Resenha: Geek Love - O Manual do Amor Nerd

Geek Love

Autor: Eric Smith
Editora: Gente
Páginas: 208
Sinopse: Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros. Não se desespere, jovem Padawan! Deixe Smith guiá-lo por esse caminho e descubra que amar é muito mais do que flores e bombons. Afinal, nada é normal na vida do nerd, e o amor não é senão o mais extraordinário dos fenômenos humanos.

Geek Love no Orelha de Livro & Skoob

Geek Love foi a cortesia da Editora Gente do mês passado, e antes de tudo ele é um livro de auto ajuda. Siiiim, auto ajuda - muita gente tem um "preconceito literário" com esse gênero, então é bom eu deixar bem avisado HAUEAHUEHAUEAUE

Como não tenho (ou tinha problemas) com auto ajuda, não pensei duas vezes em escolher Geek Love para a leitura, tudo bem que meu mundo amoroso/literário não seja o mais Geek do universo mas não me senti tão excluída na leitura (porque ele tem muitas MUITAS referências de jogos, personagens, HQ's, que todo e verdadeiro nerd sabe).

Até a metade do livro confesso que estava dando risadas e concordando com o autor no desenvolver do tema principal "o passo a passo de como ter um romance". Mas da metade pro fim veio uma bomba de conselhos bobos, de uma grande padronização dos relacionamentos que eu parei a leitura e pensei "cara, não é possível ser assim pra todo mundo" e não é.

Eu fiquei tão envolvida com o começo do livro que acabei esquecendo que eu não devo generalizar em nada do que li. Algumas coisas são verdades e podem funcionar e outras não. Acho que me toquei nisso porque não estou "a procura do cara perfeito", e mesmo quem estiver nesse momento de "procurar o cara/mina certo/a" não leia o livro como se fosse uma criança de 11 anos lendo a seção da revista Capricho de teste e questionário: "Como ser uma boa namorada" ou "Você sabe chegar no garoto?", que vai seguir a risca tudo que o autor escrever. E é isso que tento fugir em livros de auto ajuda, eu leio e gosto mas não pego todos os ensinamentos/dicas e incluo da minha vida e tento ter uma receita pronta pra conseguir ter um relacionamento sério, ser uma pessoa de sucesso, etc.

Vocês podem até me dizer "Mas Nathália leve na brincadeira tudo isso." eu levo, mas poderá ter leitor que não leve, e aqui está o meu papel de dar um toque que: não siga uma receita, a vida é espontânea.

Mas o autor não só deu dicas de como conseguir levar pra frente um relacionamento sério, de como se portar no primeiro encontro e blá blá. Ele também "criticou" o quanto a tecnologia vem afastando as pessoas do mundo real: se você quer terminar com alguém você termina via SMS, se quer paquerar alguém você só faz isso via inbox do Facebook. O Eric tenta a todo modo mostrar que é possível você casar o real com a vida virtual de uma forma que nenhum dos lados fique mais focado. E acredito que sendo uma jovem da geração do sms/whatsapp e tudo mais, acho válido essa discussão que o Smith faz - de uma forma bem humorada claro, o livro é muito bem humorado. 


"Porque uso a tecnologia como uma ferramente, não como uma muleta"



Como o livro é escrito num ponto de vista masculino, as mulheres podem pensar que o Eric acabou esquecendo de nós, mas não, sempre em algum tema que não dá pra explicar de forma universal o autor acaba abrindo um parentese para as leitoras :3

Já a edição da Editora Gente ficou muito boa, o livro pequeno (vocês não tem noção de como eu gosto de livro pequeno de tamanho e não de folhas lol) e com as ilustrações bem coloridas.

Por mais que tenha sido um livro de auto-ajuda dá pra tirar muitas risadas e conhecer mais do universo Geek.

Ps: o autor Eric Smith é um amorzinho, ele te responde pelo Insta e Twitter, ele é de fácil acesso, então aproveitem :3

6 comentários

  1. Nunca li nada do gênero, não por preconceito e sim por falta de oportunidade mesmo.
    Parece ser um livro leve e gosto disso.

    Bjim!
    Tammy - Livreando

    ResponderExcluir
  2. Acho esse livro uma gracinha desde a primeira vez que vi! Não sabia que era de auto-ajuda, mas como também não tenho preconceito com o gênero, ele continua na wishlist. Adorei a tua resenha :}

    Beijos,
    http://rockmyshoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Quase nunca leio auto ajuda , mas olha: com uma capa dessa pq nao ne?? Fiquei mt felix quando vi q a editora lancou aqui no brasil...

    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
  4. Oii
    A edição desse livro está liiiinda! Realmente, não dá pra levar todos os conselhos ao "pé da letra", mas tem bastante coisa interessante, principalmente essas dicas ligadas a tecnologia.

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Uau! Que história!
    Ótimo texto de resenha. Meus parabéns! Amei a maneira que vc usou para se expressar, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha! Porque você realmente refletiu sobre o que leu. Não se deixou levar pelas ilustrações e pelos comentários gerais. E é verdade... "guia do amor nerd". Entendo a intenção de fazer um livro que ajude quem se enquadre no público alvo, mas não dá para seguir à risca tudo que está lá. Como você disse, como nessas revistas femininas (os dez passos para o amor, conquiste o gato, blá, blá, blá..) kkkkkkkkkkkk.. Adorei você ter frisado isso.
    Começo a ler o livro hoje e vou ver o que acho. Achei a edição linda! As ilustrações e a diagramação estão muito fofas.
    Gostei do seu blog!
    Beijos!
    http://vivianpitanca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir