Resenha: Jesse Chesnutt - E o mistério do Planeta T12

Autor: Leonardo Faig
Editora: Novo Século
Páginas: 200
Sinopse: Milton, Flórida. 20 de abril de 2012. Uma data fatídica na vida de muitas pessoas. Dentre elas estão os membros da família Kirk, que subitamente sofrem ataques de pessoas que, infectadas por um misterioso vírus, se tornaram criaturas agressivas. Sedentos por sangue, os infectados invadem casas, destroem lojas e causam o caos na cidade. Jesse é um dos sobreviventes deste aterrador acontecimento e consegue fugir dessas criaturas. No caminho, encontra Kevin e Brian, também determinados a sobreviver, e juntos, munidos de armas e uma Ferrari, os sobreviventes partem em busca de respostas e de uma possível cura. Porém, estes acontecimentos podem ser o estopim de algo muito maior que estava para vir. E o misterioso planeta T12 pode ser a grande chave para desvendar este terrível vírus.


Jesse Chesnutt no Orelha de Livro & Skoob

Pensem num livro rápido de ser ler mas que tem muita tragédia e mistério? É Jesse Chesnutt! 

Jesse é um jovem que está vivendo o apocalipse: seres humanos já não são humanos e sim criaturas que comem as pessoas, ou seja, zumbis. Mas nunca houve essa nomenclatura para essas criaturas no livro, mesmo que eles só morrem com um tiro, facada na cabeça como os zumbis que vemos em The Walking Dead

Jesse encontra-se numa situação complicada: sem a família.
Mas encontra um pequeno grupo que está sobrevivendo muito bem e estão atrás da cura dessa infecção. Nesse grupo o líder é Kevin um ex presidiário, já o Brian é o policial seu braço direito. Isso já um baque pra mim, porque como um presidiário vai ser o líder enquanto o policial não é?. Temos Ned o nerd do grupo que está atrás de comunicação de algum lugar assim buscar ajuda e temos Carolyn a garota do grupo que só serve pra cozinhar e no final do livro só serve pra trazer mais complicações ao grupo.

Kevin e Jesse não tem uma relação muito amigável de início, o jovem quer achar a família mas em todas as missões que Kevin dá a ele, sempre alguma coisa errada, então Kevin não tem muita fé em Jesse.

O extinto de sobrevivência é sempre presente e flashback's marcam presença na narrativa, deixando-a mais atrativa e chamativa.

E quando você percebe a leitura já te trouxe novos personagens, novas realidades e cenários. E isso foi um ponto extra na leitura, porque o enredo tomou novos caminhos de uma forma que nem reparei direito mas só sei que ligou muito bem os pontos.

Sobre o Mistério do Planeta T12 ainda permanece em mistério grande parte, mas em relação ao vírus que causou esse zumbistificada (?) nas pessoas, há explicações de como foi causada e criada pelo vilão do Planeta T12 e foi seu objetivo com isso, mas não tem nada concreto sobre o que é o Planeta no sentido de como vivem, como é lá, e isso me deixou um pouco fula da vida.

Comecei e terminei hoje a leitura, e tive que ler o final mais de uma vez, porque não tinha caído a ficha para o final, porque deixou um gancho muito grande pro próximo livro.

O livro é narrado em terceira pessoa, então não fica sujeito em só narrar o ponto de vista de Jesse. Teve algo que me incomodou muito, que foi a repetição da característica de Kevin "o loiro", mas fora isso nada do que reclamar, a diagramação está tudo okay.

Sobre o autor

Leonardo Faig nasceu em São Paulo, em Outubro de 1991. Apaixonado por livros e história de ficção fantástica. começou a escrever contos amadores aos quatorze anos. Obteve, durante o ano de 2007, uma notoriedade na internet em virtude de um dos seus contos, Assombração. Na mesma ocasião, escreveu seu primeiro livro, Máfia (não publicado). Além de escrever, Leonardo cursa bacharelado em Tradução e pretende seguir a carreira de escritor. 

Facebook | Blog
Contato: jessechesnutt@hotmail.com


~Nathália

9 comentários

  1. Até agora eu não li nenhum desses Novos Talentos da Novo Século :((( Parece ser bem interessante e eu com certeza compraria e leria se não estivesse evitando ler séries no momento.

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Não conhecia o livro, mas gostei muito da história. Não li nada do tema até o momento, zumbis, quero dizer. A capa ficou muito bonita. Gostei muito da resenha e todos os pontos que salientou. Gostaria de fazer um convite. Está rolando uma promoção do livro Métrica lá no blog se quiserem conferir.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie :)

    Meu amigo comprou esse livro e sentiu a mesma coisa que você, ele também disse que teve que ler o final várias vezes hahaha, eu vou pegar emprestado, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem? Quanto tempo!
    Não conhecia nada sobre esse livro, mas parece ser bem interessante. Tô meio afastada da blogosfera e não conheço os novos talentos, heheh.
    Beijos,
    alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Nunca tinha ouvido falar do livro. Acho muito bacana quando as pessoas ajudam a divulgar livros brasileiros, de novos autores!
    Parabéns!

    Beijos.
    http://arianaviajante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amooo histórias com esses virus vida loka kkkkkk tudo o que voce falou me confirmou que é um livro que preciso ler, só não gostei de saber que faltou explicação, isso me deixa fula da vida também!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muito o livro e sua resenha só me deixou com mais vontade. Além do que, zumbieeees! Adoro essas histórias *--*
    Encontrei uma promoção muito legal dele ontem, mas não tinha mais em estoque /sacanagem D;

    xoxo
    Bianca
    www.blogsomaisum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Jesse Chesnutt é o ótimo livro, adorei o cenário criado pelo Leonardo e aguardo ansiosamente pela continuação. Só me desagradou o final do livro, mas foi prazerosa a leitura.
    Adorei a resenha!
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Mais um livro que eu não conhecia. Ainda não li nada sobre zumbis, mas parece que o autor criou um bom ambiente e bons personagens nesse enredo. Tem continuação? Espero que ela siga o bom caminho desse primeiro livro.

    ResponderExcluir