Resenha: O que aprendemos com os gatos, de Paloma Díaz-Mas

O QUE APRENDEMOS COM OS GATOS
Autora: Paloma Díaz-Mas
Editora: Planeta
Páginas: 144
Sinopse
Os gatos – pensa a autora deste livro – têm muito a nos ensinar, mas para isso é necessário que estejamos atentos e dispostos a aprender. São carinhosos, mas jamais submissos, e por isso nos ensinam a pactuar nossa convivência a cada dia; são crédulos, mas só quando sabemos conquistá-los aos poucos, exercitando a virtude da paciência; são domésticos e independentes, como feras aclimatadas ao nosso habitat. Achamos que são indefesos, mas, na realidade, são muito mais preparados para sobreviver do que a gente. Sob sua pele sedosa se ocultam garras de fera e um corpo atlético invejável. E, quando os vemos brincar, exibindo sua magnífica forma física, ou dormir placidamente em nossa poltrona favorita (sim, essa poltrona onde os gatos nunca nos deixam se sentar) invejamos também sua capacidade de viver intensamente esse instante; sem se atormentar, como nós fazemos, com um passado que não existe mais e um futuro que talvez não chegue.

Olá Leitores!

O que aprendemos com os gatos?

Paloma Díaz-Mas aprendeu muita coisa e de forma sensível, brilhante e astuta soube expressar em poucas coisas o mágico universo das pessoas que convivem com esses felinos.

Percebemos como eles são e como partilham seus dias conosco.

Confesso que chorei já nas primeiras páginas. Paloma perde sua gatinha Tris-Tras. Perder um animal de estimação fica marcado para sempre no nosso coração. E nos mostra o quantas coisas em animalzinho pode ter e o quanto ela influencia nossas ações e condicionam nossos dias.
Pelos pelas roupas, objetos pelo chão, miados exigentes e espaço. Esses são algumas situações que vivemos ao termos a companhia deles e a autora explora muito bem esse universo felino.

Ao longo da narrativa, percebemos uma mistura entre a autora e um felino. Muitas vezes é como se um gato estivesse falando conosco e criticando a forma como nós, humanos, desperdiçamos certas coisas.

Kit da Editora Planeta =)
Por exemplo, segundo a autora, os felinos acreditam que sofremos da doença da Razão. Com isso desperdiçamos muito tempo pensando e esquecemo-nos de viver.  Também que acreditam que não somos cautelosos o suficiente e muitas vezes de corremos riscos desnecessários.

O que mais me chamou atenção no livro foi um conto sobre como o gato domesticou o homem. Sinceramente acredito que o gato, astuto e independente como é, tenha sim domesticado o homem.

Para quem tem um gatinho é impossível não se identificar com a leitura. Muitas vezes pensei em Boris, esse garoto propaganda da foto e o quanto tudo o que Díaz-Mas descreve se aplica a ele.


O livro é dividido em duas partes: Um gato e Dois gatos.  Após a morte de sua gatinha, a autora resgata dois gatos de rua e passa a conviver e enxergar como é a vida em companhia de dois felinos ao invés de um só. Ela garante: É uma experiência completamente nova.

A narrativa é fluída, inteligente, sensível e muitas vezes confundimos quem está conversando com nós, leitores: ora o gato, ora a autora.
Desde já aviso que não é um manual sobre o que aprendemos com os gatos, mas sim uma visão talentosa e perceptiva desse mundo felino e o quanto somos influenciados por eles.

Recomendo muito para os amantes de animais, em especial e obrigatoriamente para quem gosta de gatos.


Gostaram?
Ficaram com vontade de ler?
Gostam de gatos?
Comentem ;)


38 comentários

  1. Hahaha, adorei a 1° foto.
    Que máximo um conto sobre como o gato domesticou o homem, fiquei curiosa.
    Minha prima iria adorar esse livro, ela ama gatos. (eu prefiro cachorros,rsrs)

    Beijos!♥
    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Rizia.
    Eu amo gatos, tenho 3 gatas no momento. Então acho que esse livro é para mim hehe. Eu já perdi vários durante minha vida e sei o quento dói perder alguém que se ama tanto. É engraçado como eles nos domesticam mesmo, de um jeitinho todo especial, fazemos o que eles querem hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oii!!
    Quando eu era criança adorava gatos e agora prefiro cachorro, mas gostei bastante da resenha. Minha mãe tem o Johnny (Siamês tbm), vou dar o livro de presente pra ela. Bem provável que acabarei lendo antes que ela...rsrsrs.
    Bjos e sucesso!!

    ResponderExcluir
  4. Ooi! Menina, eu adorei a premissa do livro. Geralmente ignoro livros de não-ficção mas este parece ser super bacana. Adoro gatos, tenho dois e acho que como dona de gatos ele é ideal né.
    Será que fui domesticada?

    Beijos
    SIL ~
    Estilhaçando Livros | Cantar em Verso

    ResponderExcluir
  5. Oi Rizia,
    Livros com animais sempre me emocionam, amo demais. Eu gostei muito da premissa desse, fiquei com vontade de ler. A divisão do livro é muito interessante e... que belo ato o da adoção ♥
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    OOOOOWN, amo gatos e esse livro parece ser mega fofo. Já adorei, sem falar nessa capa mega linda.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Rizia, eu não tenho gatos, sempre tive uma experiência de arranhões com eles, porém acho muito fofo donos que conseguem interagir com estes felinos de forma carinhosa e sutil. O que aprendemos com os gatos me encantou, demonstra o verdadeiro amor da autora por seus gatos, sua admiração e convivência. Gostei muito!

    ResponderExcluir
  8. Oi Rizia!
    Conheço algumas pessoas que amam gatos, e acredito que apreciarão a leitura desse livro. Que ótima dica!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  9. Perder bicho de estimação nunca é fácil: meu bichinho tinha 15 anos qdo o perdi. Adotei ainda filhotinho e até hj não tive coragem de adotar outro animal... tudo foi muito tenso na época e acho que fiquei meio traumatizada.

    ResponderExcluir
  10. Olááá..
    Já estou preparando os lencinhos para ler esse livro... amo animais, então, livros assim sempre me fazem chorar...
    Amei esse jogo da autora ser confundida com o próprio gato... essa técnica com certeza deve ter deixado o livro mais interessante!
    Parabéns pelo post! Eu adorei <3
    Beijinhos,
    Alexandra
    http://thebestwordsbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, flor!
    Adorei conhecer esse livro. Não pretendo lê-lo, simplesmente porque não tenho gatos e – embora goste deles – prefiro cães (rs). Mas achei muito legal o modo como a autora narrou os fatos, chegando a confundir o leitor se seria um humano ou um felino quem o está fazendo (rs). Bacana isso.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Rizia,
    Que resenha mais emocionante.
    Nem imagino como é perder um animal, aliás, tenho ideia, pois tinha uma gata que fugiu e nunca mais a encontrei. Também acho que sofremos da Razão pensamos demais e vivemos pouco. Esse é um livro que adoraria ler, mesmo não tendo uma paixão tão grande por felinos.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Olha eu achei a sua resenha muito boa
    mas eu sinceramente não sou fã de gatos não.
    Eu sou mais cachorros =x Mas mesmo assim gostei da sua resenha
    e do seu ponto de vista sobre o livro. Me parece ser bem interessante, mas eu não sei
    se pegaria para ler viu. Mas mesmo assim parabéns pela bela resenha. Achei até a capa do livro fofa, mas mesmo assim não compraria não, até porque não é muito do meu interesse.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-vandre-o-homem-que-disse-nao.html

    ResponderExcluir
  14. Oieeee. Primeiro tenho que parabenizar pela foto que ficou linda. Segundo eu já tive gatos e realmente eles são mega independentes. Isso é meio complicado já que prefiro cães que vivem para a gente mesmo. hahahaha. Acho o gato um ser que passa lição de cada um faz o seu, mas ainda prefiro a amizade canina.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  15. Oláá
    Nossa, eu amo gatos e quero muuuito esse livro, deve ser uma graça haha tenho dois gatinhos lindos em casa, bela resenha e dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Amo demais os gatinhos e concordo com a autora do livro, eles tem muito a nos ensinar.
    Não conhecia o livro e adorei a dica... ♥ Já disse que amo gatos?
    Já foi pra lista.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  17. Rizia lindona amei a resenha ainda mais que tenho um gato, imagino a dor da autora, nossos animais de estimação são membros de nossa família, quando o perdemos sentimos muito, perdi minha cachorra há dois anos e ainda sinto sua falta. Adorei a forma que a autora apresentou o texto de forma simples. Indo já para a lista de leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Ótimo livro para quem tem gatos, gostei bastante de conhece é uma pena que eu tenha alergia ao pelo desses animais maravilhosos. mas mesmo assim vou ler.

