Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor, de Sarah Butler







DEZ COISAS QUE APRENDI SOBRE O AMOR
Autora: Sarah Butler
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Sinopse: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Olá Leitores
Esse livro eu quis assim que pus os olhos nele. A capa e o título chamara muito minha atenção e esperava um romance daqueles.
Mas a narrativa me surpreendeu de muitas formas.
Vamos conhecer um pouco mais da história?

Dez coisas que aprendi sobre o amor nos apresentar dois personagens complexos.

Daniel é um homem que há 30 anos procura uma pessoa: Uma filha que ele nunca conheceu. Ele está em Londres esse tempo todo, sempre com uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome. Também costuma escrever listas com os desejos e o que gostaria de falar para sua filha. Ele é um morador de rua e as coisas são muito difíceis para ele.

Alice é uma viajante. Adora estar longe de casa e no auge dos seus 30 anos, ela precisa retornar a Londres após saber que seu pai está morrendo. Ela perdeu sua mãe muito cedo em um acidente de carro e estar naquela casa, naquele lugar, não faz com que se sinta bem. Alice adora fazer listas dos mais variados temas, sempre que precisa externar algo.

A princípio, conhecemos um pouco da vida dos dois personagens e a quantidade de coisas em comum. Ambos são solitários, intensos, se sentem um tanto perdidos e principalmente a culpa é algo que sempre os assola. Alice se culpa pela morte da mãe que saiu para pegá-la na escola no dia do fatídico acidente. Daniel se culpa por não ter insistido em criar a filha.
Pouco a pouca a autora vai trilhando os caminhos até que finalmente entendemos como a vida de Daniel e Alice se relaciona. A partir desse momento o leitor conhece um pouco mais da história de ambos e já imagina o desfecho da narrativa.

A narrativa é dividida entre capítulos que alternam a visão de Alice e Daniel. Sempre inicia com uma lista de dez coisas que eles fazem sobre determinada coisa. É interessante ver como duas pessoas que não de conhecem desejam e pensam as mesmas coisas.
Não é fácil se envolver com o livro, mas tão logo mergulhamos na leitura, não conseguimos parar. Acredito que se deva ao fato dos personagens serem estranhos, sobretudo Alice. Contudo, o leitor é presentado com uma escrita impecável e um cenário lindo e muito bem descrito de Londres.

Dez coisas que aprendi sobre o amor é um livro intenso. Temas como culpa, perda, mentiras, incertezas, conflitos internos, questionamentos, superação, procura e, sobretudo amor, permeiam toda a história. Para leitores que curtem uma leitura mais densa é uma ótima pedida. Apesar do desfecho um tanto óbvio, o final surpreende.
Recomendo a leitura a todos que gostam de livros reflexivos, com uma boa história e que transformará sua forma de pensar.

Gostaram do livro?
Conheciam ? Já leram? Ficaram curiosos?
Comentem ;)



21 comentários

  1. Ameeei sua resenha *.*
    Se eu já queria esse livro, agora então <3

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  2. Rizia, realmente a capa de Dez coisas que aprendi sobre o amor chama bastante a atenção. Curti bastante a história e a construção dos personagens criados pela Sarah Butler, essa união de qualidades e defeitos que os personagens possuem, incluindo a solidão, foram cativantes. Gostei!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é aquilo que eu achava. Parece ser um romance desse bem fofos mas pelo jeito é bem dramático também. Não tava ligando muito para ele mas parece ser gostosinho de ler e faz um tempão que eu não leio romance. Talvez eu dê uma chance. :D

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Rizia.
    Infelizmente esse livro foi uma decepção para mim. Eu não consegui me conectar com a história, achei a Alice muito chata, do Daniel até que gostei, mas dela não. E no final também já estava cansada de ler as tais listas.

    ResponderExcluir
  5. Oi Rizia!
    E juro que tentei gostar desse livro, mas acabei não curtindo a leitura :"( Esperava mais...
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Já vi vários comentários sobre esse livro, tanto bons quanto ruins, o que acaba me deixando com um pé atrás. Vendo sua resenha, vi que o livro aparenta ser bom, mas não é daqueles livros que são marcantes. Adoro livros com capítulos alternados, quando é bem escrito, e isso foi um ponto positivo para a obra ter me atraído. Além disso, a diagramação do livro parece ter sido muito bem trabalhada!

