Dicaterapia #66 - Apenas os Inocentes

Olá Leitores!
Andei meio sumida nesse finzinho de ano, a correria é grande para deixar tudo em ordem! 
Mas venho apresentar um livro incrível que com certeza foi um dos melhores do gênero que li esse ano.
Sem mais blá, blá, blá... Vamos ao livro!
 
AS MULHERES NÃO MATAM A SANGUE-FRIO. A NÃO SER QUE TENHAM UM MOTIVO PARA FAZÊ-LO
Hugo Fletcher parece ser o homem perfeito. Bonito, rico, uma reputação impecável – não é à toa que a mídia o adora. O fato de ser encontrado morto, nu e amarrado a uma cama em seu apartamento em Londres não combina com a imagem que todos têm dele. Para o inspetor-chefe Tom Douglas, uma coisa é clara: cada aspecto da cena do crime o leva a desconfiar de que o culpado é uma mulher. 
Na busca pelo assassino, Tom descobre os detalhes mais hediondos e chocantes da vida pessoal da vítima longe dos holofotes. Quando a investigação chega a um ponto crucial, ele começa a perceber que o caso se trata de algo muito maior do que um simples assassinato. E isso o deixa em um terrível dilema: quando se trata de homens como Hugo Fletcher, os culpados devem ser punidos? Ou os inocentes devem ser protegidos?


Hugo Fletcher é um magnata! Rico, famoso e possui uma instituição beneficente que ajuda garotas que foram obrigadas a se prostituir através do tráfico de pessoas. 
Numa determinada manhã, Hugo é encontrado morto em seu apartamento, completamente nu e amarrado em sua cama. As características da cena levaram a crer que o crime possuía um cunho sexual e que a vítima havia sido amarrada com consentimento. Não existia ferimentos aparentes e a única pista que encontraram foi um fio de cabelo ruivo.
Quem teria matado Hugo? Uma amante?  Algum inimigo? 
O inspetor Tom Douglas foi designado para solucionar o caso. Ele nunca imaginou o quanto se surpreenderia com as descobertas que viriam...
Hugo era casado com Laura, sua segunda esposa. O livro é narrado sob sua ótica e percebemos que o relacionamento dos dois não era um mar de rosas. Desde o casamento, algo estranho aconteceu que transformou para sempre a vida daquele casal... Percebemos que ele não é uma pessoa tão boa quanto parece ser. Ai então percebemos que várias pessoas teriam motivos para querer vê-lo morto!
Os capítulos alternam o passado e presente. A autora joga com pistas e cenas levando o leitor a suspeita de várias pessoas. Um suspense policial eletrizante, onde cada nova folha traz uma informação ou fato que muda ou determinada completamente a história! Nos apaixonamos pelas personagens que são complexas e psicologicamente bem construídas. O final é surpreendente e todos os pontos são esclarecidos.
Para quem gosta de policiais, cheio de emoção e reviravolta, Apenas os Inocentes é uma leitura obrigatória!
Espero que tenham focados tão empolgados quanto eu! Esse livro é incrível e a capa é perfeita demais! Gostaria de agradecer a Editora Record pela parceria!

Gostaram?
Contem tudo nos comentários! Aproveito para desejar um  Feliz 2015 para todos!!! Muitos livros para nós!

-Rizia

Nenhum comentário