• Home
  • Dicaterapia
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Políticas
  • Contato
  • Resenha: Proibido, de Tabitha Suzama

    PROIBIDO
    Autora: Tabitha Suzama
    Editora: Valentina
    Páginas: 304


    Sinopse:  Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.
    Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.
    Eles são irmão e irmã.
    Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.

    Olá Leitores
    Hoje trago para vocês a resenha de um livro polêmico.
    De antemão, o tema principal é incesto. Se você não se sente confortável, não leia a resenha.
    Mas se você quer saber minhas impressões sobre a obra, vamos em frente!
    Proibido, de Tabitha Suzama foi um dos livros mais polêmicos que vi na blogsfera. Várias pessoas indignadas e outras solidárias com a autora e sua história. Finalmente tive tempo para ler e conferir de perto o motivo da discursão

    Conhecemos Lochan e Maya, adolescentes de 17 e 16 anos que são responsáveis pela educação dos irmãos mais novos, pois a mãe deles é viciada e passar a maior parte do tempo na rua.  Por causa disso, Lochan teve de assumir uma postura mais séria e isso refletiu em seu relacionamento com as pessoas e principalmente na escola, onde não costuma falar com ninguém. Já Maya é uma garota que tenta viver um vida normal, apesar de todas as dificuldades, sendo otimista e auxiliando no que pode seu irmão mais velho.

    Em casa, apesar do clima difícil, do descaso da mãe e dos perrengues financeiros, Lochan e Maya se dão bem e conseguem lidar com a educação dos irmãos mais novos e a manutenção da casa. Essa proximidade criou entre eles laços muito fortes.

    Um belo dia, Maya recebe um convite para sair com um garoto da escola e Lochan não gosta nada disso, pois além da fama deste menino, sentiu um ciúme incontrolável, mas não pode interferir na vida da irmã.

    Ao retornar do encontro, Lochan questiona Maya acerca da noite. Insistiu em saber o que rolou entre eles e num momento de desespero, eles acabam se beijando.

    Ambos se surpreendem com a intensidade do beijo e o despertar do sentimento. Apesar de proibido, nada parece tão certo. Mas como lidar com esse tipo de coisa?


    A narrativa segue intercalando capítulos narrados por Maya e Lochan onde podemos ver o que cada personagem sente acerca desse intenso sentimento entre eles.

    Gostei muito da forma como a autora construiu essa frágil e ao mesmo tempo tão forte relação. Alguns detalhes da narrativa, as vezes se tornam cansativos, mas são superados pelo drama vivido.
    As personagens são intensas e psicologicamente muito bem construídas e a somos tomados por todos os sentimentos vividos por eles.

    No tocante ao incesto em si, ou seja, o relacionamento proibido entre os irmãos, se torna menos importante que o amor que um sente pelo outro. 
    Sinceramente não senti nenhum tipo de desconforto ao ler este livro. Até mesmo porque isso existe em nossa sociedade e acho que a autora soube conduzir bem o tema.

    O desfecho é trágico e emocionante. Apesar de esperar algo parecido, me surpreendei.

    Acredito que Proibido é um daqueles livros que só lendo para saber o que sentir. 
    Eu recomendo!

    Gostaram do livro?
    Já leram? O que sentiram?
    Ficaram curiosos?
    Comentem!

    Abraços
    Rízia Castro


    17 comentários :

    1. Olá Rizia, tudo bem? :)
      Acabei de ler uma resenha sobre esse livro noutro blog. Fiquei logo interessada para saber se vc teve a mesma opinião, e não é que ambas gostaram? O livro deve ser mesmo maravilhoso, e eu fiquei com muita vontade de ler. O tema é diferente de tudo o que já li até hoje.
      Beijinhos
      www.fofocas-literarias.blogspot.pt

      ResponderExcluir
    2. Oi, tudo bem?
      Esse livro é simplesmente o melhor que já li!
      Poucas vezes me deparei com uma história de amor tão linda! A autora soube trabalhar um assunto tão polêmico de uma maneira que não tornou a leitura difícil, ao contrário.
      Eu me apaixonei pelos personagens e me senti dilacerada com o final que foi triste, mas que mesmo assim me agradou muito. Nossa chorei dias, e só de lembrar já me enche os olhos de lágrimas.
      Recomendo muito a todos.

      Beijos :*
      http://www.livrosesonhos.com/

      ResponderExcluir
    3. Olá.

      Acho que tem que ser um autor muito bom para falar de um tema tão polêmico e não fazer com que os leitores se sintam desconfortáveis. Quanto aos capítulos serem intercalados, isso me incomoda um pouco, prefiro uma narrativa só, mas posso estar de picuinha com um detalhe tão bobo, desde que tenha fluidez e seja bom, quem se importa com quem está narrando?

      Com certeza vou dar uma olhada nesse livro.

      Beijos,
      Mariana Baptista
      umavidaporlivro.wordpress.com

      ResponderExcluir
    4. Amiga acabei de ler uma mesma resenha sobre esse livro e já vi vários outros que me deixaram com receio pra te falar a verdade, mas agora estou vendo tanto você como a Maiara que resenharam que o livro em momento algum nos deixa incomodados e acho que isso era o que eu queria saber para poder entrar nessa estória sabe? Eu acho que vou ler sim, porque quero conhecer. Acho que vai ser tocante isso sim. Mas eu gostei muito da sua resenha e achei que tu abordou muito bem sobre a estória. Espero que o livro também seja muito bom na minha opinião, mas vamos aguardar ...hehehe

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-ps-ainda-amo-voce.html

      ResponderExcluir
    5. Parece ser muito bom, pois assuntos polêmicos, é bom ser falado de vez em quando. Esse amor que os irmãos sente um pelo outro, eu achei muito legal a autora ter falado sobre isso. Espero ler pois só assim tirar minhas próprias conclusões.

      Beijos
      www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    6. Oi.

      Acabei de ler uma resenha desse livro, conhecia o livro só pela capa, já tinha visto ele em alguns lugares, mas nunca tive interesse em ler a sinopse, mas agora fiquei com vontade de ler, ainda esse ano eu leio, espero que eu tenha tempo de ler esse e todos os livros que estão na minha lista de leituras.

      Beijos.

      ResponderExcluir
    7. Oieee
      Olha... É um livro que quero muito ler. Sei que o incesto existe de diversas formas na sociedade, mas me incomoda no sentido biológico, principalmente por se tratar de pessoas tão jovens como as do livro.
      Por mais que exista um contexto religioso, o genético está presente com muita força. Entendo que as pessoas devem ser livres para fazer o que quiserem, mas os problemas congênitos são reais.
      Eu passei pelo mesmo dilema quando li As Brumas de Avalon e acompanhei o drama de Arthur e Morgana.
      O que me incomoda mais nessa história é o caráter da mãe que abandona os filhos, isso é uma situação com a qual eu lido constantemente como professora e é muito triste.
      bjs
      diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    8. Nossa esse livro me fez passar por muitas emoções especialmente no final que eu gostaria muito que fosse diferente, mas a que menos me incomodou foi em relação ao sentimento incesto que como vc disse a autora soube abordar muito bem. O que vi no livro foi o amor imenso que um sente pelo outro e pela as crianças.
      Recomendo muito a leitura, mesmo chorando no final.

      ResponderExcluir
    9. Olá!
      Esse livro tornou-se meu favorito pela delicadeza com que a autora tratou um tema tão polêmico, e pela história de amor linda e triste de Lochan e Maya. Meu Deus, só eu sei a ressaca literária que esse livro me trouxe, e mesmo agora, lendo sua resenha, me emociono ao lembrar da história e todos os sentimentos que senti quando li vieram à tona novamente.
      Beijos.

      Li
      Literalizando Sonhos

      ResponderExcluir
    10. Oiee ^^
      Aiin, eu gostei tanto desse livro ♥ Torcia o tempo todo para que eles não fossem irmãos de verdade e tudo fosse um engano *-* Adorei a forma com que a autora seguiu com a história, tudo tão delicado ♥ Também não senti nenhum desconforto com a história de amor dos irmãos, dizer que eu apoiava era pouco...hehe' ainda sofro com o final :/
      MilkMilks
      http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/lancamentos-janeiro-editora-arwen.html

      ResponderExcluir
    11. Olá Rizia,
      Proibido é um dos melhores livros que já li, isso se deve pelo misto de sentimentos que ele despertou em mim.
      Gostei muito da sua resenha e acho que você falou tudo o que era de mais essencial.
      Se pensarmos sobre o que aconteceu, o incesto é errado, mas no contexto do que os personagens viveram pareceu certo. Eu seria uma das pessoas que aceitaria isso.
      O final despedaçou meu coração e minha alma.
      Beijos,
      http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    12. Eu quero desesperadamente ler esse livro, adoro tramas com temas polêmicos, e confesso que nunca li nenhuma obra com incesto, pelo menos visto como uma forma de amor sincera, por isso estou bem curiosa. Confesso que fico meio receosa com essa relação dos dois, mas não posso julgar sem conhecer melhor a história deles.
      beijos
      www.apenasumvicio.com

      ResponderExcluir
    13. Oie!
      Esse foi um dos livros mais difíceis que eu li, pois não gostei da história. Eu até tentei para poder saver o que realmente acontecia aos personagens, mas a trama não me conquistou. Esse foi um dos livros que eu não sei o porquê eu li :(
      Bjs!
      http://www.historias-semfim.com/

      ResponderExcluir
    14. Oi Rizia, eu tenho vontade de ler esse livro desde que fiquei sabendo sobre o lançamento dele, sempre achei a trama dele bem interessante e chamativa. Ele parece ter o tipo de enredo delicado que é capaz de emocionar o leitor. Sua resenha me cativou a ir atrás dele o quanto antes!

      Beijos

      http://www.oteoremadaleitura.com/

      ResponderExcluir
    15. Oi Rízia, eu tenho curiosidade para conhecer o livro mas, sinceramente, o fato de ter incesto me deixa receosa pois eu não concordo com esse tipo de relacionamento, mesmo sabendo que é real e que cresce cada vez mais. Cada um sabe o que faz com a sua vida,mas daí eu pegar e ler um livro sobre esse assunto é outra história. Mas eu fico curiosa pra saber como isso é descrito no livro e o porque das pessoas falarem tão bem dele.

      ResponderExcluir
    16. Eu não sou fã de romances, e acho que isso já não é mais segredo pra ninguém. Porém, esse livro me deixou mega interessada na leitura. Não sei se por abordar um tema considerado tabu, ou por ver várias pessoas falando bem dele, mas fiquei curiosa. Eu não curto muito livros narrados em 1ª pessoa, sempre acho que poderia ter mais informações. Porém, quando as personagem se intercalam nessa voz, aí eu já acho interessante, e isso acontece aqui, né? Mais um ponto que me interessou.

      ;D
      Profissão: Leitora

      ResponderExcluir
    17. Oi, flor!
      Que ótimo saber que esse livro a encantou tanto quanto a mim! Eu adorei Proibido e espero, sinceramente, ter a oportunidade de ler mais livros da autora. Concordo com você que o tema incesto fica menos enfático do que o amor entre o casal de irmãos.

      Beijos!
      http://www.myqueenside.blogspot.com

      ResponderExcluir