• Home
  • Dicaterapia
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Políticas
  • Contato
  • Resenha: Beleza Perdida

    Beleza Perdida


    Autora: Amy Harmon
    Editora: Verus
    Páginas: 332

    Sinopse: Ambrose Young é lindo - alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas - perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.
    #AjudaLuciano porque Beleza Perdida me deixou belamente destruída. Quando eu tinha terminado de ler Sr. Daniels, me joguei nesse outro lançamento do Grupo Editorial Record (Verus). Se Sr. Daniels me fez chorar, Beleza Perdida me fez gritar "POR QUÊ? PQ?"

    Narrado em terceira pessoa mas com vários pontos de vista (inclusive de personagens secundários - meu deuso, eu tô dando sorte com livro que tem os MELHORES personagens secundários da vida), conhecemos um grupo de amigos Ambrose, Bailey, Grant, Rita, Beans, Paul, Jesse e Fern.

    Ambrose, Grant, Beans, Paul e Jesse são os atletas da escola, os lutadores que trazem orgulho a pequena cidade e trazem troféus das competições. Bailey é filho do treinador deles, mas Bailey não luta, ele tem distrofia muscular (degeneração do músculo), ele não pode fazer grandes movimentos então ele é censurado de lutar, por mais que ele queira. Eles são um grupo de amigos inseparáveis, tem suas briguinhas mas nada destrói os garotos.

    Bailey é primo de Fern, que apaixonada desde sempre pelo Ambrose e que se acha feia, se acha pouca areia pro caminhãozinho do Ambrose. E Fern tem uma amiga, Rita, a garota mais linda da escola e a garota que Bailey é apaixonado.

    "Nossa Nathália beleza e o que tem de diferente nesse livro miga?"

    11 de Setembro.
    E o formato de escrita desse livro (porque me apaixonei pela escrita da Amy Harmon)

    Ambrose decide largar todo o futuro dele na faculdade e competições para se alistar ao exército, mas não vai sozinho... Grant, Beans, Paul e Jesse vão com ele. Mas só ele volta... E volta todo desconfigurado.
    "Bailey não enxergava a vida da maneira como todos os outros enxergavam. Tinha se tornado muito bom em viver o momento, sem olhar muito longe para o que poderia vir."
     Ele era considerado um dos alunos mais lindo (mas nunca deu importância pra isso, sabe, não era nariz empinado e nem arrogante), sempre foi visto como o melhor atleta e aluno por todos. Mas ele volta não só com o coração, emocional partido pela perda dos amigos e pela culpa que ele trava dentro de si, mas ele volta se escondendo do que os outros podem achar ou da forma com vão olhar pra ele com essa nova cara de "monstro". Menos Fern.
    "É por isso que eu não rezo mais. Porque se o Grant rezou tanto e mesmo assim morreu, então não vou perder meu tempo."
    De início ele só se afasta, ele não quer a piedade de Fern, não quer o cuidado dela, da mesma forma que ela faz com Bailey (porque é ela quem o ajuda a se locomover e tudo mais), mas aos poucos eles vão se apoiando um no outro. Fern por mais que tenha todo o discurso "sou feia mimimi" é uma personagem sábia e altruísta, ela é uma linda pra mim. Já o Bailey rouba a cena nas melhores partes do livro, o cara tá vivendo por um fio, qualquer hora ele pode morrer mas lá está ele rindo da vida, animando Fern e Ambrose.
    "- Eu sou feia! Eu não mereço amor, buááá! - Bailey os imitou com uma voz chorosa, estridente, depois sacudiu a cabeça como se estivesse completamente decepcionado."
    Outro personagem que quando aparecia sambava demais era o pai de Fern, o Pastor Joshua, ele é tipo o Padre Fábio de Melo, todo mundo o adora e todo mundo o admira.

    Então uma nova releitura de Bela e a Fera é contada a partir da volta de Ambrose para a cidade e para Fern. É uma narrativa bem estruturada, você viaja no tempo, há lembranças de 1994 da Fern e Bailey, tem passagens da história que se passa em 2001 (quando as Torres Gêmeas caíram), alguns flashbacks de personagens secundários e passagens do grupo de amigos no Iraque, que só valorizam mais a história. E a escrita magnifica de Amy Harmom.

    Beleza Perdida vai MUITO além de um romance, do cara mais bonito com a garota que não se considera a mais linda. Beleza Perdida fala sobre a perda de amigos e entes queridos, sobre a perda de saber viver a vida. É um livro cheio de emoção, de dor, de riso.

    .

    6 comentários :

    1. Oi, Nathália.
      Esse livro é lindo, estou apaixonada por ele, sem mais <3 Confesso que não esperava uma história tão bela e singela, me surpreendi bastante.

      Beijo

      ResponderExcluir
    2. Oi, tudo joia?
      Estou apaixonada por essa capa, ficou muito linda. Eu ainda não li esse livro, mas quero muito *--*

      Beijos
      http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/2015/06/novidade-o-outro-lado-da-memoria-e-por.html

      ResponderExcluir
    3. Oi, Nathália! Tudo bem?

      Menina, interessante este livro... fiquei curioso!
      Resultado: preciso ler sem falta!

      Beijos!
      Irmãos Livreiros

      ResponderExcluir
    4. Oi Nath!

      Meniiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiina, você me deixou curiosa! Gostei desse negócio da releitura de A Bela e a Fera! ♥♥♥♥♥
      Já quero ler para ontem! Só que agora já sei que o Grant morreu! "( hahahaha
      Beijo
      - Tamires
      Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

      Ahhhhhh, saiu a resenha de Caixa de Pássaros, vc não queria ler? hahaha

      ResponderExcluir
    5. Ai meu deus!

      Eu quero muuuuuuuito esse livro. Eu ainda não tinha lido nada sobre ele mas tinha visto muita gente falando destruidor e quando vi que era uma espécie de a bela e a fera ~moderno~ fiquei mais doida ainda. Fiquei animada para ler e conhecer mais sobre essa história depois que vi a resenha. Parece ser daqueles livros que a gente lê sem parar e pelo visto é cheio de emoções. OMG! *O*

      Beijos!
      http://www.prateleiracolorida.com.br/

      ResponderExcluir
    6. Oi Nat!
      Ainda não li o Livro, mas to curioso. Sendo um reconto da Bela e A Fera ja fiquei animado. Espero realmente que seja cheio de emoção <3

      Abraços
      David Andrade
      http://www.olimpicoliterario.com/

      ResponderExcluir