Resenha Dupla: A garota que você deixou para trás

A Garota que você deixou para trás

Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca 
Páginas: 384
Sinopse: Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo.

A Garota que você deixou para trás no Orelha de Livro & Skoob

Hoje pela primeira vez na história do Livroterapias, faremos uma resenha em dupla :3
O que estiver em itálico é a análise da Rízia e o que estiver com a fonte normal é a minha.

Já tinha ouvido falar na Jojo Moyes por causa do livro "Como eu era antes de você" - ainda não lido por minha pessoa - porque geral elogiava e chorava com o seu final (que por sinal eu já sei lol) e quando vi a publicidade da Intrínseca sobre o lançamento do novo livro da Jojo me interessei automaticamente, principalmente com o seu título convidativo.

'A Garota que você deixou pra trás' nos conta na primeira parte, a história de Sophie, uma mulher de punho forte que vive num cenário de Primeira Guerra Mundial. E graças a esse cenário Sophie é separada de seu marido Édouard - um pintor - que fora mandado para a Guerra. A cada dia da vida de Sophie ela só quer saber o paradeiro do seu marido mas não será algo fácil de se ter, ela precisa ser "amiga" do Herr Kommandant do exército alemão - vulgo exército inimigo - que está hospedado na sua cidade e no seu hotel. Com esse envolvimento com o Kommandant, Sophie põe em risco sua vida, além de sofrer preconceitos extremos com os cidadãos e pseudo amigos de sua cidade, que só serviam para julgá-la mas nunca tiveram uma gota de coragem que essa mulher teve. Sophie de fato é uma das personagens femininas mais corajosas que já li.

"- Estão satisfeitos? - indaguei com a voz embargada. - Há uma criança deitada lá em cima depois de ter visto a mãe ser cuspida e escarnecida, tratada com brutalidade por vocês. Pessoas que ela considerara amigas. Estão orgulhos?"
Página 89 

Um dos pontos mais interessantes na minha leitura dessa primeira parte - que se passa na Primeira Guerra Mundial - é que eu não tinha a raiva ou o ódio da Guerra em si, mas sim da atitude das pessoas em volta de Sophie, que são da mesma nacionalidade e que estão vivendo uma desgraça juntos mas mesmo assim o ser humano tem a capacidade de ser um ser extremamente escroto, falando o português claro.

Mas como Sophie iria conseguir alguma informação sobre o possível paradeiro de Édouard? Graças ao quadro que ele fez para ela, A Garota que Você Deixou para Trás. Herr Kommandant tem interesse pelo quadro e pela própria Sophie, então já imaginam como vai ser...

E vamos para o ano de 2006 - segunda parte do livro - que conhecemos outra personagem feminina e forte, a Liv a mulher que possui o quadro de Édouard, mas que não deveria pertencer porque a família de Édouard está atrás dele, e esse é o tema da segunda parte do livro, uma guerra de um objeto valioso no sentido dinheiro para a família de Édouard e um objeto valioso de memórias e recordações por parte de Liv pois fora um presente de lua de mel de seu marido David que está morto. E mais uma vez o ser humano - família do Édouard - é um pé no saco que quer acabar com o próximo, eu realmente ficava louca quando lia a parte da atualidade do livro porque eu sabia qual era o sentimento de Liv pelo quadro, algo que ninguém da família Lefèvre iria entender ou sentir.

"- Essa gente não liga para Sophie. Só pensa no dinheiro.
- Caramba, Liv, é um quadro.
- Não é só um quadro! Ela foi traída por todos que a cercavam. Não teve ninguém no fim! E ela... é tudo que me sobrou."
Página 302

Nossas mulheres neste livro estão lutando contra uma perda e traumas e por mais que aconteça coisas ruins a elas, elas são um exemplo de personalidade forte e garra. Mas claro, por detrás de uma casca de coragem há também uma película de dúvida e receio, algo normal de se acontecer com as duas por conta de cada evento ruim que foi acontecendo a elas.

"Para ela, a multidão só pode ser uma afronta ao seu estado solitário. Eu já fui uma de vocês, pensa, e não consegue imaginar como seria voltar a ser assim."
Página 268

Eu realmente amei a Jojo e sua escrita, em ambos os tempos - por mais que sejam diferentes, sociedade diferente, cultura diferente - ela faz o favor de criticar a atitude do homem - no passado a atitude julgadora que fizeram com Sophie por causa da forma que ela quis usar o quadro como uma carta na manga para conseguir informações sobre Édouard e em 2006 que também julgaram a Liv como "ladra" de algo que é histórico. Não posso dizer que "Sim, é certeza que a Jojo queria causar esse impacto com o leitor" mas foi dessa forma que me senti ao ler as atitudes das pessoas envolta das nossas duas personagens principais. Os personagens secundários, tanto da primeira parte quanto da segunda parte do livro foram construídos de uma forma completa, outro ponto positivo para a autora, ela não passou só por cima de cada um, mas a história deles também se interligavam com as nossas personagens e isso é fantástico.

Em suma...

Cenários:  A primeira parte se passa durante a 1ª Guerra mundial, em 1916, na cidade francesa St. Peróne e na segunda parte, no ano 2006, na cidade de Londres.
Narrativa: Como o livro é divido em dois tempos, o primeiro tempo a narrativa é em primeira pessoa - Sophie Lefréve - e o segundo tempo é narrado em terceira pessoa, pegando o ponto de vista de vários personagens durante a narrativa. 
E a Jojo escreve muito MUITO bem.
Personagens: O livro está repleto de personagens fortes e encantadores tanto na primeira quanto na segunda fase do livro. Destaque para Sophie e Liv, duas mulheres fortes e muito bem construídas psicologicamente.
Capa: Achei a capa linda. As cores estão perfeitas e gosto da menina sombrada. Porém, não reflete muito a história do livro. Já eu achei a capa bem simples e um pouco leve para um enredo que mexe e remexe com você.
Temas: Amor - família, marido e esposa, amigos -, guerra - perdas, conquistas, disputas, egoísmo.
Pontos Fortes:  Intensidade. Tudo é muito sentido pelo leitor. Todas as emoções são fortes, tanto as boas quanto as ruins. 
Pontos Fracos: Deixa eu pensar... Não encontrei. Jojo soube conduzir muito bem a história em geral e cada detalhe ficou muito bem arrumado.
O começo é meio parado, foi o único ponto fraco pra mim.

Espero que tenham gostado da resenha e deem a oportunidade de ler esse livro, eu garanto que não haverá arrependimento, somente terá riso e choro.

~Nathália e Rízia

19 comentários

  1. Eu só li um livro da JoJo e apesar de sofrer muito com o final amei. Gostei muito da resenha e acho que vou amar este livro também.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Gostei muito da resenha dupla. Queria fazer uma leitura dupla para trocar figurinhas. Já ouvi ótimas coisas sobre os romances dessa autora e esse parece ser tão comovente quanto os outros. Gosto do tema da guerra e de livros que abordam tempos diferente. Ótima resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa meninas, parece ser um livro no mínimo denso e gostei do fato de ter duas fases, algo nem tanto comum, quem sabe ate pode virar filme!!! Excelente resenha a de vcs!

    Bjs, Michele

    ResponderExcluir
  4. Kovas e Rizia, parabéns pela resenha!! Eu sou louco para ler algo da Jojo e depois dessa resenha, eu definitivamente preciso ler algo dessa mulher!

    Robs - http://www.perdidoempalavras.com/

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nenhum livro da autora, mas claro que quero mudar isso e ler.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie! Ainda não li esse livro, mas deve ser bom ^^
    Bjs, comenta por favor nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/02/segredos-e-mentiras.html

    ResponderExcluir
  7. Olá! Nunca li nada da autora, mas tenho muita curiosidade, já até baixei um pdf uma vez, mas acabei colocando outros livros na frente.

    Adorei a ideia de resenha dupla. :)

    Samantha Monteiro

    http://www.wordinmybag.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Li Como eu era antes de você e ameeei ♥ Estou louca para ler esse livro, mesmo que ele fosse chato ou terrível...kkkk a autora realmente me conquistou ^^
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. oiiii
    eu já li tds os livros lançados pela Jojo e amei tds! Eu não sei se gosto mais desse ou de Como eu era antes de vc - que vc tem q ler msm sabendo o final hehehe
    li recentemente esse livro e ainda não resenhei no blog, mas será apenas coisas positivas, assim como vc n vi pontos negativos nesse livro, tão bom né? *.* é um dos melhores que li no até agora (mesmo que tenha sido só 20 até agora) :p

    bjinhus

    -TÍTULOS DE LIVROS

    ResponderExcluir
  10. Eu não imaginava que o livro se tratava disso quando lançou, mas agora, ao conhecer mais, fiquei muito curiosa. Gosto de obras intensas e tocantes, e todo mundo fala bem das obras da autora em geral, além disso, como você mesmo ressaltou, a capa é linda.
    Ótima resenha.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu só li "Como eu era antes de você" e não gostei do livro, a autora me deixou traumatizada e eu jurei nunca mais ler nenhum livro dela. Mas, confesso que vocês me deixaram curiosa com a resenha, o problema é o gênero que não é dos meus preferidos. Talvez eu consiga ler esse livro mais para frente. rsrsrsrs
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,

    Rafa{Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Eu tenho esse livro d ema compra que fiz recentemente e estou super ansiosa para começar a leitura. Uma coisa é certa, a Jojo escreve bem demais. A mulher sabe tocar o coração do leitor com suas palavras.
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada do autor, espero conseguir encaixa-lo na minha lisitnha.
    E se você não encontrou pontos fracos a dica é mais que válida.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  14. Meninas, eu li A última carta de amor, da Jojo Moyes, e ela usa esse mesmo recurso de contar a história em dois tempos. Eu gostei bastante daquela vez, e parece que funciona do mesmo modo com esse livro. Espero ter oportunidade de ler algo dela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá! Te indiquei para uma TAG lá no meu blog:
    http://portaoazul.blogspot.com.br/2014/02/tag-primeiro-e-ultimo.html
    Beijinhos
    Ana Samuel

    ResponderExcluir
  16. Hey! :3

    Eu tô louquinha pra ler esse livro, virei fã da Jojo Moyes depois de ler Como eu era antes de você. Amei a resenha, me ajudou a entender melhor a história, tinha achado a sinopse meio confusa haha

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, meninas!

    Estou doidinha para ler esse livro, mal posso esperar para tê-lo. Gosto da temática que ele aborda e já me falaram muito bem da autora. Adorei a resenha, por sinal!

    Beijão,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Estou lendo Como eu era antes de você, da mesma autora e estou amando! Pretendo ler esse em breve também. A escrita da Jojo é incrível!

    Adorei a resenha dupla!

    Beijinhos
    Carol - Livreando

    ResponderExcluir
  19. OLÁ JÁ LI 3 LIVROS DA JOJO "COMO EU ERA ANTES DE VC", "DEPOIS DE VC" E "A ULTIMA CARTA DE AMOR". TODOS NOS LEVAM A REPENSAR A VIDA NUN CONTEXTO GERAL, OQUE É CERTO OU ERRADO. TUDO DEPENDE DO PONTO DE VISTA... ENFIM, A EMOÇÃO AFLORA DE TODAS AS PARTES... NÃO SÃO ROMANCES COMUNS DE FELIZES PARA SEMPRE... MAS HISTÓRIAS QUE NOS FAZEM PENSAR QUE AQUILO É REAL!

    ResponderExcluir