Resenha: Híbrida - Neblina e Escuridão

Híbrida

Autora: Mari Scotti
Editora: Novo Século
Páginas: 360
Sinopse: Por toda vida Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobisomem como era esperado, e afastava-se cada vez mais desta natureza. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina. Há quase cem anos a rainha dos vampiros fora sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei omisso e cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une a maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo a morte e subjugar todos os seus iguais. Ellene e Milosh mal sabem que o que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio.

Híbrida no Orelha de Livro & Skoob

Vou ser sincera... Eu realmente não sei como começar a resenha desse livro AAAAAAA

Vocês não tem a noção de quanto a narrativa da Mari Scotti é maravilhosa, foi ótimo ela ter escolhido a narrativa em terceira pessoa, finalmente uma autora que escolhe a "terceira pessoa" e amplia a narrativa com o ponto de vista de vários personagens <3

A Mari soube construir um enredo de fantasia urbana, que se passa em São Paulo, nos apresentando a comunidade "vampiresca" e a de homens-lobos de uma forma completa - mas claro, deixando as brechas para os mistérios do livro, porque é o que ela sabe fazer de melhor: dar informações e não responder, logo, deixar o leitor aflito e choroso por não saber o que pensar, obrigada.

Ellene é uma das personagens principais, e tem uma grande crise de identidade pois ela fora criada na comunidade dos lobos, vive com uma família de lobos (ela é adotada e sabe), tem um melhor amigo que é lobisomem mas é a única (e mais velha) loba que ainda não se transformou. Ela não sabe o porque desse atraso e isso se torna uma "pedra no sapato" de Ellene, deixando-a com o sentimento de reclusão por não ser lobisomem completamente e pra completar, ela também tem que escutar e aguentar outras teorias sobre sua verdadeira identidade.

Ainda no ambiente dos Lobisomens, Ellene tem um melhor amigo, o Tomás (bleh), ele é o famoso melhor amigo apaixonado que está na friendzone, Ellene até tenta dar uma chance ao romance mas ....  ela sabe que no fundo ele é sem sal (Mari que me perdoe).

Do outro lado da moeda, temos a comunidade dos vampiros. Conhecemos Milosh (um vampiro mucho sensual) que sofre há anos com o sumiço da Rainha (e amada) Elizabeth. Como está quase completando 100 anos do sumiço da Rainha é preciso que o clã dos vampiros se reúnam e escolham outro líder. Claro que Milosh não aceita ter que escolher outro líder, ele ainda tem esperanças de encontrar Liss e prosseguir com seu reinado (porque de acordo com ele, Elizabeth governa de uma boa forma, ao contrário de quem poderá pegar o seu lugar).

Mas Heidy (MARAVILHOSA) aparece e salva a bunda do Milsoh. Heidy é uma híbrida (metade humana, metade vampira) e uma das mais poderosas já vistas, seu sonho desde sempre foi estar no trono e com os seus poderes mais desenvolvidos ela traça um plano para atrasar a escolha de um novo rei/rainha e em contrapartida ela tira uma casquinha de "ser uma rainha".

Haidy pode ser vista como uma megera e manipuladora, mas eu gosto dela, gosto porque ela consegue demonstrar sentimentos verdadeiros pelo Milosh (mesmo que as atitudes não são as melhores), eu a compreendo.

A Rainha Liss é a personagem que nem apareceu no livro mas já desconsidero pakas. Não sei como explicar, mas meu sexto sentido de leitora sempre me dava um aviso "essa rainha é paia". A relação de Milosh com Liss (graças aos flashbacks) dava pra perceber que eram um belo casal, mas pra mim eles não tem química. A Rainha é sempre vista como a "perfeitinha" e minha desconfiança grita. E Milosh não é muito leal não... Se deixou levar por coisas mundanas -q

E outra coisa que não posso esquecer de citar é que Ellene e Milosh estão ligados, Ellene desde sempre tem sonhos com Milosh e Milosh conversa com Ellene por telepatia, as vezes pensando que é a Elizabeth e a coisa mais broxante de tudo é: eles não se conhecem. Então você leitor vai estar a todo momento gritando enquanto lê "ELLENE NÃO, VAI POR ALI PRA VOCÊ ESBARRAR COM O MILOSH" ou "MILOSH É A ELLENE LAZARENTO, VAI LÁ!". Mari é a rainha da trollagem.

E no desenvolver do enredo muita coisa vai aparecer, as questões do início do livro não serão mais importantes, porque a autora consegue trazer ao leitor novas aflições e a ânsia de novas perguntas e respostas. E treta entre os vampiros e lobisomens será aflorada novamente

Como citei, Híbrida é uma fantasia urbana, ou seja, você verá muitas referências do ambiente urbano de São Paulo <3 Quem não é de SP vai acabar conhecendo alguns lugares mais famosos ou badalados da cidade. A autora também cita alguns problemas sociais da cidade, tudo isso sempre incluindo a realidade fantástica (vampiros e lobisomens).

"O cheio do centro de São Paulo lembrava o de um banheiro sujo. O número de mendigos e moradores de ruas na região era enorme, eram totalmente esquecidos pela população. Nem humanos nem vampiros se importavam (...)"



E a finalização desse bendito livro... É daquele que faz o leitor ficar descabelado, SOCORRO.

Por conta disso, eu, a leitora revolta que não aceita que a Novo Século ainda não publicou o Guardião - continuação de Híbrida. Fiz um evento FAKE/FALSO em petição a publicação da continuação de Híbrida! Na legenda da foto terá o link para o evento, confirmem presença, queremos mostrar a Novo Século que Híbrida tem seu público e ele está MEGA ansioso para a continuação!

Evento


Híbrida é o meu mais novo queridinho na estante de nacional então eu vou sempre indicá-lo a quem tem interesse de ler um ÓTIMO sobrenatural.

"Só somos enganados se não conhecemos a verdade..."








5 comentários

  1. Cara, Híbrida é tudo de bom. A Mari é fantástica! *--*
    Tu já leu a outra série, Nefilins? É mt boa tb. ♥ Pietro ♥
    Adorei a resenha, o jeito que tu se expressa é tão 9vinhaKovas AUSHASUAHSUAHUHS <3
    Beijos 9Kovinhas,
    http://mundodanoite.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Genteeeeee quando eu entrar no PC vou comentar tudoooo! Eu ri demais com a sua resenha! Obrigada pelo carinho com Híbrida. Vou comentar melhor. S2

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus, já li tanta gente falando bem do livro que fiquei tipo assim PRECISO LER.. realmente parece ser tudo que falam.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog

    ResponderExcluir
  4. Agora simmm vou comentar decentemente! AMEI A RESENHA, ameiii tudooo e já avisei a NS pra publicar a resenha na página <3 Espero que publiquem liro liro (8).

    Vou comentar tudinho! kkkkk
    Menina, você acredita que Hìbrida era em primeira pessoa e pela visão do Milosh? Só que o Milosh é tão deprimido que me dava urticárias ficar na cabeça dele o tempo todo e decidi reescrever tudo em terceira. Fico feliz que aprovou! <3
    "(...) dar informações e não responder, logo, deixar o leitor aflito e choroso por não saber o que pensar, obrigada." Eu não sou tão má assim, daqui a pouco o povo vai achar que eu esfaqueio o leitor e tal. KKKKK
    Eu gosto de revelar nas entrelinhas, como disse antes, todas as respostas estão no livro 1 e quando ler a sequência você vai pensar: "Puts tava lá e eu não notei!" Muhahahaha ♥
    Ah o Tom não é sem sal tadinho, ele só não faz o tipo da Ellene. Quando vocês descobrirem de quem ele é o tipo, eu vou ver tooodo mundo pagando a lingua nas resenhas futuras e dizendo: Tommmmm Tommmm Tommmm ♥
    kkkkkkkkkkkk
    Leia a resenha e os comentários na sequência, pra me entender, KKK
    Ninguém gosta da Elizabeth logo de cara, eu compreendo. :P Mas o Milosh não ser assim tão certinho... vou comentar algo, o cara ta na seca a mais de 100 anos coitado! KKKKKK Ele tem que cometer alguma gafe. KKKK
    "Mari é a rainha da trolagem". Nem posso negar... quem leu o conto que coloquei na Amazon, o livro e viu os vídeos-spoiler-não-tão-spoiler-assim, vai concordar com você. Eu concordo. KKKKKK Mas eu gosto da ideia de revelar não revelando. É legal ouvir as teorias de vocês. ♥
    Legal ver que se sentiu em SP com a inserção do cenário. Confesso que tive receio de apresentar os problemas da cidade, mas se não usar a arte para alertar de alguma forma, não tenho outro jeito de "protestar" kkk.
    Obrigada pelo apoio Nathy, pela resenha foférrima e divertida! E mais, pela campanha. Tenho fé que alguma coisa vai dar certo. Mesmo que não seja a NS que veja que os leitores querem a continuação. Alguém verá.
    Obrigada mesmo!
    Já te considero para caramba e nem é só porque você gostou do meu livro. Você é muito querida dentro e fora do mundinho literário.
    Beijocas

    Mari Scotti

    ResponderExcluir