Resenha: Lilac

Lilac

Autora: Deise Müller
Editora: Novo Século
Páginas: 392
Sinopse: Lilin, uma súcubo ambiciosa, tenta aniquilar Lúcifer em como punição, é enviada a Terra e destituída de seus poderes. Transformada em feiticeira, Lilin assume vários consortes e começa um plano para reinar sobre os seis clãs dos feiticeiros. Meg cresceu acreditando ter herdado habilidades mágicas de sua tataravó feiticeira. Abandonada ainda bebê pela mãe, seu pai tenta fazer com que ela e sua irmã se interessem pela arte oculta, porém a última coisa que uma adolescente quer é aprender feitiços com sangue de galinha e adagas afiadas. Entretanto, quando Lauren, sua irmã, é assaltada e baleada, e Lucas seus ex-namorado, desaparece misteriosamente Meg se arrepende de não seguir os conselhos do pai. Meg retorna à cidade onde cresceu, para se afastar da dor do passado e da acusação nos olhos do pai. Seu passado, no entanto, não está disposto a deixá-la em paz. Craft, o suspeito inicial no desaparecimento de Lucas, acaba sendo o rei do clã Domovoi, o mais poderoso dos clãs, e sua única esperança de escapar de seu caçador, e da escuridão na qual seu coração se afundou. Mas quando sobreviver pode significar ser um receptáculo ambulante para um demônio que planeja destruir tudo o que você ama, e morrer significa destruir o coração daqueles que te amam, o que fazer? Um demônio banido… Uma linhagem condenada… E uma atração inevitável. O amor realmente supera tudo?


Essa semana o Livroterapias fechou parceria com a autora Deise Müller e finalmente tirei Lilac da minha Estante de Não Lido, ufa, e porque demorei para ler? Socorro.

Primeiro preciso avisar que a Deise não está mais na Novo Século e sim na Literata, e Lilac mudou de capa, vejam a nova:

Via: Rk Design
E em segundo lugar preciso avisar que Lilac é uma leitura com um toque erótico e sobrenatural, o erótico não é a prioridade do livro, mas há cenas do casal de forma beeeeeem sensuais ou até mesmo chulas (depende de como você gosta de ler uma cena de sexo num livro).

Lilac é narrado em primeira pessoa, pela personagem Megan. Ela luta diariamente para não entrar em depressão pela perda de sua irmã e o afastamento de seu pai, e além disso Megan cresceu acreditando que fosse possuidora de magia, e tem mesmo. Nisso ela só quer viver normalmente mas, o seu destino não é esse. Até que sua prima a convida para ir em uma boate, sua vida muda completamente.

Megan conhece Craft, o rei do Clã de feiticeiros Domovoi. O primeiro contato deles foi de pura luxúria, Craft é um cara que chama atenção de qualquer mulher, com cabelo longos (e mechas prateadas, sério, achei um charme, sos) e toda sua sensualidade (sim, estou apaixonada). E nessa mesma situação o ex-namorado de Megan, o Lucas, aparece na boate atrás dela e no dia seguinte Megan descobre que ele foi sequestrado. Tudo indica que os sequestradores do Lucas sejam os mesmos responsáveis pela morte de sua irmã e nisso ela pede ajuda de Craft... Ou melhor, ele se oferece para cuidar de Megan.

"'Craft, por que você iria querer se envolver nessa bagunça?'
'Por você. Eu não quero que você se machuque, e pelo visto, entre nós dois, eu sou o único preocupado com isso.'"
Página 45

Então Megan conhece o universo dos feiticeiros, descobre um pouco mais sobre os seus poderes (que são extremamente fod@s), sobre os clãs e tenta de toda forma descobrir quem é que está organizando essa busca ft. sequestro por ela e porque ela é tão importante para esses desconhecidos. Não vou entrar em detalhes sobre o mundo criado pela Deise porque senão perde a graça .-. Mas digo com todas as letras que o desenvolvimento do enredo principal do livro foi certamente escrito seguindo uma lógica mas com uma mega dose surpresas.

Nosso casal principal, Megan e Craft, tem uma bruta química, nunca vi! Eles juntos são interessantes mas separados também, e isso que é o melhor de tudo.

"'Você fica encantadora quando bebe.' (...)
'Em outras palavras, você está tentando me embebedar'".
Página 99

Lilac não ficou só focado no romance entre Megan e Craft, a autora explorou todos os personagens, não da mesma forma que o nosso casal, mas mesmo assim não os deixou de lado. Delion é o charminho em pessoa, é o irmão (adotado) de Craft, ele tem o seguinte papel no enredo: deixar as coisas mais leve e se tornando um bom amigo para Megan. Outra personagem super interessante é Helen, que é uma das surpresas de Lilac, Helen é uma criança quieta e que vive amedrontada mas Megan a salva e se tornam boas amigas. Como disse, são vários personagens apresentados e nisso, vários problemas que interage com o problema central do livro.

Gente vocês não tem A noção de quanto gostei desse livro, primeiro de tudo a Megan é uma personagem forte, ela sabe ter o mimimi na hora certa e isso tá perfeito. Craft é um gostoso, pra falar a real, ele sabe ser um cara apaixonado mas também sabe ser um Rei digno do clã.

"Craft cometeu dois erros, em uma única só vez. (...)
O segundo foi querer me marcar como um território, sem conquistar nenhum direito para fazer isso."
Página 112

A história de feiticeiros e demônios foi fantástico, Deise montou um desenvolvimento sem pressa e todas as cenas no enredo teve importância, t o d a s. E essa linda maravilhosa autora, terminou o livro de uma forma QUE NÃO PODESSSSSER, agora estou a chorar para ler Silver ;-;

E deem uma olhada na capa de Silver:

Silver no Skoob
Sobre a edição (vou falar a edição da Novo Século), gostei da capa mas a atual é bem mais "Megan" HAUEHAUEHUAEHU, a diagramação, espaçamento e fonte é aquela padrão da NS para os Novos Talentos.

Em suma, Lilac foi uma bela obra inicial da autora, conheci a narrativa dela e confesso que adorei, ela sabe dar uma palhinha de respostas e ao mesmo tempo nos trás mais dúvidas e apreensão. Lilac é um livro que te mostra o valor da família, do amor, as responsabilidades que os personagens devem tomar (sempre pensando no próximo).


4 comentários

  1. Own Nat, muito obrigada! Amei a resenha <3 Que bom que o Craft enfeitiçou seu coração ;)
    Adorei os quotes que vc escolheu, e, principalmente, sua observação final sobre o livro. São justamente esses os valores que eu queria passar para meus leitores. Obrigada por ressaltá-los.
    Sua resenha é uma delícia de ler. Divertida, diferente, e o melhor, nada de spoilers pesados. Amei. Estou LOUCA pra ler a de Silver.
    Um suuuuper beijo pra vc e seus leitores divos!
    www.facebook.com/serielilac

    ResponderExcluir
  2. Olha, me convenceu, estou querendo ler mesmo algo sobrenatural e não me importo nadinha com o erotismo e ainda tem uma amor difícil? É comigo mesmo rsrsrs!

    Adorei a dica!

    Bjs, Michele

    ResponderExcluir
  3. Lilac parece ótimo, amei a capa, a sinopse, a resenha tudo, com certeza irei ler

    Tem resenha nova no blog, beijOoOo
    blog Livros com café

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ótimo, me deixou mais curiosa para lê-lo. Droga! Toda vez que visito meus parceiros aumento minha lista em 100.Rsrs.
    Mais esse vai para a lista!

    Bjim!

    Tammy - Livreando

    ResponderExcluir