Resenha: Os Videntes

Diviners #1
Autora: Libba Bray
Editora: iD
Páginas: 567
Sinopse: Evie O'Neil foi exilada de sua entediante e pacata cidade natal e enviada para as agitadas ruas da cidade de Nova York - e ela está maravilhada! Nova York é a cidade do contrabando, das compras e dos monumentais cinemas! Logo Evie convivendo com as glamorosas garotas Ziegfi ed e com afamados batedores de carteira. O único problema é que Evie tem que morar com seu tio Will, curador do Museu Norte-americano de Folclore, Superstição e Ocultismo, também conhecido como Museu dos Insetos Rastejantes.
Quando uma série de assassinatos ligados ao ocultismo começam a acontecer, Evie e seu tio se veem em meio a uma investigação policial. E, além de tudo, Evie tem um segredo: um misterioso poder que pode ajudar a capturar o assassino - isso se ele não a pegar primeiro...
Os Videntes no Orelha de Livro e Skoob

Me apaixonei pela Editora iD quando li The Blessed: Abençoadas, da Tonya Hurley - resenha aqui. E quando vi a publicidade no livro Os Videntes na fanpage da iD, eu automaticamente cobicei o livro, mesmo que a editora seja um pouco cara (mais cara que a Rocco u-u) eu comprei bem rápido, mas demorei pra iniciar a leitura.

Lendo Os Videntes me deu uma pequena nostalgia da época em que eu estava me interessando mais em literatura, isso foi quando Código da Vinci estourou aqui no Brasil, foi meu primeiro livro adulto - no sentido de ser uma ficção e que envolvia um enredo cheio de mistérios sobre religião.

Em Os Videntes somos apresentados uma Nova York de 1920. Evie, uma de nossas importantes personagens, é "expulsa" educadamente de casa depois de causar um reboliço na sua cidade natal. Sendo assim é levada para viver com seu tio Will o curador do Museu Norte-americano de Folclore. 

Evie já tem uma amiga em NY, a Mabel - desde quando Evie ia para a casa do seu tio ela e Mabel se conhecem. Mabel é filha de um casal revolucionário mas que cortam as assas da filha, ou seja, Mabel é a quieta e responsável, enquanto Evie é a foguetada, mas incrivelmente as duas se dão muito bem. 

Evie vai sonhadora para Nova York, que ela vai sair e se divertir bastante, conhecer pessoas interessantes mas isso na verdade não acontece da forma que ela queria.

Quando Evie chega em Nova York já tem a surpresa de conhecer e ser roubada pelo Sam, um ladrãozinho fajuto mas que tem uma história de vida dolorosa. Mas mesmo com esse mal entendido Sam consegue um emprego no museu do tio da Evie. Então podem preparar o riso, porque eles vão soltar muitas farpas no decorrer do livro. 
Evie fez um olho grande e inocente.
- Bem, sonhei que estava em Nova York sozinha...
- Coitadinha. - Sam colocou os braços em torno dos ombros dela.
- Caminhei pelas ruas procurando pessoas... mas não havia ninguém...
- Terrível... - Sam estava tão perto que ela podia sentir seu cheiro de almíscar.
- De repente, eu estava na Estação Penn... - Evie pausou - E a coisa mais horrível aconteceu em seguida.
- O que aconteceu, boneca? - Sam ronronou.
- Um sujeito desprezível roubou meus vintes dólares (...)
Página 185

E como podem ver a narração é em terceira pessoa, então imaginem um leitura abrangente, é Os Videntes pois sempre tem um ponto de vista de diferentes personagens, isso torna a leitura muito mais rica!

No Museu, Will tem a ajuda de Jericó pra organizar tudo, ele é um leitor assíduo de filósofos e guarda um segredo muito macabro/irreal (que só lendo pra descobrir dã HUE). Mas só que o Museu não será mais o mesmo, após assassinatos de origem oculta Will é necessário nessa investigação por conta de seus conhecimentos nessa área, mas Jericó, Evie e Sam não ficam de fora. E lembram que eu falei que Evie é expulsa de casa, pois bem, ela é expulsa porque ela usa seu o poder de vidência! Qualquer objeto que ela pegue de alguém, ela consegue ver o passado dessa pessoa, segredos, etc., então ela vai ser muito bem utilizada para descobrir quem é essa mente maligna que está planejando o Fim dos Tempos.

Mas ao mesmo tempo que está tendo essa investigação somos apresentados a vida de Memphis e seu irmão Isaías - um outro Vidente. E também temos Theta e Henry, que trabalham no teatro e são como irmãos. Todos aparecem na vida de Evie e são necessário no livro inteiro. A vida de todos os personagens do livro são interligadas e isso eu achei fantástico! Libba não só fez um livro recheado de teorias religiosas ft. ocultismo para ser desvendado mas também construiu a vida de cada um e os juntou!

Mas tenho que fazer duas reclamações sobre o livro: eu gostaria muito que cada capítulo começasse com o ano e local, porque ajudaria muito na leitura, tem alguns capítulos que são flashbacks e só ao final dele eu entendia que de fato são. E também a revisão da editora: algumas falas não tem travessão. Mas fora isso, nada mais a reclamar.

É um livro longo mas foi extremamente rápida a leitura, flui muito bem e tudo vai se encaixando então quando você percebe já está na metade do livro e depois no fim. Algumas pontas foram deixadas soltas até porque tem continuação e não vejo a hora de ler o resto ;-;

~nathália

5 comentários

  1. Olá!

    Parece uma história bem interessante. Essa foi a primeira resenha que li. Não gostei do fato que mencionou sobre os flashbacks, pois torna a leitura confusa. Gostei da resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. oi parece uma historia legal me interessei...vou ver se tem para baixar online...tem post novo no meu blog passa lá...bjs..

    http://unhasdecormichelleyasmin.blogspot.com.br/ e http://madvitrinededesejos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. oie Nath
    vi esse livro na bienal, acho que estava na promo por 19,90, mas a grossura me assustou rs
    eu li um outro livro da autora e não gostei, então preferi não arriscar.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi Nathalia,

    Ah eu adorei este livro, já li a outra trilogia da autora e quando vi lançarem livro dela não podia deixar passar.
    Resenhei ele esta semana e por isso vim aqui ver se vc gostou tbm, não tive este problema com o tempo em que se passava, mas achei a Evie bem chata no início e achei o final meio corrido, a parte do ritual e tal.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Alguém sabe sobre a continuação?

    ResponderExcluir