    ResponderExcluir
  19. Não curto muito gatos, mas não dá pra negar o quanto eles são lindos!!!!
    meuamorpeloslivros.blogspot.com.br
    beijos

    ResponderExcluir
  20. Nossa, meu gatinho, o Baco, realmente me domesticou... nada conseguia me fazer acordar cedo antes dele, agora tenho que sair da cama todos os dias no máximo às seis da manhã... rs... Claro que amo muito gatos e com certeza vou querer ler o livro! Achei muito legal isso de que às vezes parece que um gato está falando conosco.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. p ser sincera, n gosto de gato ajkasjkajs não gosto do tipo de pegar um e cuidar como se fosse meu animal de estimação, mas já resgatei das ruas e achei um lar p eles! o livro em si parece ser maravilhoso e foca em um assunto que muita gente gosta. n sei se leria, mas se tiver oportunidade sei q vou gostar bastante.

    beijo

    ResponderExcluir
  22. eu não gosto muito de gato, então acho que o livro me cairia bem pra mim ter uma noção diferente sobre eles e como agem.

    ResponderExcluir
  23. Gostaria de ter oportunidade de lê-lo, apesar de não ter muita afeição à gatos haha quem sabe não mudaria minha opinião... Isso se deve a falta de convívio com um, acostumei muito ao "melhor amigo do homem".

    ResponderExcluir
  24. Oi Rizia! Eu sou apaixonada por gatos e com certeza este é um livro que vou querer conferir, na minha opinião são os bichinhos mais fofos e cativantes do mundo.


    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  25. Olá

    Adoro animais,apesar de preferir cachorro,me identifiquei com algumas coisas,como quando ficamos quando perdemos um bichinho e tudo dentro de casa lembra ele, gostei da premissa e da resenha,quem não sabe eu não leia em breve.

    Bjss

    ResponderExcluir
  26. Como eu não gosto de animal, eu não me vi tão interessado pelo o livro (Não sou daqueles que maltrata, ta? É porque todo animal que eu tenho acaba morrendo shaushausa #Maldição). Mas, para quem gosta é ótimo, principalmente por ser um livro que faz com que o leitor se identifique. Tenho uma amiga que ama MUITO gatos, e sei que ela irá amar esse livro! <3

    ResponderExcluir
  27. Oi Flor! Não sou muito de ler livros com animais, mas sua resenha acabou por me deixar curiosa. Tenho apenas o bloquinho e é superlindo. Gostei de conhecer a trama por sua visão

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  28. Olá,
    ain eu adoro gatos, mas como sou alérgica não posso ter um. Adorei a proposta do livro, para quem tem gato é uma leitura obrigatória. Adorei, bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Eu não tenho gatos, mas quero muito ter um no futuro, pois acho animais práticos. Mas meu amor mesmo são os cachorros <3

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Ooi,
    Não tenho gatos pois acho que sou mais do tipo que ama cachorros, mas achei legal o livro pra quem tem esses animais!
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  31. Olá!
    Não tenho gato mas gostaria muito de aprender e ler um pouco sobre eles.
    Já nas primeiras páginas vc chorou, então quero.
    Muito bom quando um livro nos emociona

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Eu gosto de gatos, mas não sei se seria uma leitura que eu faria. Agora, para quem realmente AMA gatos, deve ser uma leitura maravilhosa e enriquecedora!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  33. Sua resenha está muito boa, coisa linda seu gato *--*, eu simplesmente amo gatos, tenho os meus e acho eles os melhores companheiros, não conhecia esse livro, mas achei bem interessante e pretendo ler.

    ResponderExcluir
  34. Oi,

    Ainda não conhecia esse livro, mas como adoro gatos - tenho dois -, vou procurar urgentemente para ler, e essa edição ficou linda.

    Ps: seu gato é muito lindo ;D

    http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Olá!!
    Vi o lançamento e achei super interessante, agora vejo que realmente é mesmo interessante. quero muito ler, e achei o seu queridinho muito lindo rsrs
    Bjocas

    ResponderExcluir
  36. Awn que capa mais linda poxa e seu gato é muito amooooor. Não conhecia este livro mas achei bem bacana a ideia, confesso que prefiro cachorros, mas todos os animais são amáveis e lindos.
    Beijos e sucesso

    ResponderExcluir
  37. Tô vomitando arco-iris por esse livro tenho vários gatinhos aqui em casa (5 gatos). E acho que preciso de um desses. Infelizmente o livro tem razão passamos tempo demais pensando.

    ResponderExcluir
  38. Olá
    Eu tenho uma gatinha muito linda e exigente. Ela ficou um pouco enciumada desde o nascimento do meu filho, mas ainda é muito carinhosa. Eu sempre tive cachorros, pois meus pais não gostam de gatos, mas quando me mudei, adotei uma gatinha. Realmente gatos são bem diferentes dos cachorros, das mais diversas formas. Gatos são bem mais independentes, mas também gostam de atenção. E gatos podem sim, ser carinhosos.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir