Resenha Premiada: A Redoma

A Redoma


Autor: Felipe Benichio
Editora: Novos Talentos - Novo Século
Páginas: 376
Sinopse: Gerações após o colapso da Terra, a humanidade vaga pelo espaço em busca de um novo lar. E, quando finalmente encontra o planeta Vetter, se depara com uma população inteligente, passando a enfrentar o dilema decorrente de sua pretensa superioridade: seria legítimo dizimar a população do planeta encontrado em nome da preservação da própria espécie? Em um cenário inóspito, guerras e conflitos interpessoais se descortinam do ponto de vista da equipe responsável pela exploração do lado escuro de Vetter, e também da perspectiva de 7814, um vetteriano desajustado, exilado pouco antes da invasão. Dinâmico e envolvente, A Redoma contrapõe o instinto de preservação às inquietações morais que afligem o espírito humano e nos apresenta uma tentativa de quebra da “redoma” que construímos em torno de nós mesmos e que, em muitos momentos, nos impede de enxergar o outro.
A Redoma no Orelha de Livro & Skoob

Por indicação da blogueira Raquel - Garotas entre Livros - tive o prazer de ler mais um nacional sensacional! Quero agradecer ao Felipe pelo voto de confiança e pela cortesia do livro que será sorteado ao final dessa resenha ~leitores sambam~

A Redoma nos apresenta um futuro destruidor para a raça humana, nosso planeta Terra não existe mais e agora vivemos em naves espaciais a procura de outro planeta habitável para nós.

E encontramos, Vetter.

Vetter é um planeta que já tem a sua população, os vetterianos. Nele há A Redoma, que nada mais serve para a reprodução dos vetterianos, destruição da redoma resulta a extinção dos vetterianos. E claro, a "colonização" feita pelos humanos em Vetter não é lá aquela coisa boa, então se começa uma guerra em exterminar todos os vetterianos dando a oportunidade dos humanos começarem do zero, como se fossem os únicos habitantes daquelas terras (para os futuros livros didáticos de história).

E essa colonização em Vetter me incomodou muito, porque senti um deja vu: Portugual x Brasil. Os portugueses chegaram aqui como se tivessem "descoberto" um território totalmente novo (sqn, já havia uma galera cuidado do nosso Brasil) e acabaram com a população indígena (pesquise o número de índios hoje e antes).

Mas antes de começar de fato o extermínio dos vetterianos, foi separado grupos de pessoas para explorar o lado escuro de Vetter. E um desses grupos tinha algo na cabeça, porque não eram a favor da matança de vetterianos e então eles encontram o 7814 (vetteriano), começando uma luta desse grupo para proteger essa raça das mãos dos humanos mal intencionados.

A Redoma tem uma narrativa em terceira pessoa, muito (muito) detalhada, tudo foi pensado em relação aos vetterianos, seu idioma, sua aparência (tanto física quanto biológica), seu planeta Vetter, etc. E por ser uma ficção científica, o que não falta são palavras de cunho científico por isso é um pouquinho mais rebuscado. Tive uma certa dificuldade de início, mas quanto mais eu lia, mais a vontade com a narrativa eu ficava. E precisa de mais um pouco de atenção do leitor na de A Redoma por conta desse mundo construído pelo autor, você tem que acompanhar tim-tim por tim-tim, senão você se perde.

Quando finalizei a leitura de A Redoma me senti lendo A Esperança (Suzanne Collins)... Ambos não economizam nas mortes, ambos são escritores assassinos HUAEHUAEHUAE. Mas ambos quiseram mostrar para os leitores um final real, onde o lado bom e o lado ruim perdem, mas há uma chance de recomeçar da forma certa (ou menos pior).

A Redoma foi uma leitura sensacional, com personagens humanos (outros não tão "humanos" assim), com um belo desenvolvimento/construção da trama, e olha que não sou muito chegada a ficção científica. Indico a todos os fãs do gênero, vocês irão adorar!

E agora vamos para o sorteio de um exemplar de A Redoma!

Primeiros as regras: 

- Residir em território brasileiro;
- Resenha Premiada começa dia 29/11 e termina dia 15/12;
- Comentar na resenha de forma construtiva e deixar um e-mail válido para contato;
- O ganhador terá 48h para responder o e-mail de contato do Livroterapias;
- Envio do prêmio será feito pelo Livroterapias em 20 dias úteis;
- Em caso de perda/dano não será responsabilidade do Livroterapias.

a Rafflecopter giveaway

Boa sorte a todos!

 

14 comentários

  1. Parece ser um livro bem bacan, quando eu li o título achei que era tipo Sob a Redoma, mas não tem nada haver. Gostei do fato de ser como A Esperança cheio de mortes haha, acho super legal livros que contenham mortes, porque tendo mortes geralmente tem ação e eu adoro isso em um livro. Gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
  2. No começo da resenha lembrei de The 100. Achei que deve ser bacana. E gostei de saber que você lembrou de A Esperança. Não gosto muito de mortes desnecessárias, mas quando um autor quer mostrar a realidade, não tem como não tê-las.
    silcrepaldi1981@hotmail.com


    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Olha para ser sincera eu sempre vi esse livro nos Blogs, mas nunca me interessou muito em comprar. Mas eu não o julgo, até porque eu gostaria de ler antes de tirar qualquer tipo de conclusão. E pela história que vc falou me pareceu bastante interessante. É aquele negócio, a gente julga o livro pela capa e não devemos nem fazer isso, porque podemos estar perdendo uma grande história né? Eu vou ver se dou uma chance para leitura uma hora dessas, mas por enquanto ando tão atolada que nem consigo dar conta dos que já tenho hahahaahaha
    Mas eu vou colocar na minha lista que não para de crescer FELIZMENTE =x

    Parabéns pela sua resenha querida
    Ficou muito bom
    Se cuida e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nat, tudo bem?

    Nossos autores nacionais sempre dão show. E o mais incrível é que sempre estamos conhecendo novos nomes. Este livro parece ser interessante. Sucesso para o Felipe

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi meninas!! (Rízia que sempre comenta no L&E) rsrsrs
    Essa mistura de ficção científica e distopia parece interessante. Não é algo que eu leia com frequência, mas pra quem curte é um prato cheio e o fato de ser nacional merece todo o meu <3
    Sucesso pro autor e pra quem ganhar o exemplar... beijos!!

    http://literaturaeeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. estou procurando ler novos livros brasileiros, acho que esse é uma boa pedida depois da sua resenha.

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Não conhecia o livro, mas parece ser muito bom!! E só de comparar com os livros de Suzana já fiquei desejando!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a obra, mas adorei e fiquei com uma vontade imensa de ler. Primeiro porque adoro obras que envolvam viagens interestelares e segundo que gosto de distopias que mostrem essa matança e a crueldade humana. E claro, que também cheguemos a ver o nosso lado bom.
    Adorei!

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, estou participando do sorteio. Meu nome no formulário é Marcos de Sousa.

      M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

      Excluir
  9. Uma outra resenha que li não foi tao positiva desse livro, eu ja tinha me interessado, pq eu li Sob a redoma do Stephen King e a "redoma" me chamou a atenção...rsrs
    Gosto desse tipo de historia que conta o fim da raça humana, e mostra uma maneira diferente de começar, e achei bem interessante esse negocio de ir pra outro planeta, então são fortes emoções heim. pra ser comparado com A esperança... Ja quero demais.. o//

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de deixar meu e-mail:
      Douglas Fernandes
      douglas_bouvier@yahoo.com.br

      Excluir
  10. Nathalia, querida, nunca leio livros de ficção, sabe? Sei lá, acho que minha imaginação não tira os pés do chão. Preciso acreditar no autor pra permitir uma viagem dessas.
    O que gostei dessa proposta é a crueza da coisa, mostrando que tudo tem uma versão boa e má, nada é absoluto. Admiro quando um autor me convence que aquele final é plausível e merecido, ainda que seja contra minha torcida.
    Beijo!

    Resenha de uma bonita história de esperança e perdão: O Cavalo de Lata:
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  11. Fico feliz em saber que esse é um livro nacional bem escrito e com uma trama empolgante. Não vou participar do sorteio porque já tenho o livro e devo ler em breve.

    ResponderExcluir
  12. Oi Nathália!

    Este livro definitivamente faz meu tipo!! Adoro ficção, com essa pegada de guerras, morte e tudo o mais. Quando envolve a destruição da Terra então, aí que eu preciso ler mesmo, acho que sou maléfica em partes Huhasuhushauh... mas acho uma boa premissa de livros, filmes ou séries. E esse livro parece excelente em relação a essa temática, adoro detalhes, personagens interessantes e bom desenvolvimento. A Redoma parece ter tudo isso! Vou ler com certeza num futuro!

    Super curti a resenha e espero muito ganhar o livro hahaha

    Beijo!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir