• Home
  • Dicaterapia
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Políticas
  • Contato
  • Resenha: Mosquitolândia - David Arnold

    MOSQUITOLÂNDIA
    Autor: David Arnold
    Editora: Intrínseca

    Páginas: 352
    Sinopse: “Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” Após o inesperado divórcio dos pais, Mim Malone é arrastada de sua casa em Ohio para o árido Missis - sippi, onde passa a morar com o pai e a madrasta e a ser medicada contra a própria vontade. Porém, antes mesmo de a poeira da mudança baixar, ela descobre que a mãe está doente. Mim foge de sua nova vida e embarca em um ônibus com destino a seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, e acaba encontrando alguns companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho. Quando a jornada de mais de mil quilômetros toma rumos inesperados, ela precisa confrontar os próprios demô- nios e redefinir seus conceitos de amor, lealdade e sanidade. Com uma narrativa caleidoscópica e inesquecível, Mosquitolândia é uma odisseia contemporânea, uma história sobre as dificuldades do dia a dia e o que fazemos para enfrentá-las.

    Olá Leitores!
    Hoje vamos conhecer a história de Mim.
    Uma garota que definitivamente não está nada bem.
    E eu vou contar a você as razões disso...

    .
    Mary Iris Malone, ou simplesmente Mim (um acrônimo usado por ela), é uma adolescente de 16 anos vivendo uma fase bem difícil.
    Seus pais acabam de se divorciar e ela está morando em outra cidade com sua madrasta e seu pai.
    Ela sente que aquela cidade, a qual ela chama de Mosquitolândia, não é o seu lar. Ela não consegue se encaixar e  tudo é mais difícil do que parece.
     Uma coisa só tem validade depois que é dita em voz alta.

    Até que ela toma uma decisão. Viajará 1.524 quilômetros até Cleveland, lugar onde sua mãe está.
    Mim tomou essa decisão após parar de receber cartas da mãe e tem total certeza de que sua madrasta está envolvida nisso. Portanto, ela pega um dinheiro que encontrou numa latinha da sua madrasta e parte rumo ao seu destino.

    Mim conhece várias pessoas em sua viagem. Carl, o motorista, Arlene uma senhora fofa que está indo visitar seu sobrinho, mas também conhece pessoas más como e o Homem do Poncho. Walt, um menino especial que adora coisas brilhantes e Caleb, uma garoto agressivo e estranho. E Beck, o garoto da poltrona 17c, por quem ela se encanta!
    Um acidente de ônibus muda o rumo de toda a história.
    Mim, Walt e Beck começam uma viagem cheia de aventuras e cumplicidade.

    Durante toda a história, Mim escreve em seu seu diário, cartas para Isabel. 
    Nele conhecemos um pouco do passado e coisas que estão acontecendo no presente. São revelados os motivos que ensejam os sentimentos que atormentam Mim e um grande segredo que ela nunca contou para ninguém
    "Então preciso escrever, porque, às vezes, escrever uma coisa é uma boa maneira de lidar com um problema".
    "Talvez, carneirinho. De todo jeito, você devia escrever. É melhor do que sucumbir à loucura do mundo(...) E é mais barato que tomar remédios.”

    O ponto alto do livro são as relações familiares e a busca pelo autoconhecimento. Mim está a todo tempo tentando compreender a si mesma e descobrir qual seu lugar no mundo. As vezes, ela faz uso da sua maquiagem de guerra para enfrentar seus medos. E o fato de ela admitir que não estava bem é o começo de uma difícil mudança interior. Tudo isso faz com que o livro seja cheio de reflexões e questionamentos.

    Mas do que uma viagem para visitar sua amada mãe, Mim termina realizando durante esses mil quinhentos e tanto quilômetros uma viagem para dentro de si.

    A narrativa é fluida, mas repleta de significados.
    O livro é dividido em partes que representam o local onde Mim está e quanto quilômetros faltam para chegar a Cleveland.
    Mim costuma desenhar algumas coisas que ilustram situações vividas por ela.

    Confesso que o livro me surpreendeu muito. Imaginava que seria uma aventura adolescente, mas me proporcionou muitas reflexões.
    Valores como família, amizade, escolhas de vida são palpáveis na obra.
    Gostei muito da escrita de David Arnold e da sutileza e intensidade das suas palavras.
    Com certeza um livro lindo e mais do que indicado.

    Se você gosta de livros do gênero young adult, com uma leve pitada de sick-lit, vai amar Mosquitolândia.

    Ah, gostaria de conhecer um pouco mais de Mary Iris Malone?
    A Editora Intrínseca fez uma entrevista com ela! Confira aqui

    Gostaram do livro? Ficaram curiosos? Já leram?
    Comentem =)

    14 comentários :

    1. Ola Rizia li algumas resenhas e me surpreendi com a protagonista mesmo em seus 16 anos ir em busca de algo e refletir sobre muitas situações. Quando vi a capa do livro, confesso que não chamou minha atenção, mas sua resenha e toda profundidade do livro me fizeram já colocar na lista de leitura. beijos

      Joyce
      www.livrosencantos.com

      ResponderExcluir
    2. Oi, Rizia!
      Acho tão linda essa capa, que já compraria só por isso kkkk. Mas, a premissa também me deixa muito interessada, principalmente depois da sua opinião. Gostei muito!

      Beijo.
      livrosdawis.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    3. Oi, Rízia! Tudo bem?

      Nunca imaginei que o livro seria assim!
      Uau! sua resenha me surpreendeu demais! Parabéns!
      Com certeza ainda vou ler este livro!

      Amiga, tem sorteio rolando no blog Irmãos Livreiros corre lá para participar!


      Beijos!
      Irmãos Livreiros

      ResponderExcluir
    4. Oie
      Eu também me surpreendi muito com a história e a forma que ela se desenvolveu, cheia de reflexões. Gostei muito do livro e queia uma continuação...

      Beijos
      http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    5. Oi, flor!
      Acabo de adicionar o livro ao meu Skoob, porque sua resenha destacou tudo o que aprecio (rs). Eu gosto do gênero e, principalmente, de uma narrativa fluída. Só de saber que a personagem está em um processo de autoconhecimento, já me sinto mais motivada à leitura.

      Beijos!
      http://www.myqueenside.blogspot.com

      ResponderExcluir
    6. Oi oi!
      Acredita que ainda não conhecia o livro? Achei a proposta super bacana e já quero ler!
      Tenho a mesma idade da personagem e acho que vai ser uma experiência bem legal poder ler sobre esse processo de autoconhecimento dela e sobre os conflitos familiares.
      Adorei a já anotei na wishlist! Ah, e achei a capa muito fofa <3
      Espero poder ler em breve, beijos!

      ResponderExcluir
    7. Oiee ^^
      Não conhecia esse livro, mas fiquei bastante curiosa para ler. Não consigo imaginar o que a protagonista vai encontrar e aprontar durante sua viagem, mas acredito que ela vai amadurecer e encontrar a si mesma, estou certa?! A capa é muito bonita ♥
      MilkMilks
      http://shakedepalavras.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    8. Oi! Tenho muita vontade de ler esse livro, a capa é tão fofinha! Hahahah além disso a sinopse dele me conquistou. Sua resenha está perfeita e fiquei ainda com mais vontade de ler. Preciso comprar urgente!

      Beijos
      albumdeleitura.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    9. Oii, tudo bem?
      Eu ainda não conhecia o livro, mas gostei bastante da sinopse e da sua resenha, e gostei mais ainda ao saber quais são os pontos altos da historia, com certeza está na minha lista de desejados.

      www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    10. Oii!

      Que capa fofa ^^ Amei a promissa e a sua resenha só em deixou mais curiosa para ler o livro :) Já anotei a dica!

      Beijos, Amanda
      www.vicio-de-leitura.com

      ResponderExcluir
    11. Olá!
      Eu achei a história bem legal. E amo livros que passem uma mensagem.
      Eu só não entendi o título do livro. Espero que eu entenda ao ler.
      Adorei a sua resenha.
      Beijinhos!
      http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    12. Olá, tudo bem?

      Apesar da sua resenha ser positiva e de ter me dado a impressão de que o livro nos passa uma mensagem bonita e trás a nós valores importantes também, ainda assim, o livro não me chamou muito a atenção.

      Beijo!

      ResponderExcluir
    13. Oi, Rizia!

      Esse livro já tá na lista de desejados e pretendo ler em breve. Tinha a ideia de que seria só mais uma aventura adolescente, mas como você mesma falou, é mais do que isso... A capa é muito bonita também!

      Abraços,
      http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    14. Visitem meu blog para ver resenhas de Mosquitolândia e outros livros: https://viagemaocentrodabiblioteca.wordpress.com/
      Aproveite!

      ResponderExcluir