Resenha: Morri para viver - Andressa Urach

MORRI PARA VIVER - Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição
Autora: Andressa Urach
Editora: Planeta
Páginas: 239
Sinopse: As confissões surpreendentes de uma das personalidades da mídia que se tornou conhecida no Brasil por suas polêmicas.
A insana obsessão por dinheiro e sucesso, a rotina no bordel onde construiu seu nome de guerra e os bastidores da vida de Andressa Urach. Está tudo descrito em Morri para viver, livro que narra a trajetória desta, que chegou a ser considerada uma das prostitutas mais caras e cobiçadas do Brasil.
Dos casos secretos com clientes milionários e famosos, empresários, cantores, jogadores de futebol, artistas, bandidos, religiosos; passando por seu vício em cirurgias plásticas (Andressa chegou a cogitar amputar os dedos, só por que não gostava do tamanho dos pés!), o livro narra a chocante e constrangedora vida que ela levou até a inacreditável experiência de quase morte no coma e a sua busca por redenção.

Olá Leitores
Morri para Viver - Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição, nos apresenta a história de Andressa Urach.
O lançamento do livro causou o maior burburinho nas redes sociais e nas mídias em geral.
Acredito que muitos de vocês tenham acompanharam os dias em que Urach passou internada entre a vida e a morte e a sua recente conversão a doutrina evangélica.
Vamos conferir um pouco da história e as minhas impressões?
O livro é dividido em quatro grandes capítulos: Minha alma em coma, Passado revelado, O labirinto da Fama e Eu me venci. Em cada um deles encontramos tópicos que delimitam muito bem a história vivida pela subcelebridade.

No primeiro capítulo conhecemos os dias de internação e o coma vividos por Andressa. Somos apresentados as horas de agonia e dor vividos pela ex-miss bumbum ao descobrir que o Hidrogel e a Infecção haviam tomado conta de suas pernas. 
Nos é revelada a experiência de quase morte que Urach teve, bem como a presença constante de espíritos ruins que a rodeava. A presença da mãe foi constante nessa fase da vida e também foi nesses dias de hospital que ela tornou-se evangélica.

Na segunda fase do livro, Urach conta como sua infância foi sofrida. Rejeitada pelo pai ao nascer, abusado por o pai do seu padrasto, uma adolescência sem limites, o contato precoce com as drogas, zoofilia entre outros fatos chocantes demais para uma garota. 
Somatizando tudo, Andressa se relaciona muito jovem com um rapaz e já decidem morar juntos. O seu único filho veio a seguir e por algum tempo ela sentiu que tinha uma vida perfeita.
Contudo, problemas no relacionamento, que ela assume a responsabilidade pelo fracasso da relação, levaram ao fim do casamento e Urach se viu sozinha e com um filho pequeno para criar.
Foi aí então que ela decidiu que teria que arrumar uma outra forma de ganhar dinheiro e decidiu, com uma dica da colega de trabalho, ir dançar em uma boate da região.
E foi assim que ela foi apresentada ao mundo da prostituição...

Urach relata como pouco a pouco foi conquistando clientes, fazendo aquilo que as outras garotas de programa não faziam, cobrando valores altos e chegando atender até sete homens por noite.
Com isso a ambição pelo corpo perfeito surgiu, levando-a a fazer uma série de cirurgias e procedimentos estéticos sempre em busca do corpo perfeito.
A obsessão era tanta que até costelas e um dedo do pé Andressa quis retirar em nome da beleza.

Conhecemos também como a Ex-Miss Bumbum entrou no mundo da fama. Seu envolvimento com empresários, atores famosos, criminosos de alta periculosidade e jogadores de futebol, como Cristiano Ronaldo.

A todo o momento, Andressa Urach critica suas atitudes do passado, se diz envergonhada e com nojo de tudo o que fez e da pessoa que era.
Fala o quanto se arrepende de ter deixado sua família de lado em busca de uma fama, dinheiro e um corpo perfeito.
Se diz arrependida e que levará uma vida dedicada a Deus, que a salvou, e a seu filho.

Confesso que gostei e achei o livro muito bem escrito, com detalhes suficientes e nem por um momento parece ser algo forçado ou com expressões feias.

Muitos afirmam que Andressa Urach escreveu o livro para se promover. Não é essa a impressão que ele passou, ao menos para mim. Se ela realmente mudou de vida ou não, só o tempo dirá, mas na outa inteira percebemos seu arrependimento.

Gostaria de ressaltar que o livro traz diversas fotos da vida de Urach desde a infância, sua vida na prostituição, seus dias no hospital e a fase atual. A Editora Planeta caprichou na edição que está incrível.

Site Oficial: http://www.morriparaviver.com.br/

Indico a obra para todos os curiosos de plantão e aos que curtem biografias!

E vocês? O que acham desse livro polêmico?
Sentem vontade de ler?
Já viram outros detalhes?
Contem tudo!

Abraços e Até mais.

28 comentários

  1. Olá,

    eu não acompanho muito esse mundo das celebridades e confesso que sempre desdenhei as autobiografias deles, mas até que fiquei bastante interessada em Morri para Viver. Eu realmente acredito que uma pessoa pode mudar e fico feliz em ver que a Urach, que passou por tanta coisa, superou o passado e encontrou um novo e melhor caminho.

    Beijos,
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu odeio com toda força autobiografia de pessoas que se fazem de santinhas enquanto estão escrevendo. Eu acho que quando você se liberta de algo, não deve ficar relembrando o passado e o pior escreve-lo!
    Gosto de biografias de clássicos!
    Sou muito rude quanto ao assunto, e prefiro nem ler para não rebaixar a obra!

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Por mais que goste de conhecer histórias de superação e coisas do tipo, não sei se leria esse livro. Algo na história da Andressa não me chama a atenção, mas não acho que ela escreveu o livro para se promover... Espero que não.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Bom, a vida de Urach pouco me importa, estou no grupo que enxerga nas ações dela oportunismo.

    ResponderExcluir
  5. Esse é o tipo de livro que eu não queria nem de graça.
    Uma autobiografia fantasiosa, e completamente enfeitada
    justamente pra criar polêmica e se autopromover como essa mulher sempre fez.
    Essa eu passo.

    ResponderExcluir
  6. Oii! Vou repetir o comentário da Kris: Esse é o tipo de livro que eu não queria nem de graça.

    Não é preconceito, ou modismo de crítica, mas poxa, não dá pra admirar uma pessoa como ela.
    E sério que só depois de quase morrer que ela sentiu vergonha do que ela era? Ah por favor.
    Essa eu passo ²

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, flor.
    Eu gostei da sua resenha. É a primeira opinião que leio a respeito do livro. Realmente, não pretendo lê-lo, simplesmente porque a vida dessa mulher não me inspira a nada. Só faz perceber como é fácil tomar decisões erradas e nos afastar cada vez mais da família e de tudo o que pode nos trazer o verdadeiro bem. Enfim, achei legal que tenha sido uma boa experiência de leitura, mas sou muito seletiva no que diz respeito a obras biográficas e pretendo ler apenas sobre quem realmente pode me ensinar algo de bom.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não é um livro que eu leria. Não julgo ela e a ninguém, mas que acho estranho que do dia para a noite a pessoa mude, acho. Claro que as pessoas mudam, tanto para melhor quanto para pior, mas para uma grande mudança positiva, ao meu ver, as coisas não mudam do dia para noite. Enfim, sei lá. Realmente não é algo que eu queira ler.

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu não tenho o menor interesse em ler esse livro. Não me atraiu nem um pouco e eu não tenho paciência com a Andressa Urach.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    O tema e a pessoa "biografa" não me interessam muito... Pra ser sincera essa coisa de mudar radicalmente me convence quase nada, embora o primeiro capítulo pareça ser bastante assustador. Infelizmente, meu bloqueio por biografia não vai me deixar ler, sobretudo por ser da Andressa Urach que teve uma sorte imensa por receber apoio de uma editora, o que muito escritores excelentes não conseguem ter no pais. Que bom que conseguir ler o livro todo, espero que tenha curtido!!
    Bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiee.

    Não tenho curiosidade em ler a obra, mas sua resenha está ótimo. Espero mesmo que ela tenha mudado e que leve a vida com Deus a sério.

    Beijos
    http://www.amorliterariooriginal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. essa aí tomou a mesma fórmula de se auto-promover como uns anos atrás a bruna surfistinha fez... só falta fazer uma bosta de filme agora... passaria longe dessa 'obra', minha vida é muito curta pra perder tempo lendo sobre a vida de Urach...

    ResponderExcluir
  13. Rizia lindona confesso que o livro em si não me chama atenção, mas acredito que Urach tenha aprendido muito com sua internação, e sua mudança foi para melhor. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  14. Oi oi!
    Apesar de curtir biografias, a dela não tenho muita vontade de ler, e também acho que é auto-promoção.
    O próprio irmão dela negou várias coisas que ela escreveu e outras pessoas também.
    Mas a vida dela e oque ela faz sinceramente pouco me importam. Só desejo que ela mude de coração e consiga ser realmente feliz.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Rízia!

    Puxa, que livro, hein?
    Embora não tenha acompanhado em tempo integral o que ocorreu com a Andressa Urach, fiquei sabendo do acidente.
    Realmente é uma história e tanto!

    Gostei muito da resenha e acredito que fãs de Andressa e amantes de Biografia deste livro.

    Beijos!
    http://www.irmaoslivreiros.com/

    ResponderExcluir
  16. Oie Rizia!!!
    Tenho uma certa curiosidade com o livro, mas não sei se leria. Não gosto muito de biografias em geral e para lê-las tenho que admirar muitíssimo a pessoa em questão.
    beijão

    ResponderExcluir
  17. Ah não, sinto muito não sou muito fã de biografia ainda mais dessas celebridades, não é preconceito mas é que simplesmente não me agrada nenhum pouco.

    ResponderExcluir
  18. Oi, confesso que esse livro não me agrada nem um pouco, mesmo que eu goste de ler biografias, a dela não me chama a atenção...

    Beijos
    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bom?
    Nunca li biografias, nunca nenhuma chamou minha atenção e esse livro não pretendo ler, mas pelo menos que bom que você gostou.
    Bjss

    ResponderExcluir
  20. Oii, tudo bem?
    Eu vi que o lançamento desse livro causou muito nas redes sociais, eu não tenho uma opinião formada a respeito do assunto, porém eu não me interesso pelo livro, eu não curto muito biografias, mas quem sabe um dia eu não mude de ideia.

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Essa é a primeira resenha que vejo desse livro. Assim que foi anunciado o lançamento fiquei com pé atrás pois essa melhor não é ou não era flor que se cheire. Espero que ela realmente tenha mudado e que agora faça o bem.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Eu não gosto de criticar pessoas que vão ao fundo do poço e depois se arrependem,mas fico muito receosa de ler o livro,são tantos detalhes intimos de sua vida,e fico me perguntando,ela precisava se expor tanto?? Como seu filho deve sofrer com as piadas sobre a sua vida pregresss,isso me incomoda muito,mas levando em consideração que se ela não o fizesse não entenderíamos direito seu arrependimento e conversão,fico realmente na dúvida se leio ou não.

    Resenha muito boa,foi direto ao ponto.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  23. Ooi,
    Não sou muito fã de biografias mas fiquei realmente curiosa com essa, pretendo ler logo.
    Vivi
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  24. Eu li o livro em algumas horas, porque estava na estante da casa da minha prima e não tinha nada pra fazer. Tinha muito preconceito com tudo relacionado a Andressa Urach, mas o livro em si da pra ler até o fim. Parece meio forçado ás vezes, pra auto-promoção mesmo, mas também passa uma mensagem bem sincera do que ela passou.

    ResponderExcluir
  25. Anônimo06:06

    Todos nós temos o direito do arrependimento qdo fazemos algo de errado ou mal. Qdo e entrega é de fato verdadeira Deus muda a vida com certeza e só ele é capaz de julgar e sabe do coração de cada um.

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde,

    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  27. Boa tarde,

    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  28. Anônimo12:14

    Confesso que, quando fiquei sabendo a respeito do Livro, bateu um certo preconceito literário. Pois na maioria de minhas leituras, prefiro os Clássicos. Enfim; a curiosidade foi maior, mesmo porque, até então, nem sabia ao certo quem era Andressa Urach. Li online em poucas horas. O livro como autobiografia, não é ruim. Concordo que Urach não precisaria expor certas informações que não acrescentam em nada para os leitores. Mas me chamou atenção para o lado positivo, a necessidade de redenção, o seu estado espiritual, na época da busca pela fama a qualquer custo; causas e circunstâncias. Motivos que levam um ser humano comum a vender a dignidade em busca de superficialidades. Abraços, Luciana.

    ResponderExcluir