careta. Para ela, ficar ou transar com alguém que não seja eu namorado/noivo/marido não tem problema algum, principalmente porque ela ama sua vida de solteira e a liberdade que tem de poder ficar com quem ela quiser. Mas nem todo mundo que ela quer ela pode ter. O seu chefe, por exemplo. Ela não sabe nada a respeito dele, apenas que ele é seu chefe e que é raro vê-lo na loja todos os dias. Mal sabe ela que o motivo dele não estar presente todos os dias é porque ele não é quem ela imagina e que ele pode ser muito, muito dominador. Tanto no serviço, quanto fora dele. Mas será que a vontade de tê-lo é grande o suficiente para suportar as propostas feitas por ele, tudo o que ela vai ter que abrir mão, os segredos que ela terá que manter e,
pior ainda, a confusão que esse homem irá causar em sua vida?
Olá Leitores!
Trago para vocês uma resenha de romance erótico! Há tempos não indicava algum no blog.
Então já sabem: Se você tiver menos de 18 anos, vá  procurar outras dicas de livros aqui no Livroterapias.
As demais pessoinhas, vamos conferir o que este livro tem para nós?

Meu Chefe Dominador nos conta a história de Mariana, uma garota forte, decidida e muito bem resolvida quando a matéria é sexo. Ela gosta de sair com caras que lhe deem prazer e explorar sua sexualidade e liberdade.

Mas há um cara que Mariana deseja há tempos: Seu chefe! Alexandre é um verdadeiro deus grego que deixa todas babando, mas sabe que é praticamente impossível sair com ele.

Contudo, na véspera de Ano Novo, Nat - colega de quarto de Mariana - a convida para ir passar a festa na casa de uma amigo e claro que Mari topa na hora!Ao chegar lá ela se depara com aquele homem dos seus sonhos: Alexandre, o chefe!

A química entre os dois é imediata e eles acabam dando o maior amasso no banheiro. Mariana quer se divertir e acaba bebendo demais e não lembra como chegou em casa. Nat diz que um amigo as trouxe e Mari fica tranquila.

No dia seguinte, ao chegar na loja em que trabalha, seu chefe solicita que ela vá até a sala dele e ele diz que gostou muito de conhecer o quarto dela e menciona a cor rosa e uma borboleta. Mariana fica perguntando o que isso tem a ver com o ambiente, já que não é rosa nem há animal algum. Neste momento ela se dá conta que a borboleta é uma tatuagem que ela tem na virilha e rosa era a cor da calcinha que ela estava usando no ano novo! 

Como Alexandre poderia saber essas coisas? Será que havia rolado sexo? Ela não se lembrava de nada!

Surge então uma oportunidade e ela o questiona sobre o fato. Ela informa que ela mesma que mostrou e lança a proposta: O chefe quer dominá-la e proporcionar prazer de todas as formas possíveis.

Qual será a decisão de Mariana? Recusar a oferta já que não há possibilidade dela deixar-se dominar por alguém ou perder a oportunidade de provar aquele homem maravilhoso?

Corajosa, Mariana aceita fazer um teste. Mal sabe ela que essa decisão mudará para sempre sua vida!


Romance Erótico dos bons!

Se você achou parecido com a fórmula de cinquenta tons, acertou. Inclusive a autora faz várias menções do livro no decorrer da narrativa, mas sempre deixando claro que o chefe é bem diferente de Grey e que Mariana em nada se assemelha a Ana. 

A narrativa é bastante fluida, recheada de cenas picantes, descritivas e intensas. Há vários acontecimentos importantes que conduzirão o leitor a um desfecho incrível.

As personagens são bem construídas: Mariana tem uma personalidade forte e Alexandre dominadora. Essa junção resulta em um relacionamento explosivo e febril. Eles acabam formando um casal que briga, mas não consegue ficar muito tempo longe um do outro.

Pela forma como a autora conduziu a história, acabamos prevendo o final, mas mesmo assim é muito surpreendente ver as últimas cenas e claro, torcer para que acabe tudo bem.

Aos amantes de romances eróticos, Meu chefe dominador é leitura obrigatória, afinal possui todos os elementos do gênero e não deixa nem um pouco a desejar. Um belo exemplar de erótico nacional.

Gostaram do livro?
Curtem romances eróticos?
Ficaram com vontade de ler?
Comentem!

Abraços e até mais.

17 comentários

  1. Oi Rizia, não sou muito de romances eróticos porque eles acabam sendo mais do mesmo, mas esse aqui me interessou, acho que porque a personagem é mais decidida e tal. Anotei a dica para conferir em breve e já estou indicando para as amigas que curtem o gênero!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Rízia, gosto de ler romances eróticos, mas não com muita frequência, se não acho que a gente pode acabar enjoando fácil demais. De qualquer maneira, já ouvi falar muito sobre esse livro e ainda pretendo ler, apesar de não ter grandes expectativas. Mas o que vale é que é romance <3
    Beijos,Fer

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rízia! Tudo bem?

    Acho bacana ler romances eróticos, pois nos instigam bastante!
    Esse livro, eu não conhecia, mas parece bastante com um pouco de Silvia Day e 50 Tons!

    Beijos!
    Participe do SORTEIO MÊS DAS MULHERES no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem?
    Esse é definitivamente um livro que eu passaria longe, tipo... Já me irrita essa relação entre o chefe e a "empregada" o cara é irresistível e dominador, sério? Muito clichê. O lado bom é saber que pelo menos a personagem tem personalidade forte, isso salva um pouco o restante, é claro que isso é porque eu não curto muito o gênero, mas quando o enredo é bom eu ainda arrisco, mas esse achei bem clichê kkkkkk
    Mas sua resenha ficou ótima, muito bem escrita e estruturada.

    ResponderExcluir
  5. Oi, eu tenho 18 anos, já li vários livros do gênero. Mas esse não me atraiu muito. Não sei se foi a sinopse ou se foi o enredo em si.

    Gostei da resenha pois me esclareceu algumas dúvidas, que a sinopse deixou. Mas como já disse não sei se eu leria esse livro.

    Beijoss, Alice

    ResponderExcluir
  6. Oi Rizia!
    Como eu gosto de romance e ainda mais os eróticos, já fiquei interessada. Mesmo com os clichês e até mesmo imaginar como vai ser os acontecimentos da história, estou curiosa para conferir esse romance. Vou gostar muito!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Olá Rízia,

    Eu já li algumas resenhas sobre esse livro, mas só com a sua eu fui ficar menos na defensiva. Esse título não me agrada, porque dominador sempre me lembra machista. A sua resenha me esclareceu algumas coisas e apesar de ser parecido com 50 tons (que eu odeio), a personalidade dos protagonistas são diferentes e isso pode ser tornar um fator que me convença a ler o livro. Achei Mariana uma personagem muito interessante e quero saber mais sobre ela. :)

    beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Rizia *--*

    Tenho um sério problema com romances eroticos, não por ter sexo e sim pelas protagonistas serem alienadas e quase explodirem de tesão só pelo cara olhar pra elas, tenha dó, não consigo chegar nem na metade dos livros. O titulo do livro não me agradou achei apelativo, creio que não leria por esses motivos, mas adoro ver suas impressões sempre são bem sinceras.

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Rízia, eu já ouvi falar tanto desse livro que minha vontade em lê-lo só vem aumentando! aliás, eu sou suspeita de falar de romances eróticos, porque o gênero me atrai muito. E pela sua resenha esse parece ser um livro com potencial e que promete, certo que já entrou para a minha lista!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá Rízia,
    Normalmente, esses livros são eletrizantes e fazem o leitor ler avidamente. Não gosto muito de ler o gênero, mas confesso que fiquei bastante curiosa com esse livro. Quero saber se houve sexo com o chefe e o que se passa a seguir.
    Se você não tivesse falado, teria dito que se assemelha a 50 tons, mas fico feliz que, apesar da semelhança a autora distingue bem os personagens e deu personalidade própria a eles.
    Acredito que leria sim.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto muito de livros hot e a primeira coisa que pensei em ver essa capa foi no 50 Tons de Cinza, que eu gosto muito mas vejo como um livro fraco para o gênero. Não estou dizendo que esse seja fraco, até porque não parece, mas a capa me lembrou muito um dos livros da trilogia. Gostei da premissa desse livro e acho que a leitura seria super agradável com a Mariana e o Alexandre

    ResponderExcluir
  12. Eu ia justamente comentar aqui que achei o enredo quase idêntico ao de cinqüenta tons. Com uma diferença em cinquenta tons Anastácia é boba, ingênua e virgem. Já aqui a personagem sabe muito bem o que quer e adora sexo.
    Até a capa achei quase idêntica. Acho que poderia ter sido um pouco mais original pelo menos a capa.
    Talvez futuramente eu de uma chance ao livro por enquanto estou a procura de histórias diferentes.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  13. Apesar de não ter lido Cinquenta Tons de Cinza, só de olhar a capa já achei parecido, haha. Não gosto muito do gênero, mas tô lendo um livro nacional e to adorando, haha. Gostei de saber que apesar de certa semelhança com Cinquenta Tons de Cinza, os personagens são bem diferentes e únicos. Se eu tiver a oportunidade, lerei. Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  14. Tem muitos gêneros literários que eu não gosto, mas leitura erótica é de longe a que detesto. Se aparecem cenas, momentos em uma livro de outro gênero, ok, mas um livro inteiro sobre isso, eu não dou conta. Já li alguns há um tempinho e foram péssimas experiências. Depois disso, fujo.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  15. Olá tudo bem?

    Já vi uma resenha sobre esse livro e lembro que achei perturbador ter um chefe dessa forma, não curto livros eroticos e tenho certeza que não gostaria da leitura, dessa forma vou deixar passar.


    Everton equipe Rillismo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Eu não conhecia o livro, mas também não fiquei muito curiosa, já que não gosto de romances eróticos... Mesmo assim é bom saber que esse é um livro de qualidade e que a literatura nacional tem livros bons desse estilo :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oiii,
    Eu passo longe de livros eróticos, acho que são sempre tão iguais, me sinto como se estivesse lendo sempre a mesma coisa. Acho que é um gênero que já saturou o mercado. No entanto sei que muuuuita gente gosta de ler, afinal não é a toa que as livrarias esta~abarrotadas com esse tipo de livro, ne´. è mais gosto pessoal mesmo, ja tentei ler, mas não vai.
    Mesmo voc~e mencionado que é de qualidade, não me interessei, só achei legal a autora colocar uma mocinha de temperamento mais forte, talvez isso dê um ar novo.

    Beijos
    Aline Lima
    Sempre Nerd

    ResponderExcluir