• Home
  • Dicaterapia
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Políticas
  • Contato
  • Resenha: Cake's Helô, de Julie Lopo

    CAKE´S HELÔ
    Autora: Julie Lopo
    Editora: Planeta Literário - PL
    Páginas: 93
    Skoob

    Sinopse: Heloise tinha o sonho de abrir seu próprio negócio, uma confeitaria. Quando seu sonho se concretiza, ela consegue bem mais do que uma realização. O destino lhe traz um rapaz bonito, inteligente, talvez um pouco mal-humorado demais.

    Mas o que fazer quando não se tem vontade de beijar alguém?

    Será que ele conseguiria derrubar suas barreiras e provar para Heloise que se jogar de cabeça em um relacionamento tem suas vantagens?

    E Heloise poderia mostrar o lado doce da vida para um policial rabugento?
    Olá Leitores!
    Trago para vocês a resenha de um livro delicioso!
    Vamos conhecer esse curtinha e envolvente história?

    10 motivos para ler Paris para um, de Jojo Moyes

    PARIS PARA UM
    Autora: Jojo Moyes
    Editora: Intrínseca
    Páginas: 240
    Skoob

    Sinopse:  Com mais de 20 milhões de livros vendidos em todo o mundo, Jojo Moyes se consagrou autora de grandes romances. Arrebatadoras, emocionantes, repletas de personagens fortes e realistas, suas obras conquistaram legiões de fãs e alcançaram listas de mais vendidos em diversos países. Nessa vibrante coletânea, o leitor poderá conhecer mais um lado da autora. Em histórias curtas e divertidas, Jojo, sem deixar de lado as personagens decididas que conquistaram o público, faz sua conhecida mágica de transformar situações comuns em eventos extraordinários. No conto que dá título ao livro, a jovem Nell planeja um final de semana romântico em Paris com o namorado e fica sabendo, já na estação, que ele desistiu de acompanhá-la. Sozinha em um país estrangeiro, Nell descobre uma nova versão de si mesma, independente e corajosa.  Outros contos incluem um assalto a uma joalheria com uma reviravolta amorosa, a história de uma mulher que passa um dia inteiro com os sapatos de outra pessoa e um shopping lotado de pessoas fazendo compras de Natal que vai revelar a uma esposa estressada o que de fato importa na vida.  E em “Lua de mel em Paris”, que fecha a coletânea, Jojo Moyes brinda os leitores com um reencontro com as personagens do best-seller A garota que você deixou para trás, Liv e Sophie, que, separadas por algumas décadas, acreditam que o casamento é apenas o início de suas histórias de amor. Dez pequenas amostras da saborosa escrita de Jojo Moyes, divertidas, autênticas e irresistíveis — você vai ler e se encantar.

    Olá Leitores!
    É sempre um prazer resenhar um livro da Jojo Moyes <3
    E esse é um pouquinho diferente do que estamos acostumados. Por essa razão, resolvi criar 10 motivos para ler Paris para um.
    Vamos conhecê-los?

    Resenha: A Viúva, de Fiona Barton

     
    A VIÚVA
    Autora:  Fiona Barton
    Editora: Intrínseca
    Páginas:
    Sinopse: Ao longo dos anos, Jean Taylor deixou de contar muitas coisas sobre o terrível crime que o marido era suspeito de ter cometido. Ela estava muito ocupada sendo a esposa perfeita, permanecendo ao lado do homem com quem casara enquanto convivia com os olhares acusadores e as ameaças anônimas.  No entanto, após um acidente cheio de enigmas, o marido está morto, e Jean não precisa mais representar esse papel. Não há mais motivo para ficar calada. As pessoas querem ouvir o que ela tem a dizer, querem saber como era viver com aquele homem. E ela pode contar para eles que havia alguns segredos. Afinal, segredos são a matéria que contamina (ou preserva) todo casamento. Narrado das perspectivas de Jean Taylor, a viúva, do detetive Bob Sparkes, chefe da investigação, cuja carreira é posta em xeque pelo caso, e da repórter Kate Waters, a mais habilidosa dos jornalistas que estão atrás da verdade, o romance de Fiona Barton é um tributo aos profissionais que nunca deixam uma história, ou um caso, escapar, mesmo que ela já esteja encerrada.
    Olá Leitores!
    Trago para vocês a resenha de mais um thriller incrível! Um daqueles livros que nos fazem questionar se realmente conhecemos as pessoas que nos cercam.
    E se essa pessoa for alguém que você ama?
    Vamos conhecer esse história de perto?

    Resenha: O Amor em primeiro lugar, de Emily Giffin

    O AMOR EM PRIMEIRO LUGAR
    Autora: Emily Giffin
    Editora: Novo Conceito
    Páginas: 352
    Skoob

    Sinopse: Uma tragédia familiar muda tudo na vida das irmãs Josie e Meredith. A tristeza torna-se algo recorrente, mas elas fazem de tudo para seguir em frente. E seguem... Quinze anos mais tarde, Josie e Meredith não têm um relacionamento harmonioso. As diferenças de personalidade delas, que já existiam antes da tragédia, estão ainda mais acentuadas. Elas se veem com frequência, mas não se entendem. Uma vida marcada pela tristeza velada e por segredos que as afastam cada vez mais. Será que Josie e Meredith vão conseguir se libertar de seus medos e se abrir para o novo? Será que, finalmente, elas conseguirão seguir em frente de verdade? “O Amor em Primeiro Lugar” é uma fascinante história sobre família, amizade e a coragem de seguir o próprio coração.
    Olá Leitores!
    Tenho o prazer de resenhar para vocês mais um livro da talentosa Emily Giffin.
    Essa é uma daquelas autoras que sempre passam na frente na minha lista de leituras.
    Vamos conferir minhas impressões sobre esse livro?

    Resenha: A Guerra que Salvou a Minha Vida, de Kimberly Brubaker Bradley

    A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA
    Autora: Kimberly Bradley
    Editora: Darkside Books
    Páginas: 234

    Sinopse: Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor. Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa. Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios. Vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos.
    Olá Leitores!
    A resenha de hoje foi elaborada pela nova colaboradora do Livroterapias - a Maria Oliveira!
    Espero que vocês gostem.
    Vamos conferir?

    Resenha: A Rainha de Tearling, de Erika Johansen

    A RAINHA DE TEARLING
    Autora: Erika Johansen
    Editora: Suma de Letras
    Páginas: 352
    Skoob

    Sinopse: Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar. Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono – mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta. Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder –, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne. Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda... ou uma tragédia.

    Olá Leitores!
    Trago para um livro que me prendeu por horas.
    Adoro histórias que envolvam reinos com um bom toque de magia e esse livro reúne as duas coisas.
    Vamos conferir?

    Resenha: Quando a Bela domou a Fera, de Eloisa James

    QUANDO A BELA DOMOU A FERA
    Autora: Eloisa James
    Editora: Arqueiro
    Páginas: 320
    Skoob

    Sinopse: Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos. Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?
    Olá Leitores!
    Trago para vocês a resenha de um delicioso e divertido romance de época, inspirado do clássico A Bela e a Fera.
    Tenho certeza que vocês vão curtir tanto quando eu.
    Vamos conhecê-lo?