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua resenha, e o livro parece otimo, mas infelizmente ele não faz o meu gosto e por isso não pretendo ler, gostei da cap

    ResponderExcluir
  8. amei conhecer o livro, adoro quando temos dois personagens para expressar seu ponto de vista, achei a resenha linda e em breve espero fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Recebi esse livro da editora e não me animei muito para ler. Mesmo com as resenhas positivas e a premissa legal acabei não me interessando. Gostei da sua analise da obra.

    Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir

  10. Olá
    Amo romance, amo Londres, então não tem como não gostar de um romance em Londres rsr. "Culpa, perda, mentiras, incertezas, conflitos internos, questionamentos, superação, procura e, sobretudo amor" uffa quanta coisa hen, mais é exatamente isso que torna um romance interessante, porque não é só aquela coisa melosa ou só dramática, amei sua resenha , o livro já estava em minha lista de desejos e agora minha vontade ler aumentou com certeza.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  11. Adoro personagens estranhos! Haha. Isso é estranho também, não? Enfim, gostei da sua resenha, flor. Eu já tinha lido uma resenha positiva, como a sua, que me encheu de boas expectativas. Sua opinião foi como a cereja no topo do bolo. Acho que vou investir nesse livro.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ola Rizia lindona, eu li alguns capítulos que me comoveram como o encontro entre Alice e o pai, e gostei , estou com o livro em casa para ler, mas confesso que algo me diz que não irei me envolver mais nas demais cenas. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  13. Adoro histórias que sejam contadas por perspectivas diferentes, que saiam de uma narrativa maçante com um único ponto de vista. A capa, o título, esteticamente o livro é um apanhado de coisas lindas... adorei!

    ResponderExcluir
  14. Oii!!
    Eu também quis muito esse livro desde o primeiro momento que o vi. A capa e o título são lindos e chamaram muito minha atenção. Adoro narrativas intercaladas, sempre me envolvo mais com os personagens. Daniel e Alice mesmo não se conhecendo tem uma ligação incrível.
    Bjos e sucesso!!

    ResponderExcluir
  15. Oi, flor!
    Apesar dos seus elogios à obra, não achei que ela tenha aquele apelo… Não sei, não me senti atraída a lê-la. Talvez seja porque seu enredo não surpreende. Enfim, não pretendo ir atrás do livro, mas se por acaso ele vir à minha mão, não negarei a chance de lê-lo (rs).
    Beijinhos,
    Karine!

    Conheça-me: Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  16. Não sabia que o livro era tão denso, li comentários de que a historia é bem leve e fluida. Bem, mas de qualquer forma isso não tirou minha vontade de ler o livro a historia parece ser fascinante. :)

    Bjokas!

    ResponderExcluir
  17. Rizia, esse livro deve ser lindo!!! Queria ter ganhado no sorteio do skoob, mas não ganhei. Nem que seja eu pdf eu leio kkkk
    bjssss
    http://www.livroterapias.com/

    ResponderExcluir
  18. Também gosto de histórias contadas por personagens diferentes, assim vemos seu ponto de vista em meio ao ocorrido enfim, não senti curiosidade com ele, não foi de meu interesse!

    ResponderExcluir
  19. a capa de dez coisas que aprendi sobre o amor tá maravilhosa
    a proposta do livro é muito boa e eu tenho certeza que vou ter uma experiência maravilhosa. assim como você teve.
    é sobre esse "refletir", esse "instigamento" e essas coisas boas que sentimentos em um livro que eu quero ler "dez coisas que aprendi sobre o amor". tive uma impressão muito boa desse livro desde o primeiro momento em que "bati" meus olhos nele e eu quero muito conhecer a obra mais um pouco.

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Inicialmente quando vi esse livro entre os lançamentos eu tinha despertado um certo interesse sobre ele, mas foi momentâneo, pois lendo um pouco mais sobre o livro, vi que ele não faz muito meu estilo e por isso decidi que no momento não vou lê-lo, mas quem sabe futuramente sim.

    ResponderExcluir
  21. E bota intenso nisso! Desde a capa quanto a sinopse me encantaram e achei mega linda a historia de ambos, que criam listas (eu não gosto). Eu estou com muita vontade de ler este livro, pois as pessoas só se agradam com ele.

    ResponderExcluir