Resenha: A Ideia

Autor: Lucas Chagas
Editora: Novo Século
Páginas: 424
Sinopse: Um homem, no limite do sofrimento, decide compartilhar sua jornada e escreve a mais sincera declaração de amor. Dessa forma, ele leva até você, leitor, a trajetória vívida de uma paixão que, sem imaginar, mudaria sua forma de ver a vida. Beatrice Dumont, 23 anos, estava habituada à mesmice da sua vida, mas percebe, durante uma noite de forte chuva, que aproveitava pouco sua juventude. E tudo parece piorar quando ela se apaixona por Benjamim. Porém, ela nem imagina o que a espera... Sem achar uma luz no fim do túnel, sente a necessidade de dar um passo em direção à mudança de vida. Mas o que ela parecia ter esquecido é que a felicidade, muitas vezes, pode trazer consigo perdas irreparáveis, principalmente quando os laços afetivos com as pessoas que amamos são muito fortes. A Ideia não é uma história de um amor perfeito, no qual o universo conspira a favor. É uma história de luta pelo amor, quando tudo parece estar contra. Fala da vida em sua brevidade, sem deixar de lado os instantes que fazem dela algo eterno.

A Ideia é o livro de estréia do Lucas Chagas - ator parceiro do blog - em que narra a estória de Beatrice, uma estudante de Letras. Uma estudante como todas as outras, estudiosa, tem vários amigos, tem uma tia que a criou porque seus pais - já vieram a falecer. Mas ela sente incompleta por não ter achado o verdadeiro amor.

Em A Ideia temos a narração do cotidiano de Beatrice, enriquecido de detalhes. E confesso que me senti lendo um diário, o diário de Beatrice, porque não só tinha sua narração de como foi seu dia, sua semana, mas há também seus pensamentos filosóficos, do que é a vida, do que é o amor. Então a narração fica além de contar a vida de uma garota pacata.

O Prefácio e o Epílogo do livro, não é a Beatrice que narra, e sim Benjamim. É ele quem escreve o livro, é ele quem narra na voz da Beatrice seus sentimentos.

Sobre a personagem Beatrice, eu achei um tanto contraditória suas atitudes e por isso a achei real, porque tudo que ela pensava ou que queria fazer não passava de planos nunca realizados, ela se considerava forte mas no fim era fraca por causa do orgulho ou considerava-se uma jovem que saía muito mas muita das vezes ela passava o fim de semana dormindo. Mas quem é que nunca foi um dia contraditório? Então por conta disso, achei bem real essa parte da personalidade/jeito de Beatrice.

Algo que achei pouco citado no livro foi a morte dos pais de Beatrice, eu pensei que o drama de vida dela seria mais em cima disso, mas em nenhum momento ela chega a se questionar: "se meus pais estivesse aqui, o que eles me diriam?" isso porque a relação dela com a tia é só de "Oi, tchau, tudo bem e você?" não tem aquela conversa com profundidade que é necessária pra uma jovem que está deprimida, eu realmente achei estranho.

Acredito que qualquer comentário a mais sobre a obra do Lucas Chagas é spoiler, então finalizo essa resenha dizendo que não é uma leitura rápida, não é nada rápida, é enriquecida de detalhes e de ócio produtivo da Beatrice. Não é uma leitura que seja pra lazer mas sim pra uma reflexão.

Sobre o autor


Nascido em 1989, em Recife, Lucas Chagas é engenheiro agrícola e ambiental formado pela UFRPE. Sempre teve gosto pela leitura, aprendeu a ler com 4 anos, e já na terceira série do ensino fundamental, ganhou um prêmio de melhor frase com o tema “natureza”. Seu conto intitulado “O Gatilho” foi contemplado no 4.º Concurso de Contos e Poesias da UFRPE.


Facebook | Book Trailer | Skoob



- nathália

19 comentários

  1. Já ouvi alguns comentários sobre o livro e fique bastante curiosa, no entanto, é um livro que não faz muio meu estilo. Mas através da sua resenha, eu fiquei muito curiosa, agora quero lê-lo. rs
    Clicando Livros

    ResponderExcluir
  2. Parece ser legal, já li alguns quotes por aí.

    Beijinhos,
    Lia ♥
    www.limaoealecrim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oii!!
    Então é tipo um diário de uma pessoa escrito por outra? Ou só o prefácio e o epílogo mesmo que o Benjamin escreve?
    Eu fiquei curiosa para saber mais sobre Beatrice, adoro livro que nos fazem refletir!!

    Beijos

    Ana - Eu Leitora

    ResponderExcluir
  4. Ain, comentei e não foi o comment, rs.
    Mas então, dizia eu que minha mãe ganhou esse livro há alguns dias! Parece interessante, talvez eu leia quando ela terminar :)
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Hey,

    Nice post...
    Would you like to follow each other on bloglovin and GFC!!!
    Have a gr8 week...
    Keep in touch,
    beingbeautifulandpretty.com

    ResponderExcluir
  6. o livro não faz mt meu estilo sabe, por isso acho que não leria

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho um certo preconceito com autores nacionais, o que é muito triste. Eu sei.
    Mas acho que gostei da sinopse e mais ainda da resenha!
    É a primeira vez que ouço, ou melhor, vejo falar desse livro. rs
    Beijos. :*

    http://meualecrimdourado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Tem tempos que quero ler este livro, sou muito curiosa com a história!!!

    Beijoks, Vanessa - Blog do Balaio
    https://www.facebook.com/DuBalaioStore

    ResponderExcluir
  9. Eu li alguns comentários positivos sobre o livro, mas ainda não sei se quero mesmo lê-lo. Parece ser interessante, mas não parece ser muito profundo - tenho primado por leituras assim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esse livro
    Mas parece ser muito bom
    Gostei bastante da resenha

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. HUm...leituras para reflexão são boas em geral. Entrevistei o autor e é muito simpático.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  12. hey, thanks a lt for dropping by my blog and for the lovely comment.....
    im following you on GFC .., hope you follow back..
    keep in touch,
    www.beingbeautifulandpretty.com

    ResponderExcluir
  13. Oi..
    A história parece interessante, eu só não gosto muito quando está mais ou menos em forma de diário como você descreveu, em que ela conta a semana, o dia..enfim..
    Mas adoro histórias de reflexão..
    Eu leria com certeza.

    Beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Já vi falarem desse livro algumas vezes, mas nunca li... Parece ser uma história interessante...
    Paz!

    Agnes (Guii)
    http://literaturaummundoparapoucos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie Nathália =)

    Hoje só estou lendo resenhas de livros dos quais nunca ouvi falar (vergonha) rs...

    Parece ser uma boa história, mas não do tipo que chama minha atenção.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  16. Eu acho super dificil resenhar um livro sem dar spoiler, mas ei, tu conseguiu. Parece ser um livro legal, mas eu ainda não tinha visto nenhuma resenha dele, que me lembre. Gostei *-*

    Beijão, Lari.♥
    Vitamina de Pimenta
    @laricrazy_

    ResponderExcluir
  17. Bom dia meninas, eu nunca tinha lido nenhuma resenha sobre o livro e ele parece ser bem interessante e com uma base para reflexão.

    beijos
    http://amostradelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Nath!

    Bom, eu nunca havia ouvido falar desse livro, mas achei a premissa da história muito boa. Adoro livros para refletir, porém acho que essa leitura deve ser feita em um momento certo, entende?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. raquel00:43

    Nathália esse livro que você fez a resenha aparenta ser muito bom, apesar de nunca ter ouvido falar nesse autor, mais aparentemente ele é muito bom em tudo que faz envolvendo a leitura em si... Bom a resenha está otima parabéns :)

    ResponderExcluir