Resenha: O Manual da Garota Geek


Cortesia da Editora

O Manual da Garota Geek

Autora: Sam Maggs
Editora: Única
Páginas: 192 

Sinopse: O manual da garota geek é o guia especial de tudo aquilo que nos faz incrível: nossas paixões. Embora o restante da humanidade acredite que as geeks são pessoas muito estranhas, a verdade é que apenas amamos e nos envolvemos demais com as melhores coisas da vida. Não importa o que você ame – quadrinhos, seriados de ficção científica, literatura juvenil –, se acabou de chegar ou se adora há anos, para ser uma garota geek o importante é amar com intensidade. Desde aprender a iniciar um blog legal sobre seus hobbies, planejar o próximo cosplay, organizar um evento geek ou simplesmente entender que tipo de nerd você é, este livro está aqui para ajudá-la. Encontre aqui tudo o que você precisa para que sua nerdice seja longa e próspera!
O Manual da Garota Geek é um dos lançamentos da Única Editora e o pedi porque ano passado a Editora lançou um livro dessa mesma temática mas sobre a vida amorosa de um Geek, o livro do Eric Smith: "Geek Love". Eu realmente não estava esperando grande coisa de OMDGG mas fui pega de surpresa em alguns pontos da leitura.

 
Como disse na resenha de Geek Love, eu não sou uma pessoa nerd ou fã de alguma num nível EXTREMO, eu sou daquelas que gosta de tudo um pouco e consegue ter uma conversa com vários fandom (grupo de fãs de alguma coisa) mesmo não sendo deles. E no Garota Geek também tive aqueles momentos de "do que vocês tão falando?" (principalmente quando o assunto era games e HQ... ou seja, grande parte do livro era sobre isso) FT. "nossa, me encontrei" (quando o assunto era livros, poucos momentos mas beleza).

Garota Geek tem uma pegada mais séria por conta de falar sobre o feminismo e o mundo Geek. E esse foi o grande ponto que gostei de a Garota Geek. A autora mostra que as garotas sofrem grande preconceito no mundo Geek por ser simplesmente garota e deixa bem claro que não tem essa de "garotas não são bem vindas!". Então a Sam Maggs dá umas dicas de como se esquivar de garotos babacas (ou os trolls da internet e da vida real) com classe. E sempre aperta a mesma tecla de: seja quem você quiser e goste do que você quiser e ponto final! Além de apresentar algumas ideias básicas do feminismo, acho válido pra quem ainda diz que "feminismo e machismo é a mesma coisa"... Isso doí meu coração e não custa nada aprender sobre o tema :3


Teve muito assunto abordado no Garota Geek, sobre fanfic, convenções, entrevista com mulheres (autoras, diretoras, dubladoras) falando sobre o universo Geek e as dicas do Manual. O bom foi que essas dicas não são do estilo "Faça tal coisa para ser Geek" ou "Você precisa falar e se portar de tal forma para ser Geek" as dicas são de como você pode ter novas amizades em eventos de anime/HQ/livros (caso você seja MUITO tímida), de como você pode fazer seu cosplay e sua fanfic, entre outras coisas, não foi um livro que cagou regras para as leitoras (ou leitores). Então sim, curti a leitura.

Se você quer conhecer o básico do feminismo e de quebra conhecer/aprender um pouco do mundo Geek, indico a leitura d'O Manual da Garota Geek. Ele é daqueles livros que você lê em poucas horas :3

Rede social da autora

@Twitter
Tumblr

2 comentários

  1. Oi Nathália =)
    Ainda não li o Geek Love, mas esse da Garota Geek me pareceu ser bem mais interessante, rsrs ainda mais contendo "dicas" para pessoas tímidas assim como eu. Gostei da sua resenha e das fotos que ilustrou a postagem, espero poder ler o livro.

    BeijOs!!!
    @jannagranado
    @lpdiversao
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir